domingo, 28 de agosto de 2016

Governo Temer suspende programa nacional de combate ao analfabetismo


13 milhões no país não sabem ler e escrever (Foto:Pei Fon/Folhapress)
Com uma das piores taxas de analfabetismo da América do Sul e sem cumprir compromissos internacionais na área, o Brasil interrompeu o programa federal que ensina jovens e adultos a ler e escrever. Ao todo, 13 milhões no país não sabem decifrar nem um bilhete simples, o equivalente a 8,3% da população com 15 anos ou mais. Esse contingente era alvo do Brasil Alfabetizado, executado por Estados e municípios com verba do governo federal. O Ministério da Educação afirma que o programa está em execução, mas prefeituras e governos estaduais relatam um bloqueio no sistema da pasta que impede o cadastro de alunos -o que inviabiliza o início de novas turmas. A interrupção do programa foi confirmada pelo ministério a uma cidadã que o questionou sobre o tema por meio da Lei de Acesso à Informação. "Até o momento não há previsão de reabertura do Sistema Brasil Alfabetizado para ativação de novas turmas", respondeu, em junho, a pasta chefiada pelo ministro Mendonça Filho (DEM). Atualmente, só os alunos cadastrados antes desse bloqueio do sistema estão frequentando as aulas. De acordo com o ministério, são 168 mil no atual ciclo, iniciado em outubro do ano passado.O número explicita o encolhimento do programa. Relatórios da pasta mostram que, até 2013 (dados mais recentes), eram ao menos 1 milhão de atendidos ao ano. *Folha

Jitaúna: Jovem é esfaqueado durante evento político e morre a caminho do hospital



Jovem morreu após ser esfaqueado durante movimento político (Foto:Arquivo pessoal)
Um jovem foi esfaqueado na noite desse sábado (28) durante um evento político na cidade de Jitaúna. Segundo publicação do blog Jitaúna em Dia, Bruno Santos Gomes foi esfaqueado na altura no peito por um indivíduo desconhecido que fugiu em seguida. A vítima foi socorrida e encaminhada para o hospital local e logo após transferida para o Prado Valadares, mas, ainda segundo o blog, acabou falecendo antes de chegar na unidade hospitalar. O jovem era morador da zona rural do município e participava de um comício. O crime foi praticado na Praça Albino Cajaíba por volta das 21h. Ainda no evento do Partido dos Trabalhadores (PT) outro jovem ficou ferido e foi levado para o hospital. Não há informações se a motivação do crime esteja ligada a discussão política. Populares contaram que o crime foi passional. O caso é investigado pela polícia local. O comando da prefeitura local é disputado pelo atual gestor, Edson Silva (PT), que concorre a reeleição, e o grupo da oposição com a chapa formada por Patrick Lopes (prefeito) e Amanda (vice).
(Informações: Giro em Ipiau)

Ventos quase retiram cobertura do Centro de Convenções

                      
                              Ventos quase retiram parte de cobertura do Centro de Convenções; veja vídeo
                                                  Foto: Reprodução / Leitor BN
Os ventos provocados pelo mau tempo que deixou o dia chuvoso em Salvador neste sábado (27) quase retiraram a cobertura de parte do Centro de Convenções, no bairro do Stiep. Um vídeo enviado por um leitor do Bahia Notícias mostra como a lona da parte da frente do prédio quase se desprendeu por causa da ventania. Em entrevista ao Bahia Notícias, o secretário de Turismo da Bahia, José Alves, informou que enviou uma equipe ao local para realizar reparos na estrutura. O titular da pasta lembrou também que o equipamento está sendo reformado e afirmou que as obras de requalificação devem ser entregues em até 60 dias. “No máximo até outubro devemos entregar o Centro de Convenções”, assegurou. (Fonte Bahia noticias)
                      

Kátia Abreu diz que acredita que Dilma Rousseff terá entre 28 a 32 votos

Foto: Wilson Dias/Agência Brasil
A senadora Kátia Abreu (PMDB-TO) afirmou há pouco que acredita que a presidente Dilma Rousseff pode reverter seu afastamento e se livrar da cassação. Nas contas da senadora, que trabalha para tentar convencer colegas a favor da petista, há uma margem de 28 a 32 votos que Dilma pode obter a seu favor. "Se conseguirmos 28 chegaremos a 32", disse. A senadora confidenciou que há parlamentares que nos bastidores admitem que não há crime de responsabilidade por parte de Dilma, mas que mesmo assim estão inclinados a aprovar a cassação. "Eu tenho dito que eles ainda têm tempo para mudar o voto", afirmou. Segundo Kátia Abreu, ela tem falado com Dilma "durante a manhã, tarde e noite". "Ela está serena e tranquila", disse. A senadora pretendia jantar hoje à noite com Dilma, mas afirmou que não será possível por conta da continuidade do julgamento do impeachment que deve terminar por volta das 22 horas. Ao comentar sobre a expectativa em torno do depoimento que Dilma fará na segunda-feira, a senadora afirmou que o senador Jorge Viana está coordenando com os demais parlamentares a diretriz dos questionamentos que serão feitos a petista. "Vamos buscar uma alternância nas perguntas, para ter um equilíbrio, algo como três dele (oposição a Dilma) e um nosso", afirmou. 
Katia disse ainda que não há como fazer acordos para que os parlamentares evitem ataques a petista. "Eu espero que não venham com tratamento indigno", disse. Segundo a senadora, Dilma fará um discurso forte e se dirigindo também à nação. "Mas não será uma prestação de contas não te entregando o jogo", afirmou. "Estou com um bom pressentimento."

Após três dias, Senado conclui fase de depoimentos e vai ouvir Dilma na segunda

Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado
Depois de três dias de depoimentos da acusação e da defesa, o Senado concluiu neste sábado (27) a fase de oitivas. O último a ser ouvido pelos parlamentares nesta etapa foi o professor de direito tributário da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (Uerj) Ricardo Lodi Ribeiro, que falou como informante. Nesta segunda-feira (29), a presidente afastada Dilma Rousseff vai abrir a sessão fazendo sua defesa pessoalmente por 30 minutos, que podem ser prorrogáveis por mais 30. Até a noite de ontem, 47 dos 81 senadores já se inscreveram para fazer questionamentos à petista. Ela estará acompanhada no Congresso Nacional por cerca de 30 pessoas, incluindo o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Neste domingo (28), parlamentares contra e a favor do impeachment devem se reunir para traçar os últimos detalhes da estratégia para a sessão de amanhã.
(Fonte: Bahia noticias)

Bahia vence Paraná e se aproxima do G4

Pela segunda vez consecutiva, o Bahia venceu e convenceu. Na Arena Fonte Nova, pela 21ª rodada da Série B, o Tricolor voltou a fazer 3 a 0, dessa vez no Paraná, e se aproximou do grupo dos quatro primeiros colocados. Neste sábado (27), Edigar Junio, Juninho e Allano fizeram o torcedor vibrar no estádio. Com o resultado, o Bahia subiu para a sexta posição da tabela. O time comandado por Guto Ferreira acumula agora 31 pontos. O próximo adversário do Esquadrão será o Joinville. Nesta terça-feira (30), às 19h15, na Arena Joinville.
  1. FICHA TÉCNICA
  2. Bahia 3x0 Paraná
  3. Campeonato Brasileiro – Série B (21ª rodada)
  4. Local: Arena Fonte Nova, Salvador (BA)
  5. Data: 17/08/2016
  6. Horário: 18h30
  7. Árbitro: Nielson Nogueira Dias (PE)
  8. Assistentes: Marcelino Castro de Nazaré (PE) e Bruno Cesar Chaves Vieira (PE)
  9. Cartões amarelos: Tiago e Juninho (BAH); Anderson Uchoa, Rafael Carioca e Fernando Karanga (PAR)

sábado, 27 de agosto de 2016

Opinião: Queda de Dilma ou é golpe de Estado ou é farsa 153 "Le Monde"

Se esse não é um golpe de Estado, é no mínimo uma farsa. E as verdadeiras vítimas dessa tragicomédia política infelizmente são os brasileiros."

Dilma Rousseff, a primeira presidente mulher do Brasil, está vivendo seus últimos dias no comando do Estado. Praticamente não há mais dúvidas sobre o resultado do julgamento de sua destituição, iniciado na quinta-feira (25) no Senado. A menos que aconteça uma reviravolta, a sucessora do adorado presidente Lula (2003-2010), que foi afastada do cargo em maio, será tirada definitivamente do poder no dia 30 ou 31 de agosto.
Dilma Rousseff cometeu erros políticos, econômicos e estratégicos. Mas sua expulsão, motivada por peripécias contábeis às quais ela recorreu bem como muitos outros presidentes, não ficará para a posteridade como um episódio glorioso da jovem democracia brasileira.
Para descrever o processo em andamento, seus partidários dizem que esse foi um "crime perfeito". O impeachment, previsto pela Constituição brasileira, tem toda a roupagem da legitimidade. De fato, ninguém veio tirar Dilma Rousseff, reeleita em 2014, usando baionetas. A própria ex-guerrilheira usou de todos os recursos legais para se defender, em vão.
Impopular e desajeitada, Dilma Rousseff acredita estar sendo vítima de um "golpe de Estado" fomentado por seus adversários, pela mídia, e em especial pela rede Globo de televisão, que atende a uma elite econômica preocupada em preservar seus interesses supostamente ameaçados pela sede de igualitarismo de seu partido, o Partido dos Trabalhadores (PT).
(Fonte:  http://noticias.uol.com.br/internacional)

Impeachment: Começa terceiro dia de julgamento; Barbosa inicia depoimento

                                               Foto: Reprodução / TV Senado
 
O terceiro dia do julgamento do impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff iniciou por volta das 10h20 neste sábado (27), como já previsto – foi acordado que, se necessário, as sessões se estenderiam até o fim de semana. Em acordo com senadores, a sessão foi adiada para as 10h, sem pausa para almoço. Neste sábado , prosseguem o depoimento das testemunhas arroladas no processo. Nesta sexta (26), já foram ouvidos Luiz Gonzaga Belluzzo, doutor em economia pela Unicamp e Geraldo Luiz Mascarenhas Prado, consultor jurídico. Belluzzo defendeu em sua oitiva que houve um “excesso de responsabilidade fiscal” no governo Dilma Rousseff e que na realidade ela teria cometido uma “despedalada” no ano passado, com o contingenciamento de recursos por conta da queda da arrecadação. Já Prado argumentou que não houve crime de responsabilidade fiscal e que "não há ato, no caso do Plano Safra, imputável à presidente Dilma". Já Luiz Cláudio Costa afirmou que os decretos de crédito suplementar assinados, constantes na peça de acusação contra Dilma, "não causaram impacto fiscal". “A gestão fiscal é feita por decretos de contingenciamento, e esses decretos foram efetuados. O MEC teve quatro, que chegaram perto de R$ 10 bilhões", afirmou. O ex-ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, será o primeiro a prestar depoimento neste sábado.  O senador Paulo Paim (PT-RS) iniciou os questionamentos a Barbosa; há ainda outros 20 senadores inscritos.
(Inrformaçoes: Bahia noticias) 

Comissão técnica do Tesouro Nacional irá ao Rio para ajudar em crise financeira

                  Palácio Guanabara, sede do governo do Rio | Foto: Halley Oliveira/ CC
 
Com as finanças em situação de calamidade, o Estado do Rio de Janeiro receberá uma missão técnica do Tesouro Nacional para desenhar uma estratégia de saída da crise e evitar o colapso das contas estaduais. O acerto foi fechado pela secretária do Tesouro, Ana Paula Vescovi, e o governo estadual, segundo o secretário estadual de Fazenda, Gustavo Barbosa. Essa é mais uma tentativa de evitar o agravamento do quadro fiscal e a necessidade de novo socorro da União, que poderia abrir mais um flanco de insatisfação entre os outros governadores que passam também por dificuldades financeiras e reivindicam mais recursos. Os técnicos do Tesouro vão se debruçar sobre os dados do Estado e buscar alternativas para aumentar as receitas, que deem fôlego de curto e médio prazos. Na prática, esse monitoramento in loco significa uma ingerência mais forte do governo federal, como funcionam as missões do Fundo Monetário Internacional (FMI) nos países que pedem socorro ao organismo multilateral e são obrigados a desenhar um plano de ajuste. O programa de trabalho da missão ainda não foi definido e Barbosa prefere não adiantar se o Rio precisará ou não de nova injeção de recursos federais para sobreviver. "Não posso falar que não estou esperando mais dinheiro do governo federal", disse. A União já repassou R$ 2,9 bilhões ao Estado para garantir a segurança durante os Jogos Olímpicos. Nos bastidores, o discurso do governo fluminense tem sido ou aporte, ou intervenção federal, diante da situação catastrófica das contas. A possibilidade de intervenção sempre foi colocada na mesa pelo Estado e nunca foi totalmente descartada. O déficit estadual previsto para este ano - já minimizado pelo aporte da União - está estimado em R$ 16 bilhões. O Palácio do Planalto monitora o quadro do Rio, mas a equipe econômica já avisou que não tem mais dinheiro para repassar. Para os analistas, uma nova ajuda poderá abrir uma crise federativa, ampliando os riscos fiscais em 2016 e 2017. A situação é tão delicada que a Secretaria de Fazenda do Rio tem feito a gestão do dinheiro disponível na "boca do caixa". "Estamos trabalhando com o caixa diário. Infelizmente, é a pior situação para um gestor financeiro, mas é a realidade. É atrasar pagamento de fornecedor, que é o que vem ocorrendo", disse Barbosa. A missão do Tesouro não tem ainda data para desembarcar no Rio - os técnicos federais estão em greve por questões salariais - nem prazo de conclusão do trabalho. Uma das esperanças do Rio para melhorar a situação no curto prazo é obter receitas extraordinárias com a venda de ativos. A maior aposta é a concessão da operação de distribuição da Companhia Estadual de Águas e Esgotos (Cedae). O governo estadual já enviou carta ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) pedindo a inclusão da empresa no Programa de Parcerias de Investimentos (PPI), mas ainda há indefinição sobre como - e se - a desestatização será levada adiante. Embora o governador em exercício Francisco Dornelles seja defensor da medida, o governador licenciado Luiz Fernando Pezão é contra. "Não vai se privatizar não. O governador Pezão é arcaico e contra, e ele está voltando. Isso não vai para frente", disparou o presidente da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), Jorge Picciani, colega de partido de Pezão. Procurado, o governador licenciado preferiu não se pronunciar sobre as críticas. A assessoria do governo do Rio, por sua vez, informou que os estudos estão em andamento, e a intenção do Estado "é analisar várias propostas para que esse objetivo seja atingido".  
 por Idiana Tomazelli e Adriana Fernandes | Estadão Conteúdo

Testemunhas defendem atuação de Dilma na gestão das contas públicas

As testemunhas de defesa ouvidas na sexta-feira (26) no julgamento do impeachment reafirmaram que Dilma Rousseff não cometeu crime de responsabilidade e foi até rigorosa na gestão das contas públicas. Na condição de informante, o economista Luiz Gonzaga Belluzzo declarou que a presidente afastada não desarranjou a economia, até pelo excesso de responsabilidade fiscal. Ele citou o contingenciamento de R$ 78 bilhões após uma queda na arrecadação provocada pela crise econômica mundial. Já o jurista Geraldo Prado, que falou como testemunha, negou o crime de pedalada fiscal ao ressaltar que a União pagou a diferença dos juros cobrados ao Plano Safra. Ele destacou que o programa não precisava da assinatura de Dilma, por isso, não há culpa ou responsabilidade. O terceiro a falar foi o ex-secretário do Ministério da Educação Luiz Cláudio Costa. Ele afirmou que os recursos remanejados para os decretos eram próprios. Reportagem de Hérica Christian, da Rádio Senado.

Julgamento do impeachment entra no terceiro dia com últimas testemunhas

   Brasília - Segundo dia da sessão de julgamento do impeachment da presidenta afastada Dilma Rousseff Marcelo   Camargo/Agência Brasil

Após ouvir cinco depoimentos, o julgamento final do processo de impeachment da presidenta afastada Dilma Rousseff entra no seu terceiro dia com os depoimentos do ex-ministro da Fazenda Nelson Barbosa e do professor de direito da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (Uerj) Ricardo Lodi Ribeiro.
Os dois falarão em defesa de Dilma; Barbosa como testemunha e Lodi Ribeiro como informante. Os depoimentos tem início previsto para as 10h. O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski, que preside o julgamento, acatou pedido de senadores contrários ao impeachment e aceitou o horário com a condição de que não haja pausa nos depoimentos para almoço, como ocorreu nos dias anteriores.
Ontem (25), foram ouvidos o economista Luiz Gonzaga Belluzzo, o professor de direito da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) Geraldo Luiz Mascarenhas Prado e o ex-secretário-executivo do Ministério da Educação Luiz Cláudio Costa. Antes, na quinta-feira, foram colhidos os depoimentos do procurador do Ministério Público junto ao Tribunal de Contas da União (TCU), Júlio Marcelo de Oliveira e o auditor do Tribunal de Contas da União (TCU) Antônio Carlos Costa D'Ávila Carvalho.
Uma das testemunhas de defesa, a ex-secretária de Orçamento Esther Dweck, foi dispensada pela defesa, após polêmica em torno da suspeição do procurador Júlio Marcelo, que de testemunha depôs como informante, depois que o advogado de defesa, José Eduardo Cardozo questionou a participação de Júlio Marcelo em uma manifestação pela rejeição das contas de Dilma, logo no primeiro dia.
No segundo dia do julgamento, a advogada de acusação Janaína Paschoal, que também é uma das autoras da denúncia que motivou o processo contra Dilma Rousseff, colocou em suspeição a ex-secretária de Orçamento sob o argumento de que a mesma foi nomeada assessora “por uma parlamentar que é uma das mais ferrenhas defensoras de Dilma”, no caso, a senadora Gleisi Hoffmann.
 
Iolando Lourenço e Luciano Nascimento – repórteres da Agência Brasil

Isaquias é recebido por multidão em sua cidade em cima do carro de bombeiro

                                                             Isaquias (Foto: Divulgação)           
A cada esquina, era aplaudido pelas pessoas que queriam ver de perto o rapaz de 22 anos e suas três medalhas

Isaquias Queiroz voltou pela primeira vez para sua cidade, Ubaitaba, na Bahia, e desfilou em cima de um carro de bombeiro depois de conquistar três medalhas na Olimpíada do Rio. Logo que o veículo estacionou próximo da rodoviária, as pessoas foram se aglomerando na expectativa de ver o rapaz. Quando chegou, uma multidão já estava presente e ele teve até dificuldade de subir no carro de bombeiro. "Mais emocionante que ganhar medalha nos Jogos", disse o atleta emocionado.
Lá em cima, pegou suas medalhas, colocou no pescoço e posou para milhares de fotos. "É uma alegria muito grande". A cada esquina, era aplaudido pelas pessoas que queriam ver de perto o rapaz de 22 anos e suas três medalhas conquistadas na canoagem velocidade nos Jogos do Rio, duas de prata, no C1 1.000m e C2 1.000m, e uma de bronze, no C1 200m. Estima-se que mais de 2 mil pessoas estiveram presentes.

Isaquias ficou famoso no Brasil e no mundo por ser o primeiro brasileiro a conquistar três medalhas em uma mesma edição da Olimpíada e por ser o primeiro atleta da canoagem no mundo a subir três vezes no pódio na mesma edição dos Jogos. Mas em sua cidade, ele é visto como o garoto que lutou e deu certo.
Por todo canto, a prefeitura e o comércio local espalharam faixas com mensagens para Isaquias, como "garoto de ouro", "você é nosso campeão", orgulho de Ubaitaba", "somos todos Isaquias", entre outras. Os jovens que ainda participam do projeto social da Associação Cacaueira de Canoagem também estiveram presentes na homenagem.
Apesar da festa, algumas pessoas não se empolgaram tanto com o desfile em carro aberto por causa da entrevista polêmica que o rapaz deu a uma rádio local no dia anterior. Reclamou das pessoas que ficam fazendo fofoca de sua vida pessoal, mas pegou pesado no discurso. Alguns moradores se sentiram ofendidos e evitaram prestigiar o momento de celebração. Mas a maioria bateu palmas e tentou tirar foto de Isaquias no alto do carro de bombeiro. 
(Informações: Correio 24 horas)

sexta-feira, 26 de agosto de 2016

Impeachment - Sessão Extraordinária - 26/08/2016

                        

Processo está ficando 'delicadíssimo' para a acusação, diz José Eduardo Cardozo

O advogado José Eduardo Cardozo, que defende a presidente afastada Dilma Rousseff no processo de impeachment, diz que a acusação enfrenta um momento "delicadíssimo" desde que o procurador do Ministério Público de Contas Júlio Marcelo de Oliveira, inicialmente arrolado como testemunha, passou à condição de informante. Segundo ele, o prejuízo se dá pelo fato de o depoimento de Oliveira se constituir na "espinha dorsal" da denúncia contra Dilma. Ele disse que essa situação não é comparável à de duas testemunhas da defesa, uma delas descartada por iniciativa do próprio Cardozo e a outra também transformada em informante. Ouça a entrevista coletiva que ele deu sobre o assunto.

Itagibá: Vice de Marquinhos pode ter candidatura impugnada



Antônio da Cerâmica é postulante ao cargo de vice na chapa encabeçada por Marquinhos.
O vereador Antônio Alves Guimarães Filho, o “Antônio da Cerâmica”, candidato a vice-prefeito pela coligação “Pra fazer muito mais por Itagibá”, pode ter o registro da sua candidatura indeferida pela justiça eleitoral. O motivo apresentado na denuncia feita ao Juiz da 147ª Zona Eleitoral foi baseado no fato do vereador e atual candidato a vice-prefeito na chapa encabeçada por Marquinhos, atual gestor do município, não se desvencilhar de suas funções junto ao a Associação dos Sem Teto e Amigos do Japomerim, distrito de Itagibá. Ainda segundo a denuncia, Antônio da Cerâmica “não fez qualquer prova, bem como, não apresentou à Justiça Eleitoral nenhum pedido de seu afastamento junto a Associação dos Sem Teto e Amigos do Japomerim”, o que pode caracterizar a causa da inelegibilidade. O pedido de impugnação da candidatura de Antônio da Cerâmica foi protocolado e entregue no Cartório Eleitoral nessa quinta-feira (ver documento). A Coligação tem o prazo de sete dias para contestar a denuncia que será apreciada pelo juiz César Batista. O candidato e a coligação não foram localizados por nossa redação para comentar a o caso. (Giro em Ipiaú)

Lula e Marisa Letícia são indiciados por irregularidades na compra e reforma de tríplex

                                                      Foto: Ricardo Stuckert / PR
O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, sua esposa de Marisa Leticia e outras três pessoas foram indiciadas nesta sexta-feira (26) por corrupção ativa, passiva e lavagem de dinheiro por suspeita de irregularidades na aquisição e reforma do tríplex em Guarujá, litoral de São Paulo. A proprietária do imóvel, Nelci Warken, já havia sido indiciada no último dia 19, sem citações a Lula, mas outro procedimento em separado apurava o envolvimento do petista na posse e na reforma do apartamento. Segundo informações do portal G1 Paraná, o indiciamento também inclui irregularidades referentes ao depósito de bens do ex-presidente.

Immobilis: Operação apura fraudes em transferência de imóveis e prende ex-juiz

                                             Foto: Vitória Câmara/ Portal da Copa/ME
 
O Grupo Especial de Combate às Organizações Criminosas do Ministério Público do Estado da Bahia (Gaeco), com apoio operacional do Departamento de Combate ao Crime Organizado da Polícia Civil (Draco), deflagrou nesta sexta-feira (26), a Operação “Immobilis”, que tem por objetivo desmantelar organização criminosa dedicada à prática de transações imobiliárias fraudulentas na Bahia e em outros estados. Até o momento, foram cumpridos dois mandados cautelares de oitiva antecipada e dois de prisão temporária, inclusive de um ex-juiz da comarca de Canto do Buriti (PI), Cícero Rodrigues Ferreira Silva, acusado de emitir decisões judiciais com o propósito de beneficiar o grupo criminoso. O grupo efetuava a transferência fraudulenta de imóveis (casas apartamentos e propriedades rurais) e os alienava posteriormente. Foram identificadas dezenas de imóveis, em todo o país, objeto das ações da organização criminosa.
(Fonte: Bahia noticias) 

Apesar de resgates, Itália conta 268 mortos após terremoto

Terremoto na Itália (Claudio Accogli/EPA/Agência Lusa)Claudio Accogli/EPA/Agência Lusa

Apesar da incessante luta na busca por sobreviventes, subiu para 268 o número de mortos após o devastador terremoto que atingiu a área central da Itália na última quarta-feira (24).
Segundo dados oficiais da Defesa Civil divulgados nesta sexta-feira (26), 208 vítimas estavam em Amatrice, 49 em Arquata del Tronto e 11 em Accumuli.
Os feridos somam 387 - que receberam atendimento nos hospitais de Lazio, Úmbria e Marcas, mas esse número pode ser maior já que há verificações em curso sobre feridos em hospitais menores.
Até o momento, as equipes de busca e salvamento conseguiram resgatar com vida dos escombros 238 pessoas nas três cidades mais atingidas pelo sismo.
"Amatrice precisa ser demolida completamente", disse visivelmente emocionado o prefeito da cidade, Sergio Pirozzi, à Ansa. Segundo o líder político, nenhum prédio do centro histórico poderá ser salvo ou restaurado porque, com exceção de parte da igreja de São Francisco, nada está de pé. "Mas, como falei anteriormente, queremos reconstruir tudo no mesmo lugar, com a mesma forma e a mesma estética", concluiu.
Na região, a terra continua a sofrer com terremotos ou réplicas de intensidade média. Hoje, às 6h28 (hora local), um tremor de 4,8 graus na escala Richter foi sentido em Amatrice, causando novas quedas de estruturas e atrapalhando o trabalho das equipes de socorro.
Segundo dados do Instituto Nacional de Geofísica (INGV), a área central da Itália registrou 57 réplicas na madrugada de hoje, com magnitudes entre 2 e 4,8 graus.
(Fonte: Agência Brasil)

Gleisi nomeou testemunha de Dilma a cargo no Senado

Chefe de Assessoria Econômica do Ministério do Planejamento, Esther Dweck (Valter Campanato/Agência Brasil)

Uma das maiores defensoras da presidente afastada Dilma Rousseff no processo de impeachment que corre no Senado, a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) nomeou no último dia 18, na semana passada, uma das testemunhas arroladas pela defesa de Dilma para um cargo na Casa. A professora universitária Ester Dweck foi nomeada para um cargo de assessoria na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado. A informação foi publicada nesta quinta-feira pelo jornal O Globo.
Após o ministro do STF Ricardo Lewandowski, que preside as sessões do julgamento da petista, decidir que o procurador do Ministério Público de Contas Júlio Marcelo de Oliveira seria ouvido como informante, e não mais como testemunha, senadores aliados do presidente interino, Michel Temer (PMDB), como Ronaldo Caiado (DEM), passaram a questionar a oitiva de Ester Dweck.
Lewandowski deixou para amanhã a decisão sobre as manifestações dos senadores pró-impeachment contrárias ao depoimento da testemunha.
Professora da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Ester ainda não teve o processo de cessão pela universidade ao Senado finalizado. Ela foi secretária de Orçamento durante o governo de Dilma Rousseff.
Segundo Gleisi Hoffmann, “(Ester) não foi nomeada, então não é servidora do Senado. Fiz a solicitação para ela ser nomeada, mas como ela é servidora da Universidade Federal do Rio de Janeiro, foi pedida a cessão dela. Está sendo feita a cessão para depois ser publicado o ato de nomeação e posse. No meu entendimento, não teria problema. Aqui, nunca exigimos dela neutralidade. Todo mundo sabia que ela tinha lado aqui, ela servia ao governo”.
(Fonte: Veja.com)

Caiado sugere antidoping e diz para Lindbergh não ficar cheirando

Os senadores Ronaldo Caiado e Lindbergh Farias discutem durante o primeiro dia da sessão de julgamento do impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff - 25/08/2016 (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

O bate-boca iniciado com o discurso da senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) na sessão que abre o julgamento da presidente afastada Dilma Rousseff descambou nesta quinta-feira para a baixaria. Famosos pelas discussões acaloradas, Lindbergh Farias (PT-RJ) e Ronaldo Caiado (DEM-GO) protagonizaram o momento de maior tensão.
Gleisi acusou os pares de não terem “moral” para julgar a presidente afastada. A crítica causou reação e fez o senador Caiado disparar contra o marido dela, o ex-ministro Paulo Bernardo, que chegou a ser preso em uma operação da Polícia Federal. “Eu exijo respeito. Eu não sou assaltante de aposentado”, disse.
Senadores do PT reagiram, chamaram o democrata de “canalha” e pediram respeito ao PT. Durante o bate-boca, Caiado chegou a dizer para o senador Lindbergh Farias fazer exame “antidoping” e não ficar “cheirando”. Após o fim do bate-boca, o senador Aécio Neves (PSDB-MG) pediu “serenidade” aos colegas para que o julgamento pudesse continuar.  Lindbergh prometeu processar Caiado pelas afirmações.
(Com Estadão Conteúdo)

Mais curto, horário eleitoral começa nesta sexta-feira

Horário eleitoral (Hemera/VEJA)
Começa nesta sexta-feira e vai até 29 de setembro a propaganda eleitoral gratuita no rádio e na televisão. Também modificado pela minirreforma de 2015, o horário eleitoral ocupará 20 minutos por dia (de segunda a sábado), além de 70 minutos diários em inserções, inclusive aos domingos. As mudanças na Lei Eleitoral no ano passado extinguiram a propaganda em blocos dos candidatos a vereador. Do tempo total de inserções, 42 minutos são destinados aos candidatos a prefeito e 28 minutos aos postulantes ao Legislativo municipal.
Com campanha encurtada pela metade, o período de propaganda eleitoral foi reduzido em dez dias. As peças serão veiculadas da seguinte forma: no rádio, em dois blocos de 10 minutos cada – das 7 horas às 7h10 e do meio-dia às 12h10 – e na TV das 13 horas às 13h10 e das 20h30 às 20h40, de segunda a sábado. Já as inserções terão duração entre 30 e 60 segundos, todos os dias da semana, em um total de 70 minutos, distribuídos ao longo da programação, das 5 horas à meia-noite.
O tempo da propaganda eleitoral gratuita é dividido entre os cargos, sendo 60% para prefeito e 40% para vereador. Do total do tempo de propaganda, 90% serão distribuídos proporcionalmente ao número de representantes que os partidos tenham na Câmara Federal. Os 10% restantes serão repassados igualitariamente.
Em São Paulo, no primeiro dia de propaganda eleitoral em rádio e televisão, o candidato do PRTB, Levy Fidelix, será o primeiro a aparecer nas transmissões. A ordem de veiculação obedece a um rodízio: o último veiculado no dia anterior é sempre o primeiro do dia seguinte.
(Fonte: Veja.com)

Novos 236 policiais recebem distintivos e carteiras funcionais

                                                   Fotos: Ascom/SP
Os 236 novos policiais que participaram, nesta quinta-feira (25), da audiência interna realizada na sede do Centro de Operações e Inteligência de Segurança Pública 2 de Julho, no CAB, receberam os distintivos e as carteiras funcionais. Eles foram recepcionados pelo secretário Maurício Barbosa, delegado-geral Bernardino Brito Filho e diretores de departamentos da Polícia Civil, onde irão trabalhar futuramente.


Durante o evento iniciado, às 9h, com a primeira turma formada por 51 delegados, os novos servidores receberam as boas-vindas do delegado-geral que fez a entrega simbólica dos distintivos após a execução do Hino da Polícia Civil. Agora eles serão designados para servirem no Gabinete do Delegado Geral (GDG), em fase de adaptação funcional, pelo prazo de 30 dias.

O alagoano Bruno Pereira Oliveira da Silva foi um dos delegados que receberam, na parte da manhã, o distintivo da instituição. “Estou consciente de que o meu papel é o de lutar e contribuir para melhorar a segurança pública".


À tarde foi a vez dos 29 escrivães e 156 investigadores participarem da solenidade. Para a escrivã Hannah Barbosa do Amaral, a expectativa é a melhor possível. “Sei o tamanho do desafio. Nós escrivães [vamos entrar com dedicação] para exercer o melhor da nossa atividade”, disse a baiana de Vitoria da Conquista. O investigador José Augusto Hart não vê a hora de começar a trabalhar. “Estamos prontos para colocar em prática tudo que aprendemos na academia”, disse.

 Dedicação

O secretário Maurício Barbosa afirmou que “hoje é um dia especial muito aguardado pela SSP e por vocês. Abracem a profissão que vocês escolheram, com muito amor, carinho e dedicação, e não sucumbam diante das dificuldades. É diante delas que a gente avalia e descobre aqueles que têm a verdadeira intenção de fazer a diferença”.

Para o delegado-geral Bernardino Brito Filho, a Polícia Civil está dando um grande passo rumo ao seu fortalecimento com o ingresso dos novos delegados, investigadores e escrivães. “Estamos reafirmando o compromisso da instituição em ser a guardiã da sociedade e conservação dos seus valores”. Após a entrega das carteiras funcionais, os novos policiais percorreram o Centro de Operações e Inteligência e assistiram a uma explanação sobre as atividades desempenhadas na unidade. 
(Secom  - Secretaria de Comunicação Social - Governo da Bahia)

quinta-feira, 25 de agosto de 2016

Isaquias dá 'piti' em rádio de Ubaitaba após comentários sobre sua namorada



Isaquias chega nesta sexta-feira em Ubaitaba. 
Durou muito pouco a lua de mel do medalhista olímpico Isaquias Queiroz com sua cidade natal, Ubaitaba, na Bahia. Irritado com comentários supostamente maldosos, de parte da população local, contra a sua namorada, o canoista telefonou para a Rádio Ubaitaba 87,9 FM, discutiu com o apresentador do programa, Jackson Cristiano, e chegou a falar vários palavrões no ar. Rapidamente, centenas de ubaitabenses manifestaram sua indignação com Isaquias e o criticaram nas redes sociais. O motivo do desentendimento seria comentários feitos a namorada do atleta.

Durante entrevista à rádio, no inicio da tarde desta quinta, o medalhista, que subiu ao pódio três vezes no Rio, disse que dispensaria a festa programada na cidade para a sua recepção, amanhã, e chegou a afirmar que nunca dependeu de Ubaitaba para nada. "As pessoas têm que cuidar da própria vida e não da vida dos outros. Nunca fiz questão de desfile de carro aberto. F***** o resto. Eu ganhei minhas medalhas, estou ganhando meu dinheiro", disse o canoista, entre outras coisas, durante o Programa Realidade Atual, que vai ao ar de 12h15 às 13h30. "Ele estava desabafando e ocupou uns 30 minutos do programa. Estava muito nervoso", contou um funcionário da emissora à reportagem do Terra . 

A repercussão das declarações de Isaquias foram instantâneas. "Estamos em estado de choque. Não era para ele ter feito isso", disse ao Terra a cabeleireira Fabricia Leão, moradora de Ubaitaba e uma das que se emocionaram com a façanha do conterrâneo.

Desculpas 
Menos de duas horas depois do incidente, Isaquias Queiroz postou mensagens em seus perfis sociais, onde também deixou gravado um áudio,  desculpando-se com os ubaitabenses e confirmando sua presença na festa de amanhã, para a celebração de suas conquistas com a população local.

"Olá pessoal de Ubaitaba. Aqui quem fala é Isaquias. Queria comunicar a todo mundo que vai ter a carreata, vai ter a festa sim. Queria pedir desculpas para as pessoas pelo que eu falei,  mas estava de cabeça quente, porque não é isso que se passa com a minha namorada nem com a minha imagem, porque eu ganho medalhas e sempre dedico a vocês. Espero todo mundo lá. Vocês de Ubaitaba merecem e a festa não é pra mim, é pra vocês. *Publicação do Terra.

Vereador de Ipiaú renuncia à candidatura

O vereador Ubiratan Costa (PMDB) eleito por dois mandatos seguintes renunciou a sua candidatura. O pedido de renúncia foi aceito pelo juiz da 24ª Zona Eleitoral, Dr. Hilton de Miranda. Ele concorria a reeleição pela Coligação “Por nossa terra, Por nossa gente”, encabeçada pelo candidato a prefeito Banda Roxa (PMDB), apoiada pelo atual gestor Deraldino Araújo. A reportagem do GIRO tentou ouvir o edil, mas não conseguiu contato com ele. Graças a força do eleitorado do distrito de Córrego de Pedras, que geralmente consegue eleger dois vereadores, Ubiratan conseguiu se eleger por duas vezes. O outro representante do distrito é o vereador Carlinhos (PP), eleito por três mandatos. (Giro em Ipiaú)

Mapa da Violência 2016: Mata de São João lidera mortes por arma de fogo

                                                Foto: Reprodução / Google Street View
O município de Mata de São João lidera o ranking de cidades com maior número de homicídios por arma de fogo (HAF) por 100 mil habitantes, segundo o Mapa da Violência 2016, estudo realizado pela Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais (Flacso), com coordenador do pesquisador Júlio Jacobo Waiselfisz. O município, localizado na região metropolitana de Salvador, apresentou uma taxa média de 102,9 homicídios por 100 mil habitantes entre os anos de 2012 e 2014, período considerado pelo estudo, divulgado nesta quinta-feira (25). Acima da marca de 100 homicídios por arma de fogo por 100 mil habitantes está também Murici (AL), com média de 100,7. Entre as dez cidades com o maior índice de HAF, estão ainda Simões Filho, em 8º, com média de 91,4 mortes por arma de fogo por grupo de 100 mil habitantes; Pojuca (9º), com 87,3 assassinatos; e Lauro de Freitas (10º), com 85,9. Na lista das dez cidades mais violentas, há apenas municípios nordestinos. Entre as 150 cidades com a maior taxa, a Bahia volta a aparecer: Itabuna (13º), Porto Seguro (14º), Santa Cruz Cabrália (24º), Eunápolis (30º), Valença (35º), Camaçari (37ª), Itaparica (46º), Itabela (51º), Alagoinhas (53º), Ilhéus (61º), Teixeira de Freitas (66º), Dias D’Ávila (67º), Entre Rios (70º), Ibirapitanga (77º), Itapebi (82º), São Sebastião do Passé (83º), Esplanada (98º), Candeias (99º), Vera Cruz (104º), Canavieiras (105º), Irecê (113º), Jequié (120º), Ituberá (130º), Alcobaça (135º), Vitória da Conquista (145º) e Salvador, no 150º lugar do ranking, com média de 44 mortes por arma de fogo a cada 100 mil habitantes. De acordo com o dossiê, foram utilizados dados do Sistema de Informações de Mortalidade (SIM), do Ministério da Saúde. Considerando a relação entre o número de cidades constantes na lista das 150 mais violentas e o número de municípios, a Bahia está em 5º lugar no Brasil, com 7% do estado constante na relação, abaixo do Espírito Santo (7,7%), Sergipe (10,7%), Ceará (10,9%) e Alagoas (26,5%). Entre as capitais, Salvador ficou no 8º lugar em 2014, com uma média, naquele ano, de 44,5 HAF – em 2004, uma década antes, portanto, ocupava o 16º lugar. Em 2014, liderava a lista Fortaleza, com 81,5 HAF (em 2004, estava 19º). 
(Fonte: Bahia noticias)
 

Mensalão tucano: Justiça mineira aceita ação e determina bloqueio de R$ 25 mi dos réus

                     O ex-senador Clésio Andrade, um dos réus do processo | Foto: Agência Brasil
A Justiça de Minas Gerais aceitou nesta quarta-feira (24) uma ação de improbidade administrativa contra o publicitário Marcos Valério, o ex-senador Clésio Andrade (PMDB) e outras cinco pessoas, além de três empresas suspeitas de envolvimento no esquema conhecido como mensalão tucano. Segundo informações do jornal Folha de S. Paulo, também foi determinado, em decisão liminar, o bloqueio de R$ 25 milhões das contas dos réus do caso. Cabe recurso da decisão. A ação foi proposta inicialmente, no final de 2003, pela Procuradoria-Geral da República (PGR) ao Supremo Tribunal Federal (STF). O processo foi encaminhado, no entanto, em 2014, à Justiça mineira, após a renúncia de Clésio e do ex-governador (na época, deputado federal), Eduardo Azeredo (PSDB). O caso do mensalão tucano consiste em um esquema de desvio de verbas públicas para a campanha de Azeredo à reeleição ao governo. A acusação aponta transferências sem licitação de dinheiro de empresas públicas de Minas Gerais para agências de publicidade de Valério. Clésio era o candidato a vice-governador e sócio de uma das agências envolvidas. Além de Valério e Clésio, são alvo da ação outros sócios de Valério já condenados pelo mensalão petista, Cristiano Paz e Ramon Hollerbach; o então secretário-adjunto de Comunicação da época, Eduardo Pereira Guedes; e os ex-presidentes da Copasa (saneamento), Ruy José Vianna Lage, e da Comig (desenvolvimento, atual Codemig), José Cláudio Pinto Rezende. Já Azeredo teve denúncia rejeitada por que o juiz Adriano de Mesquita Carneiro, da 5ª Vara da Fazenda Pública de Belo Horizonte, entendeu que "falta justa causa" para a continuidade da ação. 
(Informações: Bahia noticias)

Comissão cria em Ipiaú "Sindicato dos Servidores Municipais da Região.

O Programa Canal do Povo desta quinta-feira recebe a Comissão de Funcionários Públicos Municipais criadora do "Sindicato" dos funcionários municipais do Vale Rio das contas que se reunirá no próximo dia 27 de agosto as 10: horas na Câmara de Vereadores de Ipiaú para realização da "Assembleia" para à aprovação do Estatuto, Eleição da diretoria e posse da diretoria eleita.

Impeachment - Sessão Extraordinária - 25/08/2016

                     

Cientistas encontram em órbita vizinha do Sol planeta habitável parecido com a Terra

                Ilustração mostra como deve ser órbita do planeta | Foto: ESO / M. Kornmesser
Cientistas anunciaram nesta quarta-feira (24) a descoberta do planeta Proxima b, que orbita em torno da estrela mais próxima do Sol, a Proxima Centuari, e, por ser pequeno e rochoso como a Terra, apresenta condições favoráveis para existência de água em estado líquido, fator essencial para o desenvolvimento da vida. A descoberta foi relatada na revista científica Nature. O achado foi celebrado pelos cientistas, pois o planeta pode guardar a maior possibilidade de vida perto do Sistema Solar. Uma equipe de mais de 30 cientistas analisou dados coletados através de dois telescópios do Observatório Europeu do Sul (ESO) entre 2000 e 2014 e de uma série de observações feitas entre janeiro e março de 2016. Segundo o G1, a probabilidade de existência do Proxima b já era investigada há muito tempo. Entretanto os especialistas precisavam ter certeza da precisão dos dados. Mesmo ficando a uma distância de 4,2 anos-luz do nosso Sistema Solar, seriam necessários milhares de anos para chegar até a estrela Proxima Centauri utilizando a tecnologia local. "Ser bem-sucedido na busca do planeta terrestre mais próximo fora do Sistema Solar foi uma experiência de uma vida, e resultou da dedicação e da paixão de vários pesquisadores internacionais. Esperamos que essas descobertas inspirem futuras gerações a continuarem procurando além das estrelas. A busca por vida no planeta Proxima b vem em seguida", afirmou o coordenador do projeto e principal autor do estudo, Guillem Anglada-Escudé, da Universidade Queen Mary de Londres (QMUL). 
(Informações: Bahia noticias)

Motoristas têm até sexta para aproveitar desconto de 5% no IPVA para placas de final 9

Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil
Os contribuintes que possuem veículos com placas de final 9 têm até esta sexta-feira (26) para quitar o Imposto Sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) com 5% de desconto, em cota única. O alerta é da Secretaria da Fazenda do Estado da Bahia (Sefaz-Ba), que citou ainda a opção de pagar o IPVA em três parcelas. Para aderir ao parcelamento, o pagamento da primeira cota deve ser feito na mesma data do vencimento do desconto de 5%, isto é, até o dia 26. As demais parcelas vencem dias 27/09 e 31/10. Outra possibilidade é quitar o valor integral do tributo, sem desconto, até 31 de outubro. Em agosto ocorre ainda o vencimento de cotas mensais para quem optou, nos meses anteriores, pelo parcelamento do IPVA. A segunda parcela vence nos dias 26 e 30 para as placas de final 7 e 8, respectivamente. Já no dia 31, vence a última parcela para as placas de final 6. Caso o proprietário de veículo com placa de final 6 não tenha feito o parcelamento, deverá efetuar até este dia o pagamento integral, em cota única, sem desconto. O pagamento é integrado: é necessário quitar ainda a taxa de licenciamento e eventuais multas relacionadas ao Renavam informado. A Sefaz-Ba não encaminha para os contribuintes boleto de pagamento do IPVA. Em caso de dúvida, o contribuinte deve entrar em contato com o call center, pelo 0800 071 0071.

Oeste: PF cumpre 30 mandados de prisão e busca e apreensão

                                                 Foto: Reprodução/ Canal do Produtor                                                    
A Polícia Federal (PF), junto com o Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) e o Conselho Nacional de Justiça (CNJ), deflagrou a operação "Oeste Legal" na manhã desta quinta-feira (25), no oeste do estado, para desarticular grupos especializados em crimes de “grilagens de terra”. Além disso, serão cumpridos 30 mandatos de prisão, condução coercitiva e busca e apreensão de documentos. Em novembro de 2015, o Bahia Notícias noticiou que casos de grilagem de terra eram investigados pela Polícia Federal e pelo CNJ por falsificação de matrículas de terras (clique aqui e saiba mais). De acordo com a PF, o grupo pratica de forma reiterada a falsificação de documentos, corrupção, tráfico de influência, pistolagem, esbulho e outras. A ação do grupo ainda era estendida para nos estados do Paraná e Mato Grosso. No comunicado, a polícia afirma que o grupo já deu golpes, que, somados, totalizam R$ 30 bilhões. O golpe é considerado o maior caso de grilagem de terras no Brasil e atinge as fazendas São José e Estrondo, em Formosa do Rio Preto. O Bahia Notícias também noticiou no final de 2015 que o TJ-BA cancelou as matrículas fraudulentas dessas fazendas (clique aqui e saiba mais). O grupo falsificou documentos nos cartórios e junto ao Judiciário para usurpar as terras. Com os documentos falsificados, os investigados transferiram as terras para os nomes de pessoas e empresas ligadas ao grupo, e davam as terras como garantia para transações bancárias. A operação também expedi mandados aos cartórios de diversas cidades, e aos órgãos como Inema, Ibama e ao Incra. A investigação é conduzida pelo Departamento de Combate ao Crime Organizado (Draco), a nova vara de combate ao crime organizado do Estado da Bahia. Mais de 100 policiais estão envolvidos na operação. 
(Fonte: Bahia noticias)

Oeste: Empresários da agropecuária são alvos de operação da PF por Cláudia Cardozo

                  Getulhão era o principal articulador do grupo | Foto: TV Web Barreiras
 
Empresários do ramo agropecuários são os principais alvos da operação “Oeste Legal”, deflagrada na manhã desta quinta-feira (25), no oeste baiano para desarticular um grupo que pratica grilagem de terras (clique aqui e saiba mais). De acordo com a Polícia Federal, os investigados são Vicente Toyoko Okamoto, proprietário da Algodoeira Goeire e Assaimenka Indústria de Alimentos Ltda. Okamoto, segundo a polícia, veio do sul do país para grilar terras no oeste, usando poderio econômico para fraudar e burlar o que fosse necessário. A polícia ainda informou que, mesmo sendo desarticulado o ato criminoso pelo Ministério Público, a grilagem de terras na região continuou ocorrendo. O empresário Nelson José Vigolo, da Bom Jesus Agropecuária, também é um dos investigados. Em nota, foi informado que o empresário continuou com o esquema de grilagem após Okamoto deixar o grupo. No Mato Grosso, Vigolo é conhecido como um dos maiores grupos grileiros, fazendo negócios com as terras griladas, dando golpes no sistema financeiro federal, nos estados e no exterior. O grande articulador do grupo, segundo a PF, é Getúlio Vargas da Fonseca, conhecido como Getulhão. Ele utiliza da força, pistolagem, invadindo e intimidando pessoas, até mandando matar que se intervém contra a organização criminosa e negocia as terras de grilagem a terceiros. Ele já foi preso no Piauí, durante a Operação Mercadores. O filho de Getulhão, Getúlio Vargas da Fonseca Filho, também está envolvido nos casos de grilagem, por usar várias empresas, ocultar valores arrecadados em transações bancárias e financeiras oriundas das terras adquiridas com as fraudes, fazendo fortuna com o golpe. Outro envolvido no esquema é o secretário do Meio Ambiente de Formosa do Rio Preto, Mario Eduardo Mignot, por utilizar o cargo para facilitar as atividades do grupo, despachando decisões administrativas. O capitão Getúlio Cardoso Reis, também é alvo da operação por atuar junto a advogados e usar amizades políticas para tentar legalizar as falsas ações no TJ-BA. O último membro do grupo é Luis Rosa Filho, conhecido como Lulinha, especialista em falsificar escrituras públicas de terras para o grupo criminoso.
(Fonte: Bahia noticias)

quarta-feira, 24 de agosto de 2016

Premiê diz que número de mortos por terremoto na Itália chega a 120

                                                    Foto: Rodrigo Silva / Arquivo Pessoal
O primeiro-ministro da Itália, Matteo Renzi, afirmou nesta quarta-feira (24) que o número de mortos em um forte terremoto no centro do país subiu para 120. Durante entrevista coletiva, Renzi comentou o episódio, que começou com um terremoto ocorrido durante a madrugada de terça (23) para quarta. Várias pequenas cidades foram devastadas na montanhosa região do centro da Itália e muitas pessoas estão presas entre os escombros. Equipes de resgate e moradores têm agido para libertar sobreviventes e buscar mais vítimas. Soldados e equipes de emergência ajudam a resgatar pessoas e a tratar os feridos nas cidades mais atingidas, Amatrice, Pescara del Tronto e Accumoli. "O centro de Amatrice está completamente destruído", disse o presidente da região de Lazio, Nicola Ningaretti. As equipes de resgates enfrentam dificuldades para chegar até as vítimas por causa dos escombros espalhados pelas ruas das cidades e devido aos mais de 100 tremores secundários. O Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS, na sigla em inglês) estima que o terremoto teve magnitude 6,2 e apontou que seu epicentro foi em Norcia, cerca de 170 quilômetros a nordeste de Roma. Já o Centro Sismológico Europeu do Mediterrâneo calculou a magnitude do tremor em 6,1.
 por Dow Jones Newswires / Estadão Conteúdo

Gilmar Mendes defende reforma política e nova lei contra abuso de autoridade

 Em visita ao Senado nesta quarta-feira (24), Gilmar Mendes, ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) e atual presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), defendeu uma reforma política que reduza o número dos partidos, em nome da governabilidade. Ele também é favorável a uma mudança na lei de abuso de autoridade e, manifestando-se sobre o debate em torno do reajuste dos ministros do STF, condenou o que chamou de "gambiarras institucionais", como as que levam, segundo ele, alguns desembargadores a receber valores bem acima do teto do serviço público. (Fonte: Agência Senado)
                   

Homens armados ameaçam invadir a Polêmica em vídeo; SSP analisa as imagens

                        
Homens armados ameaçam invadir a Polêmica em vídeo; SSP analisa as imagens
Foto: Reprodução / YouTube
Um vídeo que circula nas redes sociais mostra o momento em que supostos membros de uma facção de Cosme de Farias provoca os rivais da Polêmica, em Brotas, para o confronto. Nas imagens, os suspeitos aparecem com metralhadoras, pistolas e revólveres. A Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA) informou por meio de nota que as imagens estão sendo analisadas pela Superintendência de Inteligência, para identificar o local da gravação e quem são as pessoas que aparecem nas filmagens. Informações sobre o caso podem ser encaminhadas para o Disque-Denúncia: 3235-0000. (Fonte:Bahia noticias)
                    

Babá que colocou filha em panela de pressão é transferida para presídio

Acusada de afogar e esquartejar a filha de três meses (ver aqui), a babá Renata Cerqueira, de 20 anos, teve a prisão decretada e foi transferida para o presídio de Teixeira de Freitas, no extremo sul baiano. O caso ocorreu no sábado (20) em Porto Seguro. Renata relatou o crime nesta terça-feira (23). Antes, ela chegou a dizer que a criança tinha sido sequestrada, tirada de um carrinho de bebê, na casa onde mora com a mãe, no bairro Baianão, em Porto Seguro. Conforme o delegado de Porto Seguro, Delmar Bittencourt, tanto o pai como a mãe, a acusada, alegaram que terminaram o relacionamento durante a gravidez. Porém, o rapaz teria exigido que Renata não se envolvesse com outro homem. Segundo o Correio, após assumir o crime, Renata chegou a chorar durante o depoimento.

Sessão na Câmara de Jitaúna acaba em discussão e briga

imprimir
Sessão foi marcada por confusões. (Fotos:Jitaúna em Dia)
A sessão extraordinária da Câmara de Jitaúna realizada no final da tarde de terça-feira (24/08), quando os vereadores pediriam o afastamento da presidente em exercício Rúbia Cristina (PT), ocorreu de forma jamais esperada e se transformou em um verdadeiro palco de xingamentos e agressões. Segundo o blog Jitaúna em Dia, a sessão teve início ás 19h. Conforme a publicação do blog, a presidente abriu a sessão e não franqueou a palavra para os seus colegas, deixando-os a esperar uma posição. Após quase uma hora sem questionamentos os participantes iniciaram protestos sendo preciso a intervenção da Policia Militar para conter os ânimos dos mais exaltados.
Salão foi ocupado por moradores que foram obrigados a sair do local.
Por questões de segurança a PM pediu que todos deixassem o salão para que a sessão continuasse. "Com apenas a presença dos edis, a sessão teve inicio e após calorosas discussões a presidente da Câmara pediu para que um funcionário da prefeitura desligasse o som. O vereador Neres Costa (PSL) resolveu ligar o som foi quando o esposo da presidente Rúbia golpeou o vereador com um soco na barriga. Após a confusão Magno Rocha se desequilibrou e caiu sobre uma porta sofrendo um corte no braço sendo preciso conduzi-lo ao hospital da cidade onde o mesmo foi atendido e liberado", relata o blog. Como o vereador Neres, também é policial militar, ele foi acompanhado pela Policia para o Complexo Policial onde o mesmo prestou queixa contra o sargento Magno que segundo o vereador estava armado no salão da Câmara. Após as confusões, a sessão foi adiada. 

Calendário Eleitoral: AGOSTO – QUARTA-FEIRA, 24.8.2016


  1. Último dia, observado o prazo de quarenta e oito horas contadas da publicação do edital de candidaturas requeridas individualmente, para qualquer candidato, partido político, coligação ou o Ministério Público Eleitoral impugnar os pedidos de registro individual de candidatos cujos partidos políticos ou coligações não os tenham requerido (Lei Complementar nº 64/1990, art. 3º).
  2. Último dia para qualquer cidadão no gozo de seus direitos políticos dar ao juízo eleitoral notícia de inelegibilidade que recaia em candidato que tenha formulado pedido de registro individual, na hipótese de o partido político ou coligação não o ter requerido
  3. (Fonte: TSE)