23/03/2019

Entrada na OCDE pode trazer grau de investimento ao Brasil

O ingresso do Brasil como membro pleno da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), tratado entre o presidente Jair Bolsonaro e o presidente norte-americano Donald Trump na viagem oficial aos Estados Unidos, deverá atrair investimentos estrangeiros e pode viabilizar agenda de reformas econômicas liberalizantes.

Essa é a expectativa de analistas que acompanham as relações políticas, econômicas e comerciais entre os dois países. Para Diego Bonomo, gerente-executivo de assuntos internacionais da Confederação Nacional da Indústria (CNI), “entrar na OCDE ajuda a acelerar o processo de reformas internas, no sentido de modernização e abertura da economia, porque que nos vincula internacionalmente a um tratado”.

“A participação na OCDE é um selo para os países de que são economias estáveis, de baixo risco, e mais propensos a receber investimento estrangeiro”, compara Bonomo.

Guilherme Casarões, professor da Escola de Administração de Empresas da FGV em São Paulo, concorda e pondera que estar na OCDE “significa aderir a um conjunto de práticas públicas e instrumentos de gestão que podem ser positivos para o Brasil”.

Fernando Ribeiro, da área de comércio exterior e investimentos do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), assinala que a entrada na OCDE é “uma decisão geopolítica” e que tem como consequência “cumprir uma lista longa de requisitos” e poderá trazer como benefício “recuperar o grau de investimento”.

A OCDE tem recomendações e protocolos sobre governança corporativa, combate à corrupção, transparência pública, tributação, defesa da concorrência, investimentos de empresas multinacionais, a produção e comércio de aço, agronegócio, derivados químicos, economia digital, entre outros.

Casarões pondera, no entanto, que por causa dessas diretrizes a entrada na OCDE não é uma unanimidade entre especialistas. “O grande dilema que a gente enfrenta é se queremos ser um soldado fiel de um conjunto de boas práticas ou se queremos ter autonomia decisória para fazer uma política que não esteja no repertório da OCDE”, descreve ao ressalvar que a eventual adesão “não tem o caráter das condicionalidades impostas pelo FMI”.

Ele acrescenta que o ingresso na organização “não gera empregos de um dia para o outro, mas cria condições para que com a entrada de investimentos possa haver mais oferta de empregos no futuro”.

Reformas
O cientista político David Fleischer, nascido em Washington (capital dos EUA) e naturalizado brasileiro, está de acordo com análises positivas sobre a eventual entrada do Brasil na OCDE. “Os economistas estão certos quando dizem que vai ajudar ao Brasil recuperar o grau de investimento e atrair novos investimentos”.

Fleischer avalia que, independente da entrada na OCDE, os norte-americanos “estão prontos para investir”, mas antes esperam que o Brasil encontre equilíbrio fiscal e mudem o patamar de endividamento público. “A reforma da Previdência é chave”, destaca. “Isso vai abrir uma enxurrada de investimentos nacionais e internacionais”, prevê.

Em junho de 2015, o Itamaraty assinou um acordo de cooperação com a OCDE com vistas à entrada do Brasil como membro pleno da organização, onde já era considerado parceiro-chave junto com os demais membros do Brics (Rússia, Índia, China e África do Sul).

A OCDE, com sede em Paris (França), tem origem no final da década de 1940 e foi criada para gerenciar a cooperação econômica dos norte-americanos ao Japão, à Coreia e aos países da Europa ocidental após a 2ª Guerra Mundial (Plano Marshall). Além do Brasil, outros países sul-americanos têm pretensão de entrar na OCDE: Argentina, Colômbia e Peru. México e Chile já são membros efetivos

Discurso bem recebido
David Fleischer afirma que a performance do ministro da Economia Paulo Guedes durante a viagem aos Estados Unidos foi bem acolhida pelos norte-americanos, especialmente na Câmara de Comércio. “Com as pessoas que eu conversei em Washington, a impressão era de que o discurso foi bem recebido. Foi bastante franco e mostrou que o Brasil está no caminho das reformas e que está querendo abrir mais sua economia e que está aberto a novos investimentos”.

Fernando Ribeiro avalia que o ministro da Economia “foi muito pertinente” e soube marcar a identificação e o desejo de aproximação do Brasil com os EUA, mas sem abrir mão de outras relações estratégicas. “Guedes se posicionou como quem diz não interpretem este movimento como afastamento dos demais países. Não vamos prejudicar as boas relações que temos com a China, com a Europa e o Japão”.

Agricultura
Segundo o técnico do Ipea, o resultado mais imediato das negociações com os Estados Unidos será a possibilidade de retomar a exportação de carne bovina para o mercado norte-americano e de importação de carne suína.

Na pauta do agronegócio, o comunicado conjunto dos presidentes Bolsonaro e Trump também assinala a possibilidade dos Estados Unidos se beneficiarem com a cota de 750 mil toneladas anuais de trigo com taxa zero de importação para o Brasil. De acordo com a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, os produtores norte-americanos têm “vantagens comparativas” para vender trigo para o Brasil, mas a cota não é só para os Estados Unidos.

Durante a passagem nos EUA, Tereza Cristina tentou atrair as empresas norte-americanos para investimentos necessários em infraestrutura que melhorem o desempenho do agronegócio. “A agricultura brasileira está no caminho certo, mas o grande gargalo é a infraestrutura. É fundamental, para que o agronegócio continue sendo bem-sucedido e tenha competitividade nos mercados internacionais, que tenhamos novos projetos de ferrovias, hidrovias, rodovias, armazenagem, irrigação e energia”, divulgou a assessoria da ministra.

Turismo
O Ministério do Turismo, por sua vez, comemora o anúncio de não exigência de vistos prévios para a entrada, por até 90 dias, de visitantes norte-americanos (como também canadenses, australianos e japoneses). 

Em nota, o MTur cita dado da Organização Mundial do Turismo (OMT), segundo a qual “medidas de facilitação de visto podem ampliar em 25% o fluxo de turistas”. Em 2017, 475 mil turistas norte-americanos visitaram o Brasil. O gasto médio per capita/dia foi de US$ 59,16, com a permanência média de 20 pernoites.

Em janeiro deste ano, o Brasil recebeu US$ 93 milhões de transferências pessoais dos Estados Unidos (43% de todo o volume recebido). No mesmo mês foram gastos naquele país ou enviados US$ 44 milhões. Saldo positivo de US$ 49 milhões.

Integração  
Além do agronegócio, turismo e das transferências pessoais, Diego Bonomo, da CNI, acrescenta que “a relação de comércio e investimento com os EUA é de alta qualidade, e com muita integração de cadeias, principalmente entre empresas industriais e de prestação de serviços”.

De acordo com o Ministério da Economia, 58,5% do valor das exportações brasileiras para os Estados Unidos no ano passado foram de produtos manufaturados; e 20,7% foram de produtos semimanufaturados.

A contabilidade oficial do comércio exterior indica que os Estados Unidos é o segundo principal parceiro comercial do Brasil, tanto em exportações quanto em importações. No ano passado, a corrente comercial entre os dois países foi de US$ 57,7 bilhões. A balança comercial no ano passado foi negativa em US$ 193 milhões (o valor das importações superou o das exportações).

Conforme dados do Banco Central, o volume de investimentos diretos dos Estados Unidos no Brasil foi de US$ 7,4 bilhões em 2018, 16% do total de ingressos brutos no ano passado. Sete de cada 10 dólares investidos pelos americanos no Brasil durante 2018 foram em serviços (US$ 5,1 bilhões), com destaque para o subsetor de tecnologia da informação (US$ 1,3 bilhões).

Como indicam as tabelas do BC sobre investimentos diretos no país (participação no capital – distribuição conjunta por país e setor), o maior ingresso de capital americano nesta década ocorreu em 2012, US$ 12,3 bilhões ou 20% dos investimentos estrangeiros.
  Por Gilberto Costa - Repórter da Agência Brasil  Brasília

“Sasha” mata sargento da Polícia Militar de Alcobaça e também acaba morrendo no confronto

Foto: TN
No início da noite deste sábado, dia 23 de março, policiais militares de toda a região receberam com tristeza a notícia da morte do sargento Clébson Rosário, integrante do Pelotão de Emprego Tático Operacional (PETO), da 88ª Companhia Independente de Alcobaça. O militar já tinha trabalhado por vários anos em Teixeira de Freitas e estava prestar a aposentar-se.

As informações ainda são preliminares, mas levantamentos da reportagem dão conta que o sargento Clébson, mais conhecido como “Xum de Alcobaça”, participava de uma ação em Taquari, interior do município, quando teria sido alvejado pelo traficante Rodrigo Rocha Rodrigues, o “Sasha”, fugitivo do Conjunto Penal de Teixeira de Freitas.

Informações ainda dão conta que “Sasha” também morreu na ação, não sendo possível ainda precisar se pelo sargento Clébson ou outro militar que participara da incursão. Está sendo aguardada a publicação de uma nota por parte do Comando da 88ª Companhia Independente de Alcobaça – CIPM. (Da redação TN)

Varejão Supermercados: Ofertas de 25 a 28 de Março.


Ipiaú: Após prefeitura notificar, Coelba anuncia recuperação de pisos danificados por obras realizadas no município

Foto: Dircom/Prefeitura
Após ser notificada pela Prefeitura Municipal de Ipiaú, a Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia (Coelba), anunciou a contratação de uma empresa para reparar danos que causou no piso da cidade durante a instalação de uma linha subterrânea de transmissão de energia elétrica. A recuperação será iniciada brevemente em trechos da Avenida Getúlio Vargas e das Ruas Jaime Tanajura e Carlos Chagas, além da Travessa Jaime Tanajura. 

Os buracos e ondulações decorrentes dos serviços de instalação da linha subterrânea da Coelba, tem ocasionado transtornos aos motoristas e pedestres que transitam nessas vias públicas.  A notificação foi feita através do Secretário da Infraestrutura, Henrique Romano, que promete acompanhar de perto a obra anunciada pela companhia. A Prefeita Maria das Graças Mendonça, espera que a realização do serviço a ser feito, transcorra com a maior celeridade possível. (José Américo Castro/Dircom Prefeitura)

22/03/2019


Ipiaú: Policiais militares apreende menor por tráfico de entorpecente.

Foto PM: Material apreendido com o menor N.S.P
Nesta sexta-feira, 22/03/19, por volta das 16h, quando a guarnição da 55 CIPM/PETO fazia rondas nas imediações  da Rua Trav Pensilvânia, avistou um elemento em atitude suspeita.

Quando foi realizada a abordagem seguida de uma busca pessoal, foram encontradas em poder do mesmo 10 buchas de material análoga à maconha. 

O suspeito confessou que vendia cada porção da mencionada droga pelo valor de R$ 10,00. 

O suspeito: Menor NSP de 17 anos, e o material apreendido; 10 buchas de maconha, 01 aparelho celular foi encaminhado à DEPOL de Ipiaú 
Fonte:Ascom/ 55ª CIPM

Polícia Militar prende suspeio após ter roubado botijões de GLP em Aiquara

Foto: PM
Nesta sexta-feira, 22/03, por volta das 11h40min, guarnição da 55 CIPM/Aiquara foi solicitada por um cidadão na rua Lomanto Junior, no município de Aiquara, aonde o mesmo informou que a sua  residência  e de seu genitor foi arrrombada e levaram alguns botijões de GLP.

A sua vizinha testemunhou que ouviu  barrulho na casa e viu quando o suspeito ADAILTON DE JESUS SANTOS  pulou o muro saindo por trás da casa e fugiu pelo rio. 

Ao entrar na casa, o solicitante percebeu a falta de alguns botijões de gás. 

De posse destas informações , a guarnição saiu em diligências por toda cidade e localizou o suspeito, que relatou que, realmente  havia subtraído da referida residência  03 botijões, e já havia vendido 02 para CAIQUE SILVA SANTOS  de 25 anos  RG 1493222325 residente a rua    Teodorico Cosme, em Aiquara. Tendo pago a quantia de R $ 80,00 reais em um e R $ 50.00 no segundo.

E o outro botijão a Sra  SIMONE SOUZA SILVA 39 anos residente a rua MANUEL RODRIGUES DA SILVA, pagou a quantia de R $80.00 reais.

 Autor: Adailton de Jesus Santos e material do delito, três (3) foram encaminhado à DEPOL de AIQUARA.
Fonte:Ascom/ 55ª CIPM

Formação de ciclone tropical na costa brasileira a partir de sábado faz Marinha emitir alerta


Formação de ciclone na costa brasileira — Foto: Climatempo

A Marinha do Brasil divulgou uma nota nesta quinta-feira (21) para alertar sobre a formação de um ciclone tropical na costa do país. O fenômeno poderá ocorrer entre este sábado (23) e a terça-feira (26), sobre o Oceano Atlântico, principalmente no alto-mar ao leste dos estados da Bahia e do Espírito Santo.

Previsão do tempo: confira situação na sua cidade
A previsão foi feita pelo Centro de Hidrografia Marinha (CHM) em parceria com o Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC/Inpe). O órgão explica que o sistema ocorrerá principalmente no oceano, associado a uma chuva intensa, "com volumes significativos e ventos intensos, com rajadas", podendo chegar a até 89 km/h.

Não está descartada a possibilidade de que os ventos atinjam também a costa do Rio de Janeiro, além da Bahia e do Espírito Santo. A Marinha e o Inpe acompanharão toda a formação do sistema nos próximos dias, com informações pelas redes sociais. O alerta vale principalmente para quem pretende se alçar ao alto-mar no final de semana - é importante consulta o cenário antes de sair.

Bolsonaro diz que 'não deu motivo' para Maia deixar articulação da Previdência e quer trazê-lo de volta

O presidente Jair Bolsonaro, durante visita ao Chile nesta sexta (22)
 Foto: Marcos Corrêa/PR
O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta sexta-feira (22) que pretende conversar com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), para tentar trazê-lo de volta à articulação da reforma da Previdência.

Ao site do jornal "O Globo", Maia disse que a responsabilidade "daqui para frente" sobre a articulação para aprovar a reforma é do governo.

Isso porque, segundo noticiou o jornal, Maia ficou insatisfeito com críticas feitas a ele em redes sociais pelo vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ), filho do presidente Bolsonaro.

"Eu quero saber o motivo que ele está saindo [da articulação da Previdência]. [...] Estou sempre aberto ao diálogo. Eu estou fora do Brasil, mas quero saber qual o motivo, mais nada. Eu não dei motivo para ele sair", disse Bolsonaro nesta sexta no Chile, onde está para participar de encontro com outros presidentes sul-americanos.

Questionado, então, sobre como trazer Maia "de volta" para a articulação, respondeu: "Só conversando, não é? Você nunca teve uma namorada? E quando ela quis embora, o que você fez para ela voltar? Conversou?"

"Estou à disposição para conversar com o Rodrigo Maia, sem problema nenhum", concluiu o presidente.

Maia: Governo precisa ter voto para aprovar reforma
Reeleito presidente da Câmara com 334 dos 512 votos, Maia já fez diversas declarações públicas a favor da reforma da Previdência e chegou a afirmar, em entrevista à GloboNews, que esta é a "última" chance de o Congresso aprovar a reforma sem retirar direitos da população.

Como é a tramitação da reforma
Enviada em fevereiro, a reforma da Previdência está em análise na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara. Em seguida, será discutida por uma comissão especial e, por fim, pelo plenário.

Por se tratar de emenda à Constituição (PEC), a proposta precisa dos votos de pelo menos 308 dos 513 deputados, em dois turnos de votação. Se aprovada, seguirá para o Senado.

Inicialmente, Rodrigo Maia estimou a votação da proposta no plenário em maio e, depois, junho. Bolsonaro já pediu "celeridade" ao Congresso para que a PEC e o projeto que trata da aposentadoria dos militares sejam aprovados "no máximo no meio do ano".
Por G1 — Brasília

21/03/2019

MPF: esquema envolvendo Temer e Moreira Franco movimentou R$ 1,8 bi

Foto: Divulgação/Agência Brasil

O ex-presidente Michel Temer e o ex-ministro Moreira Franco, junto com os demais presos nesta quinta-feira, teriam movimentado irregularmente, R$ 1,8 bilhão, envolvendo vários órgãos públicos e empresas estatais, segundo o Ministério Público Federal (MPF). A organização atuava há 40 anos, tendo entre os envolvidos, Temer e o amigo dele João Baptista Lima Filho, conhecido como coronel Lima, conforme os procuradores.
A procuradora Fabiana Schneider disse que a organização começou quando Temer era secretário de Segurança de São Paulo e coronel Lima como auxiliar imediato. "Coronel Lima e Temer atuam desde a década de 80 juntos, quando Temer ocupou a Secretaria de Segurança de São Paulo. Lima passou a atuar na Argeplan (empresa e engenharia), com vários contratos públicos. Houve crescimento de contratações da Argeplan quando Temer ocupou cargos públicos. Uma planilha identifica pagamentos e promessas ao longo de 20 anos para MT, ou seja, Michel Temer”, disse a procuradora. 
O procurador regional da República, Eduardo El Hage, explicou que o valor de R$ 1,8 bilhão é fruto da soma de todos os crimes supostamente relacionados ao grupo, nos últimos 40 anos. “Existe uma tabela discriminando todos os valores de propinas na peça do MPF. Eles vêm assaltando os órgãos públicos há décadas”, disse El Hage, acrescentando que a Lava Jato continuará as investigações.
De acordo com o procurador da Lava Jato, Sérgio Pinel, o "grupo criminoso adotava como modus operandi o parcelamento da propina por vários anos. Todas as propinas que identificamos ou que esteja em investigação, promessa ou paga, somamos e chegamos a esta cifra”.
Segundo a procuradora Fabiana Schneider, o caso da mala de dinheiro apanhada por Rodrigo Rocha Loures, que na época era assessor de Temer, propiciou a coleta de áudios, que apontam que coronel Lima atuava na intermediação para entrega de dinheiro. A reforma na casa de Maristela Temer, filha do ex-presidente, segundo a procuradora, usou dinheiro ilícito. “A reforma na casa de Maristela Temer não deixa dúvida de como o dinheiro entrava na Argeplan e saia em benefício da família Temer”, disse. De acordo com Fabiana Schneider, foi identificado pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) uma tentativa de depósito de R$ 20 milhões na conta da Argeplan, em outubro de 2018.
Presos
Temer e Moreira Franco, presos hoje (21), em um desdobramento da Operação Lava Jato, ficarão detidos em uma cela especial da Unidade Prisional da Polícia Militar, em Niterói, na região metropolitana do Rio de Janeiro. A determinação é do juiz Marcelo Bretas, titular da 7ª Vara Federal Criminal, atendendo um pedido da Força-Tarefa da Operação Lava Jato do Ministério Público Federal. Os procuradores alegaram que, por ser ex-presidente da República, Michel Temer tem direito a tratamento especial, assim como Moreira Franco, que foi ministro até dezembro de 2018.
O coronel Lima também terá direito a cela especial no Estado Maior da PM, em Niterói. Segundo o MPF, o coronel é o operador do esquema de corrupção chefiado pelo ex-presidente.
Michel Temer foi preso em casa, em São Paulo, e Moreira Franco, ao desembarcar no Aeroporto Internacional Galeão-Tom Jobim, no Rio de Janeiro. Ambos devem passar por exame de corpo delito antes de serem levados para a unidade prisional. 
O ex-presidente e o ex-ministro são investigados por recebimento de propina de obras relacionadas à Usina Nuclear Angra 3, no Rio de Janeiro. 
Defesas
O advogado do ex-presidente, Eduardo Carnelós, disse, por meio de nota, que a prisão de Temer não tem fundamentos.
Em nota, a defesa de Moreira Franco manifestou "inconformidade com o decreto de prisão cautelar".
Por Vladimir Platonow - Repórter da Agência Brasil  Rio de Janeiro

Bretas determina que Temer e Moreira fiquem presos em unidade da PM em Niterói

Foto: Estadão/Michel Temer e Moreira Franco
O juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal, acolheu os argumentos do Ministério Público Federal (MPF) e determinou que o ex-presidente Michel Temer (MDB) seja custodiado na Unidade Prisional da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro, em Niterói, na região metropolitana. Bretas estendeu a mesma decisão a Moreira Franco, “por ter exercido o cargo de ex-ministro de Estado até o recente dia de 31/12/2018”, e a João Baptista Lima Filho, coronel reformado da Polícia Militar do Estado de São Paulo. No local, também está preso o ex-governador do Rio Luiz Fernando Pezão, do mesmo partido de Temer. Pezão está em uma cela especial por prerrogativa de cargo, mas, segundo a PM, sua rotina é igual à dos demais presos.

Estadão Conteúdo

PT cobra ‘fatos consistentes’ para a prisão de Temer

Foto: Estadão/A presidente nacional do partido, Gleisi Hoffmann
O Partido dos Trabalhadores, cobrou, nesta quinta, 21, ‘fatos consistentes’ para a decretação da prisão do ex-presidente Michel Temer (MDB). A legenda diz esperar que cautelar seja decretada ‘não apenas por especulações e delações sem provas, como ocorreu no processo do ex-presidente Lula’. 

A nota é assinada pela presidente nacional do partido, Gleisi Hoffmann, e pelos líderes do PT na Câmara, Paulo Pimenta, e no Senado, Humberto Costa. O PT diz que Temer ‘assumiu a presidência em um golpe deplorável’. “Sua agenda no governo levou ao aumento da desigualdade e da miséria, no entanto é somente dentro da lei que se poderá fazer a verdadeira Justiça e punir quem cometeu crimes contra a população. 

Caso contrário, estaremos diante de mais um dos espetáculos pirotécnicos que a Lava Jato pratica sistematicamente, com objetivos políticos e seletivos”. “O que fica evidente é que, cumpridos os objetivos do golpe do impeachment de 2016 e da proibição ilegal a Lula de concorrer as eleições de 2018, seus principais artífices estão sendo descartados pelos que realmente movimentaram os cordéis: o sistema financeiro, os representantes dos interesses estrangeiros no país, com o apoio da mídia conservadora”, afirma o partido. Segundo Gleisi e os parlamentares, ‘isso serve para a própria Lava Jato e seu comandante, Sergio Moro, que travam hoje uma encarniçada luta pelo poder contra o Congresso, o Supremo Tribunal Federal e a cúpula da PGR’.

Estadão

Deputado Negromonte Júnior pede explicações a ministro sobre funcionamento do hospital de Paulo Afonso

Foto: Divulgação
Na tarde dessa quarta-feira (20) o deputado federal, Mário Negromonte Júnior (PP), deu um ultimato no Ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, para esclarecer o anuncio na redução do funcionamento do hospital de Paulo Afonso. O chamamento ao ministro foi feito pelo deputado na Comissão de Minas e Energia com o requerimento (13/2019), onde solicita esclarecimentos sobre as seguidas alterações de posicionamento da atual gestão da CHESF, responsável pela administração do hospital, Hospital Nair Alves de Souza, que está localizado no município de Paulo Afonso e que atende uma população de cerca de 1,2 milhões de 4 estados (BA, AL, PE e SE). “Esse foi o hospital onde nasci e nós fomos tomados de surpresa pelo diretor, Adriano Soares, falando em nome do governo federal e Chesf dizendo que vão diminuir as atividades do Nair Alves e que até poderia ser fechado. Nós não vamos aceitar, como filho de Paulo Afonso, não posso permitir. Por tudo isso, que fiz esse requerimento ao ministro para que ele venha nos explicar se ele está de acordo com tal decisão”, destacou Negromonte Júnior.

Ipiaú: Prefeita cumpre agenda de visitas às obras de pavimentação e reformas no município

Foto: Rahaina Costa

A Prefeita Maria das Graças Mendonça, percorreu na última semana, diversas obras em andamento no município. 

Foto: Rahaina Costa
Iniciando a agenda de visitas, Maria esteve no Bairro Popular, vistoriando as obras de manilhamento, onde será pavimentada a Rua Idaísio Galvão e outras áreas em que a gestão municipal está desenvolvendo serviços. 

A drenagem de águas pluviais do Bairro Popular segue sendo realizada para dar condição de pavimentação às Ruas Marília Rocha, Roberto Moraes e Sargento Moreira. Juntamente com o Secretário de Infraestrutura, Henrique Romano e o Diretor de Obras, Solon, ela aproveitou para conversar com alguns moradores da localidade, que se mostraram satisfeitos com as ações realizadas pela atual administração. 
Foto: Rahaina Costa

Com a chegada do calçamento, a população ganhará outro benefício que será a melhoria da qualidade de vida, bem como a facilidade no tráfego de veículos e pedestres. 

Para a chefe do executivo, esse é mais um compromisso concretizado, onde foi assumido com a população, na questão de infraestrutura, logo no começo da gestão e que está sendo executada a passos largos.

“Nós buscamos investir na melhor qualidade de vida das famílias ipiauenses, deixando a nossa amada Ipiaú, nos trilhos do desenvolvimento”, disse ela. 
Ainda conforme a prefeita, a obra representa não só para o bairro, mas também para todo o município, uma melhoria significante, pois, “viabilizará a chegada de novos investimentos através de microempreendedores, lembrando que, muito em breve, a localidade também terá à disposição, mais uma escola reformada e uma nova creche, que entrarão em funcionamento, atendendo as demandas de infraestrutura dessa região”, completou.
Já de acordo com Secretário de Infraestrutura Henrique, com a chegada da pavimentação, os problemas que eram comuns meses atrás, por conta das águas pluviais, irão se resolver.
“É um problema antigo que atormenta a população há anos. Quando chovia naquele local, a rua ficava intransitável. Agora com o calçamento e as obras de drenagem, vamos resolver esta situação. O próximo passo é a construção do meio fio e sinalização, possibilitando aos moradores a construção e suas calçadas”, informou Henrique.

Visita a outras obras

Durante a vistoria das obras em andamento no município, Maria e equipe estiveram na Horta Comunitária para ver os serviços realizados pelo Secretário de Desenvolvimento Urbano, Lucas de Vavá. Na região, foi realizada um esgotamento sanitário que beneficiou cerca de 50 famílias da localidade. 
Concluindo o roteiro, a prefeita visitou o prédio do Colégio Altino Cerqueira, mais conhecido como 'Miguelão', que está em fase final da obra de reforma geral, promovido pela prefeitura municipal. (Rahiana Costa / Dircom Prefeitura de Ipiaú)

Bolsonaro chega a Santiago para incrementar o comércio bilateral

Bolsonaro quer estreitar as relações comerciais do Brasil com o Chile     (Arquivo/Alan Santos/PR)
O presidente Jair Bolsonaro chega hoje (21) ao Chile onde pretende abrir caminho para  impulsionar as relações comerciais brasileiras e ampliar a carteira de investidores estrangeiros no Brasil. A pauta de assuntos é bastante diversificada e inclui mudanças na legislação previdenciária brasileira inspirada no modelo chileno.

A proposta previdenciária do Chile foi apresentada por José Piñera, irmão do presidente chileno Sebastián Piñera. José foi ministro do Trabalho e Previdência Social e implementou o sistema no começo dos anos de 1980.

No encontro com Piñera, Bolsonaro tenciona defender a retirada do papel o acordo de livre comércio assinado entre os dois países no final de 2018.

Autoridades brasileiras que já classificam a relação Brasil-Chile como “ágil e dinâmica” e esperam que o encontro de alto nível entre os dois presidentes eleitos em 2018 acelere a ratificação do acordo, ainda dependente do aval de parlamento dos dois países.

Fluxos
O Chile é segundo parceiro comercial do Brasil na América do Sul, superado apenas pela Argentina. No ano passado, as trocas comerciais com o Chile tiveram um crescimento de 15% com o registro do maior fluxo de exportações brasileiras que cresceram mais de 20%, totalizando US$ 10 bilhões.

Quanto aos investimentos recíprocos, o Brasil é o maior receptor de investimentos chilenos, acumulando mais de US$ 35 bilhões em estoque. Os investimentos brasileiros no Chile chegaram a US$ 4,5 bilhões.

Somando estoques, o total de US$ 40 bilhões supera inclusive o da relação com argentinos.
Por Carolina Gonçalves - Repórter da Agência Brasil  Brasília

Ipiaú: Policiais Militares prende jovem por posse de entorpecente no centro da cidade

Entorpecente apreendo com o suspeito pelos policiais
No final da tarde desta quarta-feira, 20/03, nas imediações  da Praça  Salvador da Mata, policiais militares da 55 CIPM, que estavam fazendo Policiamento Ostensivo a Pe, realizaram uma abordagem seguida de uma busca pessoal em um suspeito, aonde foi encontrado  com o mesmo,uma porção  de substância análoga a maconha. 

O suspeito, Jair Souza dos Santos (20) anos,  foi encaminhado com um pequena quantidade de maconha à DEPOL de Ipiaú 
Fonte: Ascom/55ª CIPM

20/03/2019

Ubatã: TCM atualiza valores e Câmara terá duodécimo de R$ 160 mil em 2019

Câmara de Ubatã terá repasse mensal de R$ 160.929,56 (Foto: Ubatã Notícias)
O Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) divulgou, nesta segunda-feira (03), a tabela atualizada com os valores das transferências para o Poder Legislativo, o chamado Duodécimo, que deve ser realizado para o exercício financeiro de 2019. Segundo a Legislação Vigente, é dever do poder executivo repassar, até o dia 20 de cada mês, os recursos correspondentes às dotações orçamentárias, compreendidos os créditos suplementares e especiais para o funcionamento das câmaras municipais. Os valores são calculados com base nas receitas tributárias e transferências constitucionais recebidas pelos municípios no exercício anterior, neste caso, de 2018, e seguem os índices constitucionais definidos no art. 29-A da Constituição Federal, que variam de acordo com o número de habitantes. As receitas tributárias dos municípios – utilizadas no cálculo dos valores – estão sujeitas a alterações decorrentes de eventuais ajustes e lançamentos desde que justificadas pelo gestor e com a devida autorização para reabertura do sistema SIGA. A Câmara Municipal de Ubatã receberá repasse de Duodécimo no valor de R$ 160.929,56. No ano o repasse será equivale a R$ 1.931.15473,53.
DUODÉCIMOS DE OUTRAS CÂMARAS DA REGIÃO
O Duodécimo das Câmaras Municipais dos municípios da microrregião de Ubatã também sofreu reajuste. Com isso, a Câmara de Aiquara passara a receber R$ 62.230,13; Apuarema (R$ 71.686,01); Aurelino Leal (R$ 95.092,59); Barra do Rocha (R$ 69.888,36); Dário Meira (R$ 93.353,27); Gandu (R$ 208.743,47); Gongogi (R$ 68.620,88); Ibirapitanga (R$ 171.117,29); Ibirataia (R$ 141.946,16); Ipiaú (R$ 271.780,92); Itagi (R$ 97.382,31); Itagibá (R$ 142.462,52); Jequié (R$ 1.091.984,58); Jitaúna (R$ 99.305,14); Manoel Vitorino (R$ 1131.519,32); Nova Ibiá (R$ 75.980,02); Ubaitaba (R$ 146.753,94). (Ubatã Notícias)

Ipiaú: Secretaria de Ação Social realiza atividades do Mês Mulher no CRAS

Foto: Dircom/Prefeitura de Ipiaú
Dando continuidade à campanha Março Mulher, a Secretaria de Ação Social e Desporto, promoveu na tarde da última terça-feira (19), no CRAS I, uma série de atividades alusivas à questão da mulher na sociedade, inclusive uma palestra proferida Paloma Gonçalves Alves, graduada em Letras pela UNEB. 
Foto: Dircom/Prefeitura de Ipiaú

O evento contou com as participações da prefeita Maria das Graças e da Secretária de Ação Social, Nena Costa, além de pessoas que residem na área adjacente ao prédio do CRAS, localizado no Bairro Euclides Neto. A programação prosseguiu nesta quinta-feira (21), no CRAS II, com atividades que envolveram palestras dinâmicas, orientações jurídicas e sorteios de brindes.

Ações semelhantes serão realizadas nas tardes dos dias 26 e 27, respectivamente em Córrego de Pedras e na Fazenda do Povo. (José Américo Castro/ Dircom Prefeitura).

Bachelet alerta para o encolhimento da democracia na Venezuela

Valter Campanato/Agência Brasil
A alta comissária da Organização das Nações Unidas para os Direitos Humanos, a chilena Michelle Bachelet, disse hoje (20) estar preocupada com o “encolhimento do espaço democrático” na Venezuela. Segundo ela, também está apreensiva com os relatos de excessos cometidos por forças de segurança no país. Bachelet alertou para a violência indiscriminada e o agravamento da crise que atinge todos os setores do país, afetando, sobretudo, crianças e grávidas. 

“Estou profundamente preocupada com o encolhimento do espaço democrático, especialmente, com a contínua criminalização de protestos e dissidências pacíficas”, disse Bachelet, informando que nos primeiros dois meses deste ano foram documentados relatos de violações dos direitos humanos e abusos por forças de segurança e grupos armados pró-governo Nicolás Maduro.

Bachelet disse que os relatos reúnem informações sobre o uso excessivo força, assassinatos, detenções arbitrárias, tortura e maus tratos em detenção e ameaças e intimidações. De acordo com ela, os agentes do Estado são apontados por mortes indiscriminadas.

Assassinatos
A alta comissária disse que os assassinatos seguem “um padrão similar”: durante incursões ilegais promovidas pelas forças de segurança. Em seguida, o comunicado oficial é que houve “um confronto armado”.

“A maioria das vítimas vivia em bairros pobres e participava de protestos contra o governo. Estou particularmente preocupada com relatos que indicam que esse tipo de operação é usado como uma forma de represália e intimidação”, disse Bachelet.

Bachelet se disse preocupada com as “restrições à liberdade de expressão e de imprensa”. “[Há] alegações de que as autoridades usaram arbitrariamente a lei contra o ódio, adotada em novembro de 2017, para processar jornalistas, líderes da oposição e qualquer um que expresse opinião divergente.”
Reuters/Carlos Garcia Rawlins/Direitos Reservados
Análise
A alta comissária lembrou que há uma equipe técnica da ONU em visita à Venezuela convidada pelo presidente Maduro. Ela ressaltou a importância de a comissão ter acesso a todos os locais, sem represálias “contra qualquer pessoa que tenha se encontrado”.

Bachelet destacou a preocupação com o agravamento da crise econômica e social que atinge os vulneráveis, como crianças, mulheres grávidas, idosos e povos indígenas. “As terríveis condições de vida forçaram um número significativo de povos indígenas Warao a atravessar a fronteira para o Brasil em busca de alimentos, cuidados de saúde e outros serviços básicos.”

A alta comissária ressaltou que a crise se estende para alimentação, saúde e serviços básicos. “O recente apagão de eletricidade em todo o país exacerbou essa situação, reduzindo ainda mais o acesso das pessoas a comida, água e medicamentos, e afetando severamente os hospitais.”

Como médida, Bachelet mencionou a ameaça de deterioração do sistema de saúde na Venezuela. “Impacto muito significativo na mortalidade e morbilidade materna e mortalidade infantil. A disseminação de doenças infecciosas, que antes estavam sob controle, é o foco da recente campanha de vacinação do governo com a ajuda da Organização Pan-Americana da Saúde.”

Por Agência Brasil  Brasília



Governo Bolsonaro cria comissão para fazer análise ideológica de questões do Enem

Foto: Divulgação
O Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais) nomeou nesta quarta-feira (20) uma comissão para fazer uma avaliação ideológica das questões do Enem 2019, informa reportagem do jornal Folha de S. Paulo. A comissão terá apenas dez dias para a conclusão dos trabalhos. A criação do grupo foi noticiada em fevereiro.
O governo Jair Bolsonaro (PSL) decidiu criar a comissão com o principal objetivo de expurgar itens que abordem uma suposta “ideologia de gênero”, termo nunca usado por educadores.
Na portaria do Inep, órgão do MEC (Ministério da Educação) responsável pelo Enem, a comissão fará uma “leitura transversal” das questões que compõem o Banco Nacional de Itens com o objetivo de verificar “sua pertinência com a realidade social, de modo a assegurar um perfil consensual do Exame”.
Segundo a publicação, a portaria não descreve quais são os critérios para a análise. Diz apenas que a matriz do Enem deve ser observada.
O grupo poderá recomendar a não utilização das questões. A Diretoria de Avaliação de Educação Básica do Inep poderá fazer um recurso por questão, mas a palavra final é do presidente do órgão, Marcus Vinicius Rodrigues.