Wagner diz que Rui ainda não fechou, mas cita Coronel como candidato

Wagner diz que Rui ainda não fechou, mas cita Coronel como candidato

Os arranjos para a definição da chapa que concorrerá às eleições de outubro ao lado do governador Rui Costa (PT) seguem a pleno vapor, mas a clareza da demarcação dos nomes tem More »

Wagner sobre ausência do PCdoB em forró: ‘Eu confesso que não entendi’

Wagner sobre ausência do PCdoB em forró: ‘Eu confesso que não entendi’

O ex-governador Jaques Wagner (PT), em conversa com o bahia.ba nesta terça-feira (19), se disse surpreso com a ausência da cúpula do PCdoB no “forró” do governador Rui Costa (PT) ocorrido na segunda (18). “Eu confesso More »

Fora de chapa, Lídice não vai a forró dos aliados

Fora de chapa, Lídice não vai a forró dos aliados

Derrotada na disputa pela última vaga na chapa majoritária liderada pelo governador Rui Costa (PT), a senadora Lídice da Mata (PSB) não irá ao forró dos aliados do petista na noite desta More »

Saques do PIS/Pasep colocarão R$ 34,3 bilhões na economia

Saques do PIS/Pasep colocarão R$ 34,3 bilhões na economia

A partir de hoje (18), os brasileiros com mais de 57 anos, que são titulares de contas inativas dos fundos dos programas de Integração Social (PIS) e de Formação do Patrimônio do More »

Orlando Tapajós morre aos 85 anos

Orlando Tapajós morre aos 85 anos

Morreu neste domingo (17), aos 85 anos, o construtor de trios elétricos Orlando Campos de Souza, conhecido como Orlando Tapajós. Ele estava internado no Hospital Teresa de Lisieux, no bairro do Itaigara, More »

 

Ipiaú: Ex governador Paulo Souto enaltece trabalho do deputado Sandro Régis pela região

Foto: Divulgação

Em vídeo divulgado nesta terça feira (19) o ex governador Paulo Souto relembra trajetória de esforços realizados pelo deputado Sandro Régis (DEM) em prol da realização de importantes obras para a região de Ipiaú. Ele fez questão de gravar o vídeo como resposta a acusações feitas contra o deputado pelo ex prefeito José Mendonça. Confira

Por-ipiau online

Rui afirma que não vai participar de plenária do mandato de Lídice

Matheus Morais/bahia.ba

Na cerimônia de inauguração da Via Metropolitana, em Camaçari, nesta terça-feira (19), o governador Rui Costa (PT) afirmou que não vai à plenária da senadora Lídice da Mata (PSB), marcada para as 18h.

“É debate interno. Os caminhos dos militantes deputados estaduais e federais. Com certeza algo interno não tem sentido estar presente. Com certeza depois de todas as conversas, como partido democrático que é, vai debater para saber o que suas lideranças vão fazer. Dialogar antes da liderança tomar esse ou aquele caminho”, disse Rui.

Ele comentou também sobre a formação das chapas majoritárias. Questionado sobre a demora da divulgação dos “times”, o petista disse que cada um tem que administrar o seu.

“Eu acho que cada um tem que administrar o seu time, viver suas dificuldades e suas facilidades. Às vezes, dependendo da ótica, não é dificuldade, é facilidade. Quando você tem vaga e ninguém quer se oferecer para preencher, isso é facilidade. Se você entra em um ônibus vazio, você não tem dificuldade em sentar. Mas, se você entrar em um ônibus que está cheio, aí vai encontrar dificuldade”, comparou o governador, ao bahia.ba.

Para Rui, existe uma grande disputa para a suplência do ex-governador Jaques Wagner. “Coronel ainda brincou ontem dizendo ‘poxa, se eu for candidato mesmo a senador, não estou vendo ninguém disputar a minha suplência’. É isso que eu estou dizendo, cada ótica é um problema”, falou.

“Todo mundo só quer a suplência de Wagner por que? Porque todo mundo tem a expectativa, eventualmente o Wagner já foi eleito senador e se tiver um novo presidente no Brasil onde o PT participe do governo de uma forma ou de outra, ou sendo o próprio presidente do PT ou sendo de outro partido aliado, todo mundo aposta que Wagner eventualmente venha a ser novamente ministro. E por isso todo mundo quer estar ali na expectativa para assumir”, completou.

Por-Bahia.Ba

Itanet Ipiaú;

Endereço: Rua Senhor do Bonfim, 127 em frente ao posto cinquentenário, Tel. (73) 35314922 Centro-Ipiaú-Ba

Wagner diz que Rui ainda não fechou, mas cita Coronel como candidato

Foto: Matheus Morais/ bahia.ba

Os arranjos para a definição da chapa que concorrerá às eleições de outubro ao lado do governador Rui Costa (PT) seguem a pleno vapor, mas a clareza da demarcação dos nomes tem levado ao “ato falho” até mesmo o ex-governador Jaques Wagner, pré-candidato ao Senado, considerado um dos coordenadores da campanha.

Ao bahia.ba, nesta terça-feira (19), o ex-ministro garantiu que ainda não há nada fechado: “Eu creio que agora só depois do São João”. Segundo ele, Rui ainda vai “convocar o Conselho Político, que reúne todos os partidos da base, para fazer uma comunicação oficial”.

Contudo, ao ser questionado sobre a concorrência na suplência ao Senado, Wagner escorregou: “Tem a suplência também de Coronel […] Tem a expectativa de eu voltar a ser secretário ou a depender de quem for estar no governo federal, compor o governo federal. Então as pessoas vêem com uma expectativa mais próxima de assumir […] A de Coronel não tem esse horizonte, pelo menos imediato, nunca se sabe. Mas eu acho que ainda faltam conversas”.

Wagner sobre ausência do PCdoB em forró: ‘Eu confesso que não entendi’

Foto: Matheus Morais/ bahia.ba

O ex-governador Jaques Wagner (PT), em conversa com o bahia.ba nesta terça-feira (19), se disse surpreso com a ausência da cúpula do PCdoB no “forró” do governador Rui Costa (PT) ocorrido na segunda (18).

“Eu confesso que não entendi muito […] Davidson [Magalhães, presidente estadual do PCdoB] até me ligou ontem ou anteontem, não me lembro, e eu não consegui retornar. Mas eu não sei qual é o aborrecimento”, afirmou o petista durante o evento de inauguração da Via Metropolitana, em Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador.

O pré-candidato ao Senado considera justo o desejo dos comunistas de integrarem a chapa de Rui Costa na sua suplência, mas explicou já ter conversado duas vezes com a direção estadual da sigla e deixado clara a prioridade de Lídice da Mata (PSB), por já ocupar o cargo na atual legislatura.

Lídice – Wagner amenizou a ausência da senadora na festa de Rui e justificou que a parlamentar não pôde comparecer por estar em Brasília.

Ipiaú: Nota de Falecimento!

Faleceu nesta manhã na cidade de Ipiaú Bahia o Sr. EDVALDO FERREIRA, pai do nosso grande amigo Alexandre Ferreira que trabalhou a muitos anos na Câmara Municipal de Ipiaú.
Seu Edvaldo foi casado a mais de 50 anos e deixa em nossa querida Ipiaú a saudade e muitos amigos .

O velório será na Primeira Igreja Batista de  Rio Novo e o sepultamento em local e horário a ser definido ainda.

 

Insatisfeita, cúpula do PCdoB também não vai ao forró de Rui

oto: Divulgação

Apesar de pleitear uma vaga de suplência no Senado pela chapa de Rui Costa, o PCdoB também não será representado no forró de confraternização que o governador fará com seus aliados nesta noite no Palácio de Ondina.

Um comunista disse ao bahia.ba que a cúpula do partido também está ‘insatisfeita com os rumos da formação da chapa’. A escolha do presidente da Assembleia Legislativa (Alba), deputado Ângelo Coronel, do PSD, para a última vaga na chapa de Rui é o motivo.

O PCdoB também chegou a se colocar no tabuleiro pela composição da chapa. O nome mais cotado era o da deputada federal Alice Portugal, que disputou a prefeitura de Salvador com apoio do PT em 2016.

A decisão dos petistas de dar a Coronel a vaga deixará de fora a senadora Lídice da Mata (PSB), que também não vai ao arrasta-pé de Rui.

Por ora, são garantidos na chapa (em público), além do próprio Rui, seu vice, João Leão (PP) – para disputar o mesmo cargo; e o ex-governador Jaques Wagner (PT), para disputar o Senado.

Bahia.Ba

Fora de chapa, Lídice não vai a forró dos aliados

Foto: Izis Moacyr/ bahia.ba

Derrotada na disputa pela última vaga na chapa majoritária liderada pelo governador Rui Costa (PT), a senadora Lídice da Mata (PSB) não irá ao forró dos aliados do petista na noite desta segunda-feira (18), no Palácio de Ondina.

Havia a expectativa de que, de maneira “informal”, o chefe do Executivo estadual informasse à sua base durante o evento desta noite o que já era sabido nos bastidores há meses: além de Jaques Wagner (PT), o outro postulante ao Senado na composição será o presidente da Assembleia Legislativa, Ângelo Coronel, aliado do senador Otto Alencar (PSD).

No entanto, como o próprio Rui revelou, alguns partidos pediram um tempo ao governador. Embora o petista não tenha verbalizado, o PSB deve “dar um retorno” a Rui nos próximos dias sobre qual será o caminho eleitoral adotado por Lídice.

Como o partido ainda realiza uma plenária na noite desta terça-feira (19), interlocutores do governador ouvidos pelo bahia.ba apostam que o anúncio oficial ainda não será feito nas próximas 24 horas. Outra legenda que terá conversas internas até esta terça é o PCdoB, que postula uma vaga de suplência ao Senado

Varejão Supermercado 2 lojas em Ipiaú – Praça Salvador da Mata, 62, antiga Feira, e na Rua Walter Hohllenweger, 73, antiga Batateira. Telefones: 3531-3177/ 3531-2222

Barroso diz que proibir condução coercitiva foi ‘esforço para desautorizar juízes corajosos’

Foto: SCO – STF

O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), disse não acreditar que a mudança sobre a proibição da condução coercitiva de réus e investigados para depoimento seja relevante e que foi um “esforço e alguma medida para atingir e desautorizar, simbolicamente, juízes corajosos”. “Acho que a condução coercitiva era uma nota pé de página nesse contexto.

Portanto, não acho que esta mudança, em si e por si, seja relevante. Acho que foi mais uma manifestação simbólica daqueles que são contra o aprofundamento das investigações. Acho que foi algum esforço e alguma medida para atingir e desautorizar, simbolicamente, juízes corajosos que estão ajudando a mudar o Brasil dentro da Constituição e dentro das leis”, disse Barroso, ao ser questionado se a mudança poderia atrapalhar a Operação Lava Jato.

A condução coercitiva é o ato no qual um juiz manda a polícia levar um investigado ou réu para depor num interrogatório.