Sem nomes de Lula e Dilma, relatório da CPI do BNDES é aprovado

Ex-presidentes Lula e Dilma Roussef
A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga irregularidades no Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovou nesta terça-feira, 22, relatório final que sugere indiciamento de 54 pessoas, entre elas o ex-presidente do banco Luciano Coutinho e empresários Joesley e Wesley Batista, do grupo J&F. Os nomes dos ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff, ambos do PT, foram excluídos do texto.

Os ex-presidentes petistas acabaram ficando de fora do texto final após acordo costurado na semana passada entre a bancada do PT e os partidos do chamado Centrão com o relator da CPI, Altineu Côrtes (PL-SP). Outros 10 nomes acabaram excluídos do texto final.

Na segunda-feira, 22, o presidente da CPI, Vanderlei Macris (PSDB-SP), e Côrtes chegaram a alardear que a comissão poderia acabar em pizza, ou seja, sem votação por conta do processo de obstrução comandado pelo PT, PSOL e partidos de centro. A estratégia adiou a votação por quatro sessões colocando em risco a discussão do relatório.

Contudo, nesta terça-feira, a estratégia petista naufragou após Macris acelerar o início da discussão da proposta enquanto a maioria dos deputados contrários ao texto deixou o plenário durante o início dos trabalhos. Apesar da aprovação do texto, a deputada Paula Belmonte (Cidadania-DF) reclamou do texto final.

“Foi uma meia pizza. Sem os nomes de Dilma e Lula, o relatório fica esvaziado. Por isso, vou encaminhar ao Ministério Público o meu voto em separado com todos os indiciamentos originais”, afirmou a parlamentar.

É a primeira das três CPIs que a Câmara realizou nos últimos cinco anos sobre empréstimos envolvendo o banco de fomento que terminou com pedidos de indiciamentos.

De acordo com o documento final, houve falha do banco no financiamento de obras na Venezuela, em Cuba, em Moçambique e em outros países durante os governos do PT, além de empréstimos irregulares ao grupo J&F.

O banco sempre negou ter falhado ao conceder os empréstimos, parte de estratégia das gestões dos ex-presidentes Lula e Dilma para incentivar a internacionalização de empresas brasileiras e a formação dos “campeões nacionais” – como ficaram conhecidas as empresas que tiveram mais acesso aos créditos do banco.

Adversários, porém, apontam motivações políticas nas operações, que beneficiaram empreiteiras alvo da Lava Jato e a JBS. De acordo com as investigações, três núcleos foram responsáveis por facilitar a liberação dos empréstimos a países aliados aos governos petistas. O principal seria o núcleo político, que teria sido capitaneado pelo Planalto nas gestões de Lula e Dilma.

De acordo com as informações obtidas pela CPI, integrantes do governo pressionavam órgãos que tinham a função de avaliar a viabilidade das transações a rebaixar os riscos das operações financeiras para o Tesouro, que era o fiador final.



Estadão

Justiça brasileira não terá credibilidade com Lula preso, escrevem juízes europeus ao STF

Reprodução
Uma carta aberta redigida por três ex-presidentes de cortes superiores de justiça europeias pede aos “colegas magistrados do Supremo Tribunal Federal” brasileiro que reflitam sobre “os vícios dos processos iniciados contra Lula”. O texto é assinado por Tomás Quadra-Salcedo, ex-presidente do Conselho de Estado da Espanha de 1985 a 1991 e ex-ministro da Justiça do país, por Franco Gallo, que presidiu a Corte Constitucional da Itália em 2013, e por Giuseppe Tesauro, que comandou o mesmo tribunal superior em 2014.

Eles afirmam que as revelações do site The Intercept Brasil, feitas em parceria com outros veículos de imprensa, reforçam a suspeita de que o julgamento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pode ter sido tendencioso. “Como já foi mencionado por muitos colegas, brasileiros e de outros países do mundo, as revelações do jornalista Glenn Greenwald e sua equipe do site de informações The Intercept, em parceria com os jornais Folha de S.Paulo e El País, a revista Veja e outras mídias, reforçaram a natureza política da acusação contra Lula”, diz a carta.

“Elas também confirmaram aos olhos do mundo, como sempre foi afirmado por Lula e seus advogados, o caráter tendencioso do ex-juiz Moro e do ministério público, e, como resultado, a ausência de um julgamento justo e independente contra o ex-presidente”, segue o texto. O manifesto afirma que a Operação Lava Jato se transformou em um partido político, que, além de condenar Lula, contribuiu para o impeachment da ex-presidente Dilma Roussef e para a chegada de Jair Bolsonaro ao poder.
Dizem os três juízes: “Essas revelações confirmaram que a Operação Lava Jato, sob o pretexto de combater a corrupção, se transformou em um partido político, contribuindo para a destituição de Dilma Rousseff em 2016, bem como para a perseguição política contra ao ex-presidente Lula. Essa perseguição funcionou, pois permitiu a eleição de Jair Bolsonaro para a presidência da República”.



Folhapress

STF condena Geddel e Lúcio pelo bunker dos R$ 51 mi

Reprodução/Os irmãos Geddel e Lúcio Vieira Lima
A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu nesta terça-feira (22) condenar o ex-ministro Geddel Vieira Lima (MDB) e seu irmão, o ex-deputado Lúcio Vieira Lima (MDB), pelos crimes de lavagem de dinheiro e associação criminosa no caso do bunker dos R$ 51 milhões em Salvador. A discussão do caso, iniciada em 24 de setembro, se estendeu por cinco sessões da Segunda Turma – e ainda não foi concluída, faltando fixar o tamanho da pena dos dois.

Geddel, preso desde 8 de setembro de 2017, Lúcio Vieira Lima e a mãe dos emedebistas, Marluce Vieira Lima, foram denunciados em dezembro de 2017, três meses após a deflagração da Operação Tesouro Perdido, que apreendeu, em 5 de setembro daquele ano, os R$ 51 milhões em dinheiro vivo – R$ 42,6 milhões e US$ 2,6 milhões – em um apartamento em Salvador, que fica a pouco mais de um quilômetro da casa da matriarca. No dinheiro, foram encontradas digitais de Geddel. Para Marluce Vieira Lima, o processo foi desmembrado à primeira instância. “Me pareceu comprovado sem sombra dúvida razoável que teriam se associado de forma estável e permanente para a prática dos crimes de lavagem de dinheiro”, disse a ministra Cármen Lúcia.

Cármen acompanhou o entendimento do relator, ministro Edson Fachin, e do revisor da ação penal, ministro Celso de Mello, de que os irmãos Vieira Lima devem ser condenados tanto pelo crime de lavagem de dinheiro quanto de associação criminosa. Após a leitura dos votos dos cinco ministros que integram a Segunda Turma, a sessão foi suspensa para um intervalo de 30 minutos. No retorno das atividades, ainda nesta terça-feira, será discutida a dosimetria da pena.

Enquanto os cinco ministros votaram pela condenação dos irmãos Vieira Lima por lavagem de dinheiro, houve divergência na Segunda Turma sobre as acusações de associação criminosa. “Para que determinado indivíduo possa ser considerado sujeito ativo do crime, para que responda por essa infração criminal, é preciso que tenha consciência de que participa de uma organização que tenha como finalidade delinquir”, observou Lewandowski, ao abrir uma divergência parcial dos colegas.

“No presente caso, a permanência e estabilidade do vínculo entre acusados decorre da relação familiar, caracterizada por laços de consanguinidade existente entre eles. No ponto, importa considerar que nada há nos autos que permita concluir que o relacionamento dos acusados se deva ao propósito de praticar ilícitos penais. Constituem uma família”, acrescentou Lewandowski. Gilmar Mendes o acompanhou nesse ponto, mas a posição dos dois foi vencida.

Segundo a denúncia do Ministério Público Federal (MPF), no período de 2010 a 2017, os irmãos Vieira Lima e a mãe praticaram atos com a finalidade de ocultar valores provenientes de crimes: repasses de R$ 20 milhões pelo doleiro Lúcio Bolonha Funaro a Geddel por atos de corrupção na Caixa Econômica Federal; recebimento por Geddel e Lúcio de R$ 3,9 milhões do Grupo Odebrecht e apropriação de parte da remuneração paga pela Câmara dos Deputados a secretários parlamentares. Segundo o MPF, os valores foram dissimulados por meio de empreendimentos imobiliários. A Segunda Turma do STF também decidiu absolver Job Ribeiro Brandão, ex-assessor parlamentar, e o empresário Luiz Fernando Machado da Costa, que também haviam sido denunciados.

Estadão

Rondesp Atlântico prende traficante no Vale das Pedrinhas

Foto: Divulgação SSP
Com Mateus Cunha Galvão, 20 anos, os militares encontraram armas, munições, cocaína, crack e maconha
Mateus Cunha Galvão, 20 anos, comercializava drogas na madrugada desta terça-feira (22), no final de linha do Vale das Pedrinhas, quando foi avistado por equipes das Rondas Especiais (Rondesp) Atlântico. Com ele foram apreendidos uma pistola da marca Bersa, calibre 380, contendo 9 munições, 14 pinos de cocaína, 27 pedras de crack, oito porções de maconha, um smartphone e R$ 30 em espécie.

“Recebemos informações do Centro Integrado de Comunicações (Cicom) que o criminoso estava armado, traficando na região. Quando chegamos ele entrou em um bar tentando fugir, mas foi capturado”, informou o comandante da Rondesp Atlântico, major Edmundo Assemany Júnior.

Mateus foi encaminhado para a Central de Flagrantes onde foi autuado por tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo de uso restrito.

Fonte: Ascom/Natália Verena

Unidades se destacam e concorrem a prêmio Gestão de Qualidade

Foto: Divulgação SSP
Vinte unidades da Polícia Militar foram indicadas para receber, em dezembro deste ano, o Prêmio Polícia Militar de Gestão da Qualidade 2019. Concorrem à premiação organizações de policiamento especializado, operacional ordinário, instituições de ensino e administrativas que se empenharam para a excelência na prestação de serviços à sociedade.

A certificação analisa os concorrentes de acordo com oito critérios baseados no Modelo de Excelência da Gestão (MEG) da Fundação Nacional da Qualidade (FNQ) que avaliam projetos e planos, liderança, cliente, informação, processos, sociedade e pessoas. Para concorrerem ao prêmio, as unidades devem ter feito o mínimo de 125 pontos na apreciação primária.

As indicadas serão visitadas por avaliadores e passarão por análise dos dados transmitidos. “As três organizações que tiverem maior pontuação entrarão no Livro de Ouro do Modelo de Gestão”, contou o tenente-coronel Edval Carlos Santos Júnior, coordenador de Gestão de Qualidade da corporação.

Na lista de avaliados estão o Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), o Batalhão de Operações de Choque (BPchq), as Companhias Independentes de Policiamento Especializado (Cipes) Mata Atlântica e Caatinga, o Grupamento Aéreo (Graer), a Operação Ronda Escolar, 19ª, 42ª, 43ª, 50ª, 63ª e 77ª Companhias Independentes de Polícia Militar (CIPM/Paripe, Sete de Abril, Lençóis, Itamaraju, Ibicaraí e Vitória da Conquista), 3º e 13º Batalhões de Ensino e Capacitação (Juazeiro e Teixeira de Freitas), Departamentos de Auditoria e Finanças (DAF), de Apoio Logístico (DAL), de Planejamento, Orçamento e Gestão (Deplan), de Modernização e Tecnologia (DMT) e de Pessoal (DP).

“Nossos policiais estão muito felizes por serem reconhecidos. Esse prêmio mostra que a instituição está atenta a cada PM, a cada pai, que se dedica à população”, enfatizou o comandante da 42ª Companhia Independente da Polícia Militar (Lençóis), major Ubiracy Muniz.

Fonte: Ascom: Marcia Santana

Operação contra invasão do Maracanã tem 19 presos e um morto

Foto: Ricardo Stuckert/ Fotos Públicas
O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) tem dito a aliados que, na hipótese de deixar a prisão ainda este ano, pretende rodar o Brasil e assumir o papel do que tem chamado de “fio condutor da pacificação nacional”. Em caravana, Lula pretende disseminar a ideia de que ele e o PT têm um projeto capaz, nas palavras dos petistas, de “salvar” o Brasil. As informações são da Folha.

A expectativa pela liberdade ocorre no momento em que o Supremo Tribunal Federal inicia o julgamento sobre a constitucionalidade da prisão de condenados em segunda instância, e a Segunda Turma da corte se prepara para retomar a discussão sobre a alegada suspeição do ex-juiz Sergio Moro, que pode levar à anulação da condenação do petista no caso do tríplex de Guarujá.

Segundo pessoas próximas a Lula, a expectativa eleitoral também pesa no discurso de que não troca sua dignidade por sua liberdade, além do argumento de que se trata, na visão do petista, de um processo ilegítimo conduzido por um juiz supostamente parcial.

Na sexta (18), a defesa do petista disse à Justiça que Lula não aceita o pedido de progressão para o regime semiaberto, feito pela Procuradoria.

Operação contra invasão do Maracanã tem 19 presos e um morto

Maracanã deve receber mais de 60 mil pessoas amanhã, no clássico Flamengo x Grêmio (Arquivo/Tânia Rêgo/Agência Brasil)

Subiu para 19 o número de presos na Operação Olhos de Águia, da Polícia Civil do Rio de Janeiro, deflagrada hoje (22), que desarticulou uma quadrilha que pretendia invadir o Estádio do Maracanã amanhã, quando o Flamengo enfrenta o Grêmio, na segunda partida da semifinal da Taça Libertadores da América. No primeiro jogo, em Porto Alegre, houve empate: 1x1.

Segundo a Polícia Civil, a investigação começou na sexta-feira (18), quando foi identificado um grupo no WhatsApp em que supostos torcedores do Flamengo combinavam a ação. Foram identificados mais de 100 participantes do grupo e expedidos 27 mandados de prisão temporária. Por volta das 12h de hoje, 19 dos mandados haviam sido cumpridos.

Segundo a delegada Carina Bastos, da 18ª DP (Praça da Bandeira), policiais infiltrados no grupo tiveram acesso a mensagens de áudio e vídeos com ameaças de morte a agentes das forças de segurança e a intenção de praticar roubos, causar danos e constranger torcedores do Grêmio. Além dos mandados de prisão, foram intimadas a prestar esclarecimentos outras 89 pessoas.

Pelo menos uma pessoa morreu e duas foram baleadas na operação, quando os agentes da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core) foram recebidos a tiros na comunidade do Jacarezinho. A polícia não informou se as vítimas estão relacionadas ao caso, que está sendo investigado pela Delegacia de Homicídios da Capital.

Por Akemi Nitahara – Repórter da Agência Brasil Rio de Janeiro

Convite aos açougueiros


A Prefeitura Municipal de Ipiaú, através da Secretaria de Industria , Comércio e Turismo, tem a honra de convidar todos os açougueiros que atuam no Centro de Abastecimento José Motta Fernandes, para participarem de uma reunião, às 18:30 horas desta quarta-feira, dia 23 de outubro, no Colégio Celestina Bittencourt, com o objetivo de tratar de assuntos do interesse desta categoria profissional.

Assinam o convite, o secretário Helvécio Cardoso, da Industria e Comercio, e o Diretor do Centro de Abastecimento, Ananias Luiz Souza Filho.
Unlabelled

Supremo sofre pressão para manter 2ª instância

Foto: Rosinei Coutinho/STF
O Supremo Tribunal Federal (STF) tem sofrido pressões para não derrubar a possibilidade de prisão após condenação em segunda instância. A intimidação mais agressiva vem de caminhoneiros bolsonaristas, que gravaram vídeos ameaçando novas paralisações caso o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva saia da cadeia. A ofensiva também chegou aos gabinetes dos ministros, que não param de receber mensagens e ligações para impedir a revisão da atual jurisprudência. Só no gabinete do ministro Luís Roberto Barroso, foram mais de 2 mil telefonemas e 4,5 mil e-mails na semana passada.

O Estado apurou que os órgãos de segurança e setores de inteligência do governo monitoram a questão, tanto nas redes quanto nas estradas, e produzem relatórios para analisar o que é “bravata” e o que pode ganhar algum tipo de força. De acordo com a assessoria do STF, as ameaças “que se mostrarem violentas serão enviadas para o âmbito do inquérito conduzido pelo ministro Alexandre de Moraes”, que cuida de investigação sobre ofensas e fake news contra integrantes da Corte.

Para impedir nova derrota da Lava Jato no STF, o grupo Vem Pra Rua mobilizou seguidores nas redes sociais para convencer Barroso e os ministros Luiz Fux, Edson Fachin e Cármen Lúcia – os quatro são favoráveis à execução antecipada de pena – a pedirem vista (mais tempo para análise) e, dessa forma, interromper o julgamento. A execução antecipada de pena é considerada um dos pilares da operação.

“Qual ministro terá coragem de pedir vista e impedir o fim da prisão após condenação em segunda instância?”, diz convocação do movimento, que divulgou na internet relação dos telefones e e-mails de cada um dos gabinetes. Cem mil usuários já acessaram a lista, segundo o grupo.

Estadão

Chefe de setor da Lava Jato na Receita tinha R$ 230 mil em dinheiro escondido

Foto: Divulgação
O auditor fiscal Marco Aurélio Canal, ex-chefe de um setor da Lava Jato na Receita Federal preso no último dia 2 na Operação Armadeira, mantinha R$ 230 mil em espécie na casa de seu tio, João Batista da Silva, também preso.

A informação consta do depoimento de João prestado à Polícia Federal no dia da operação. Os agentes encontraram R$ 865,9 mil em espécie em sua casa, guardados em embalagens plásticas de papel escondidas atrás de livros.

Ele afirmou aos agentes que, do total, R$ 232 mil pertenciam a Canal. Os valores lhe foram entregues nos últimos seis meses para realizar pagamentos para o auditor e sua família. As remessas ocorriam duas vezes ao mês, declarou João.

“Já não fosse improvável que nos dias de hoje qualquer pessoa desejasse manter em guarda tamanho valor em espécie, os recursos estavam acondicionados em embalagens que demonstram claramente que não se tratava de dinheiro devidamente declarado, oriundo das atividades regulares e legais dos negócios dos investigados”, afirmou o Ministério Público Federal no pedido.

“Ou seja, segundo o declarante, funcionava como uma espécie de banco para seu sobrinho, levando a crer que guardava cerca de R$ 38 mil por mês para Marco Aurélio Canal apenas para o pagamento de suas contas que seriam levadas pessoalmente por sua esposa para o escritório”, disse ele.

João teve a prisão temporária convertida em preventiva (sem prazo), em razão do volume de dinheiro apreendido em sua casa. Ele se tornou alvo em razão da suspeita de que atuava na lavagem de dinheiro de Canal por meio de operações imobiliárias.

O auditor fiscal foi preso sob suspeita de integrar um grupo de servidores da Receita que pediam propina a investigados da Lava Jato para evitar a aplicação de sanções tributárias.

Canal era supervisor nacional da Equipe Especial de Programação da Lava Jato, grupo responsável por aplicar multas aos acusados da operação por sonegação fiscal. Ele não atuava diretamente nas investigações, mas sim após a divulgação pública das informações na autuação dos alvos.

O auditor se tornou pivô da polêmica entre o ministro Gilmar Mendes, do STF (Supremo Tribunal Federal), e a força-tarefa da Lava Jato fluminense após ter o nome identificado como destinatário dos documentos produzidos sobre o ministro, seus familiares e outras 133 autoridades.

Embora não atuasse nas investigações, seu envolvimento no caso levou o ministro a afirmar que a Receita fora usada pelos procuradores para investigá-lo irregularmente. O Ministério Público Federal nega e classificou a fala de Gilmar como “devaneio”.

Gilmar é relator da Lava Jato do Rio de Janeiro no STF e já concedeu habeas corpus a investigados na operação, como o empresário Eike Batista. O ministro também foi alvo de dois pedidos de suspeição por sugestão da equipe fluminense.

“Tenho curiosidade de saber quem mandou a Receita fazer [a investigação]. O que se sabe é que quem coordenou essa operação é um sujeito de nome Marco Aurélio da Silva Canal, chefe de programação da Lava Jato do Rio de Janeiro. Portanto, isso explica um pouco esse tipo de operação e o baixo nível. Às vezes, querem atingir fazendo esse tipo de coisa. Estão incomodados com o quê? Com algum habeas corpus que eu tenha concedido na Lava Jato?”, afirmou Gilmar em junho à GloboNews.

Folha de S.Paulo

Caça da Marinha pega fogo ao decolar de base naval no Rio

© Reprodução / TV Globo
Um caça da Base Aero Naval de São Pedro da Aldeia, na Região dos Lagos (RJ), sofreu uma avaria durante a decolagem na manhã de hoje (21) e, em seguida, pegou fogo, o que causou a destruição da aeronave, informou a Marinha por meio do Comando do 1º Distrito Naval. 

De acordo com a nota da Marinha, “o piloto não sofreu ferimentos e passa bem”. O militar já tinha deixado a aeronave quando começou o incêndio.

Devido à avaria, a aeronave ultrapassou a pista de pouso, pegando fogo em seguida. Logo depois, houve uma explosão e o caça foi destruído pelo incêndio. O caça pertencia ao 1º Esquadrão de Interceptação e Ataque. 

O comunicado da Marinha diz que a investigação da ocorrência foi iniciada e deverá apresentar os resultados das causas do incêndio em 180 dias.

Com informações da Agência Brasil

Petrobras vai aumentar preço do gás de cozinha e para a indústria

© Pedro Ventura / Agência Brasília
SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Petrobras irá reajustar o valor do GLP (gás liquefeito de petróleo), tanto industrial quanto residencial (gás de cozinha), a partir desta terça-feira (22).

O Sindigás (sindicato das distribuidoras) informou que suas associadas foram comunicadas pela Petrobras sobre o aumento.

No caso do GLP, os botijões de até 13 kg terão aumento de 4,8% a 5,3%. O GLP industrial (embalagens acima de 13 kg) deverá subir entre 2,9% e 3,2%, de acordo com a região.

Ainda de acordo com o Sindigás, o preço do GLP empresarial e do GLP residencial estão praticamente iguais. O sindicato afirma que isso "é um bom sinal para o mercado".

O governo do presidente Jair Bolsonaro acabou, em agosto, com a política de subsídio na venda do gás de cozinha que vinha sendo praticada pela Petrobras. O término se deu por meio de uma resolução do CNPE (Conselho Nacional de Política Energética), que se tornará permanente a partir de março de 2020.

Com o fim da vantagem competitiva da estatal, o governo considera que concorrentes vão se mobilizar para importar o GLP, a exemplo do que fez a Copagas, que passou a importar diretamente da Bolívia para atender o Mato Grosso.

Com a resolução, o governo pretende manobrar 37% da composição do preço, incluindo tributos e margens de lucro na cadeia de produção e distribuição. Isso deve levar a uma redução de preço para o consumidor, na avaliação do governo.

Estimativas iniciais indicam que, com a entrada de novos competidores, o preço do gás de cozinha deve cair de R$ 23 na refinaria para cerca de R$ 16.

A política de redução de preço para os botijões de 13 kg pela Petrobras vigorava desde 2005 e foi instituída no governo do ex-presidente Lula para ajudar as famílias de baixa renda.

No entanto, o ministro considera que essa política distorceu preços sob o pretexto de ajudar a baixa renda que hoje paga cerca de R$ 90 por um botijão de gás.

Dados do ministério mostram que cerca de 70% do gás de cozinha é vendido em botijões de 13 kg, volume muito acima do que seria consumido se somente a baixa renda utilizasse esse insumo.

Para o governo, no passado, essa política se justificava porque a diferença entre o preço do gás produzido internamente e o importado era grande. Hoje, essa diferença seria de cerca de 5%.

Concessão de loteria da raspadinha será leiloada nesta terça-feira

@reprodução
Depois de sucessivos adiamentos e dois leilões cancelados por falta de interessados, a Loteria Instantânea Exclusiva (Lotex) será leiloada nesta terça-feira (22). Conhecida como raspadinha, a Lotex atualmente é operada pela Caixa Econômica Federal, que detém o monopólio das loterias no país.

O leilão será às 10h. Segundo a Secretaria de Avaliação, Planejamento, Energia e Loteria do Ministério da Economia (Secap), os envelopes lacrados com as propostas foram entregues na última quinta-feira (17) à B3, antiga Bolsa de Valores de São Paulo.

Para conseguir interessados, a Secap e o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) flexibilizaram as exigências em relação à tentativa de leilão de maio, que não ocorreu por falta de propostas.

O número de parcelas da empresa vencedora foi dobrado de quatro para oito. O tamanho mínimo das empresas foi reduzido. Em vez de faturarem pelo menos R$ 1,2 bilhão com loterias semelhantes, os concorrentes deverão faturar R$ 560 milhões.

A concessão da Lotex vale por 15 anos. Segundo o Ministério da Economia, o valor mínimo para a parcela inicial referente à outorga é de R$ 96,9 milhões, com outras sete parcelas fixas a serem pagas anualmente no valor R$ 103 milhões, corrigidas pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC).

O processo de concessão da Lotex arrasta-se há três anos. Em janeiro de 2016, a loteria foi incluída no Programa Nacional de Desestatização.

Em outubro do mesmo ano, o BNDES foi designado o responsável pela execução e acompanhamento do processo. Em junho de 2018, a primeira tentativa de leilão não atraiu concorrentes, seguida de outra tentativa sem sucesso em maio deste ano.

Com informações da Agência Brasil

Rui se reúne com Marinha e Governo Federal sobre manchas de óleo no litoral baiano

Fotos: Manu Dias/GOVBA
O governador Rui Costa se reuniu, na tarde desta segunda-feira (21), com o vice-almirante André Luiz Santana, comandante do 2º Distrito Naval, e com o ministro de Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto para discutir novas ações de análise das manchas de óleo no litoral baiano, seus impactos socioambientais, as causas e soluções para o problema que atinge todo o nordeste. O encontro aconteceu no Comando do 2º Distrito Naval, no bairro do Comércio, em Salvador.
Fotos: Manu Dias/GOVBA
“Agradeço ao ministro da integração, ao almirante e toda a Marinha pela recepção republicana que tive hoje. Aceitei prontamente o convite de vir a essa reunião, onde houve um relato sobre o que está sendo feito pelos órgãos federais. Da nossa parte, foi apresentada a inquietação de como a situação pode ser conduzida a fim de reduzir impactos e danos à natureza”, afirmou Rui.
Fotos: Manu Dias/GOVBA
Ainda de acordo com o governador, foi solicitada à Marinha indicação de especialistas que possam visitar os estuários atingidos. Dos nove pontos de manguezal do Litoral Norte, sete foram atingidos pelo derramamento, sendo eles Jacuípe, Inhambupe, Imbassaí, Itaririri, Itapicuru, Subauma e Pojuca. “O objetivo é saber se há alguma solução técnica de limpeza, além da limpeza manual que já está acontecendo. A preocupação do Estado é a contaminação desenfreada dos manguezais, que são de extrema importância para a vida marinha e dos rios”, pontuou Rui, que também pediu a avaliação técnica dos órgãos federais para saber se é válida a compra de barreiras e bóias para conter o óleo e preservar os lugares mais sensíveis.

De acordo com o ministro de Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, o objetivo do encontro com o governador foi saber as demandas da Bahia para enfrentar a situação. “Queríamos ouvir do próprio governador Rui Costa o que estava faltando que fizéssemos, e nos colocar à disposição para atender aos anseios do Estado. Estamos trabalhando na investigação e também na limpeza do mar e das praias. É uma operação muito grande, com uma dificuldade técnica gigantesca, mas estamos conduzindo da melhor forma possível, com equipamentos e o envolvimento de mais de três mil servidores e colaboradores”, explicou Canuto.

Ações do Estado

Sobre as ações e medidas adotadas pelo Governo do Estado, Rui Costa destacou a entrega de equipamentos para auxiliar o trabalho de retirada do óleo nas praias e revelou a contratação de uma empresa que fará o descarte do produto na capital e em outros municípios baianos que também foram afetados. “A partir de amanhã, o material que já foi retirado das praias começará a ser recolhido para ser descartado de forma correta. Queremos evitar que a população fique exposta ao produto”.

Também estiveram presentes na reunião o superintendente do Ibama-BA, Rodrigo Santos Alves; membros do Grupo de Acompanhamento do Plano Nacional de Contingência do Derramamento de Óleo no Litoral Nordestino, secretário do Meio Ambiente do Estado (Sema), João Carlos Oliveira da Silva; o chefe da Casa Civil da Bahia, Bruno Dauster; entre outros representantes do Estado e da União.

Secom/GOVBA
Unlabelled

Distribuição dos Bônus aos Municipios com base nos Coeficientes do FPM


Unlabelled

Policiais Militares de Itagibá atendem solicitação de violência contra mulher e prende agressor

Foto: Divulgação
Na noite desse domingo (20/10), por volta das 20h, a guarnição da 55ª CIPM/Itagibá, em rondas ostensivas na cidade,foi solicitada por uma mulher, que relatou ter sido agredida por seu companheiro Luzinaldo com socos no nariz , próximo a Biblioteca Municipal quando retornava pra sua residência com seu filho menor.
O agressor foi localizado na residência da sua genitora, próximo ao local do fato.

Ao ser abordado, o Sr. Luzinaldo confirmou a agressão, relatando aos policiais militares, que desferiu os socos porque a sua companheira não queria ir para casa, deixando-o nervoso. 

Os envolvidos foram conduzidos ao Plantão Central Ipiaú.

 Autor Luzinaldo Bispo da Silva 09/11/1976

Fonte: Ascom/55ª CIPM, braço forte da lei e da ordem no Médio Rio das Contas

Após solicitação da Prefeita Maria, obras de reforma do Complexo Policial de Ipiaú são iniciadas

Fotos: Dircom/Prefeitura de Ipiaú
A tão esperada obra de reforma geral do prédio do Complexo Policial de Ipiaú, teve início no dia 14 de outubro (segunda-feira), e se estenderá por 90 dias, podendo ser prorrogada para 120 dias, se houver necessidade. Ela foi reivindicada ao Governo de Estado pela Prefeita Maria das Graças Mendonça, que também conseguiu, junto à Secretaria da Segurança Pública do Estado, a realização de plantões durante os feriados e finais de semana, para ocorrências registradas em Ipiaú e outros municípios da região.

O projeto da reforma envolve serviços de instalação das redes elétrica e hidráulica, revestimentos, piso, telhado, fachada, pintura, ampliação do depósito e adequação das celas. 

As novas instalações, além de garantir uma maior segurança a Ipiaú e região, trará equipamentos que promoverão conforto e qualidade do serviço tanto para o cidadão, como para os policiais, funcionários, advogados e demais usuários da unidade.

O prédio já vinha recebendo serviços paliativos desde que o Delegado Rodrigo Fernando assumiu como titular da Delegacia Territorial de Ipiaú, mas, agora será inteiramente readequado para cumprir plenamente a sua função social.

VISITA DE MARIA
Prefeita Maria das Graças (PP), com o deputado estadual Eduardo Alencar (PSD) visitam o Complexo Policial de Ipiaú 

No último sábado (20), a Prefeita Maria esteve inloco visitando as obras, juntamente com o Deputado Estadual Eduardo Alencar, o Delegado Rodrigo Fernando, assessores e engenheiros. (José Américo

Castro / Dircom Prefeitura)
Unlabelled

Vem que tem, Ofertas imperdíveis no Varejão!!


Momento Novo: Monumento ao Tempo Presente!

Foto: José Américo Castro
A cidade cresce, as transformações acontecem. Os tempos modernos exigem mudanças, embora seja importante preservar referencias históricas.

A historia prossegue em seu curso. O que hoje é novo, amanhã será velho e o velho, na maioria das vezes, dá lugar ao novo . Assim sucede!

Em lugar do prédio histórico que existia no centro da Praça Virgílio Damásio, em Ipiaú, surge um imóvel de arquitetura mais arrojada, um tanto futurista, espécie de releitura da arquitetura do prédio antigo.

Destina-se ao funcionamento de escritórios, lojas, departamentos. Um moderno centro empresarial.

Apesar do saudosismo de muitos e da consciência preservacionista de outros, a cidade agradece e se engrandece por iniciativas semelhantes.

Mesmo que haja desencanto, no entanto, é preciso crescer!

Por: José Américo Castro
Unlabelled

Ipiaú: Secretaria de Ação Social promove Circo do CRAS em comemoração ao Dia das Crianças

Foto: Dircom/Prefeitura de Ipiaú
O Circo do CRAS foi a temática da festa em homenagem ao Dia das Crianças, promovida pela Secretaria Municipal de Ação Social e Desporto. Dirigido por Josy e Paula Calheira, Coordenadoras do Centro de Referência Social, o evento contou com toda ambientação cênica de um espetáculo circense, inclusive a animação do palhaço Jeová, que de maneira interativa, provocou gargalhadas e estimulou a criatividade do público infantil.
Teve ainda algodão doce, sorteios de brindes, brincadeiras competitivas e outras atividades. A Secretária Nena Costa, também se fez presente, aderindo às brincadeiras. Ela comentou que a infância é uma das fases mais importantes da existência do ser humano, pois é nesse período onde se adquire a base do aprendizado que alicerça os demais momentos da vida. Nena destacou ainda, que o direito ao lazer é muito importante para a formação da criança e sendo assim ele precisa ser observado e respeitado pelos adultos. (José Américo Castro / Dircom Prefeitura)

Ipiaú: Moradores do bairro Santa Rita recebem ações do ‘Programa Prefeitura nos Bairros’

Fotos: Dircom/Prefeitura de Ipiaú
A Prefeita Maria das Graças Mendonça, com o objetivo de levar as ações da Prefeitura Municipal de Ipiaú, mais próxima do cidadão e tornar mais eficiente as estratégias para solução dos desafios do Governo Participativo, deu continuidade ao programa “Prefeitura nos Bairros”. Na manhã do último domingo (20), moradores do Bairro Santa Rita receberam o suporte da administração municipal, que atendeu as necessidades da comunidade local, por meio de políticas públicas nas áreas jurídica, saúde e assistência social.

O programa seguirá com novos eventos periódicos e contemplará os outros bairros do município, com disponibilização de serviços de todas as áreas. As demandas apresentadas pelos moradores serão executadas com planejamento e maior eficiência. “Este é um trabalho conjunto de todas as secretarias de governo e o objetivo é levar a prefeitura mais próxima do cidadão. A prioridade deste projeto é tornar a gestão de Maria mais aberta e democrática com a participação de todos, resolvendo de forma rápida e eficiente as demandas da população”, disse ela.

Centenas de pessoas compareceram ao evento que foi estruturado frente a Unidade de Saúde no respectivo bairro. A população pôde aproveitar diversos serviços públicos e resolver questões pessoais praticamente sem sair de casa. O público que compareceu era de todas as idades, desde crianças até idosos, que foram beneficiados com diversas atividades.

Para levar ainda mais festividades e alegria às famílias, a prefeitura, através da Diretoria de Cultura, esteve no local com brincadeiras, lanches, música, pinturas e dinâmicas. Diversos serviços foram oferecidos a população, entre eles vacinação, assistência jurídica e informações sobre diversos assuntos que envolvem a assistência social.

SAMUZINHO

O evento contou com a participação do SAMU, que através do projeto de atuação do Samuzinho, trouxe médico, enfermeiro, técnico de enfermagem, auxiliares e condutor, que ministraram uma palestra educativa explicando para os participantes, as fases de trabalho dos socorristas. Foi realizada ainda, uma encenação, onde as pessoas puderam visualizar melhor toda a ação dos profissionais.

Em um segundo momento, foi apresentada a ambulância e todos os equipamentos, seguida de uma oficina de primeiros socorros que instruiu como lidar com um agravo, o que fazer com a vítima, estando ela acordada ou inconsciente, mostrando como realizar uma massagem cardíaca.

BATE-PAPO COM MARIA

A Prefeita Maria das Graças interagiu com os moradores do bairro para um bate-papo no mesmo evento. Descontraída, ela recepcionou populares, colocando-se à disposição para tratar dos assuntos demandados. 

(Rahiana Costa / Dircom Prefeitura)
Unlabelled

CRA debate produção agrícola e sustento em comunidades nativas

Marcos Oliveira/Agência Senado
As dificuldades de produção agrícola e sustento de comunidades nativas serão tema de audiência pública interativa da Comissão de Agricultura e Reforma Agrária (CRA) agendada para quarta-feira (23). A audiência é realizada atendendo a requerimentos dos senadores Marcio Bittar (MDB-AC) e Soraya Thronicke (PSL-MS). 

Foram convidados para o debate a secretária especial de Saúde Indígena do Ministério da Saúde, Silvia Waiãpi; o representante da Reserva Chico Mendes, no Acre, José Maria Pimentel Maia; os representantes de comunidades indígenas Jonas Marcolino, Tuxaua da Comunidade do Contão; Arnaldo Zunizakae e Ronaldo Zokezomaiale, ambos agricultores do povo Paresi, do Mato Grosso; João Carlos Vieira, índio Terena; e Ysani Kalapalo, da Aldeia Tehuhungu, no Xingu. 

Fonte: Agência Senado

19ª Coorpin divulga resultado da Operação “Skunk do Pomar” em Jequié

Maconha Skunk vem sendo produzida em larga escala no Nordeste
O DEPIN/Polícia Civil / 9ª Coorpin/Delegacia Territorial de Jequié, divulgou na manhã deste sábado (19), o resultado da Operação batizada “Skunk do Pomar”, que desarticulou grupo criminoso que comercializava a droga Skunk, em Jequié. De acordo com o boletim da Polícia Civil, após mais de dois anos de investigação, foi deflagrada durante a semana a 2ª fase da operação, em continuidade à repressão do comércio ilícito de entorpecentes de alta qualidade que eram comercializadas em Jequié e região. As investigações iniciaram no ano de 2017, tendo sua finalização após inúmeras etapas a fim de buscar elementos de informação e fontes de prova que direcionasse a prática delitiva aos investigados.

Foram cumpridos nesta cinco mandados de prisão temporária e 14 mandados de busca e apreensão domiciliar nas cidades de Jequié, Barreiras/, Valença, Juazeiro, Salvador e Petrolina/PE. Vagner Carvalho de Souza, foi preso por Policiais Civis da Delegacia Territorial de Lençóis, enquanto Daniel Marques de Araújo, Mateus Nascimento Meira, Natan Couceiros de Matos Neto e Matheus Bastos Simões, foram presos por Policiais Civis em Jequié.

Na fase 1 da Operação, em 30 de agosto deste ano, Polícia Civil de Jequié prendeu Edvaldo Mercês dos Santos, Daniel Marques de Araújo e Rozeli Ribeiro de Araújo sendo apreendidos com o trio 3.283g de maconha skank, produto de alta qualidade avaliada em R$164.15 mil. O grama da maconha skank está avaliada no mercado em torno de R$50, enquanto a maconha comum custa R$2,00. Outro dado considerado importante pela Polícia, é o poder de concentração desse entorpecente, que chega a ser 100 vezes mais forte que a maconha comum. Além desses investigados presos, a Polícia Civil indiciará outros envolvidos na mercancia ilegal de entorpecentes.

Participaram da Operação, as unidades policiais: 9ª Coorpin/Jequié (SI, DRFR e núcleo DH); Delegacia Territorial de Polícia Civil de Jequié, 13ª Coorpon/Seabra, Delegacia Territorial de Polícia Civil de Lençóis, 11ª Coorpin/Barreiras, Núcleo de Combate ao Tráfico de Drogas; 17ª Coorpin/Juazeiro; 5ª Coorpin/Valença; Delegacia de Polícia Civil/Petrolina/PE e Delegacia de Polícia Civil de Orocó/PE.
Por: Jequié Reporter

Jacó parabeniza nova direção do PT baiano

Foto: Adson Brito/Divulgação
Com resultado equilibrado entre as chapas que concorreram à direção do Partido dos Trabalhadores, a etapa estadual do 7º Congresso na Bahia foi concluída na tarde deste domingo (20), após dois dias de muita discussão e militância na Faculdade de Arquitetura da Ufba.

O deputado Jacó representou a EPS e campo nacional Optei ao lado de Martiniano Costa, vice-presidente do PT na Bahia, representando a corrente interna CNB, dos deputados petistas Jorge Solla (federal) e Marcelino Galo (estadual), do Avante e da corrente O Trabalho. Juntas, estas forças apoiaram a candidatura de Ellen Coutinho e obtiveram 40,76% dos votos.

O deputado estadual Jacó parabenizou Eden Valadares, candidato a presidente eleito e Everaldo Anunciação, que se despede do segundo mandato à frente da presidência da sigla na Bahia. Saudou também Jorge Braga, candidato da corrente Articulação de Esquerda, além de Ellen Coutinho. “O Congresso mostrou que a pluralidade das forças políticas estará bem representada na composição da próxima direção do Partido marcando o equilíbrio democrático em nossas instâncias”, comentou o deputado.

Para o secretário nacional de Movimentos Populares do PT, Ivan Alex Lima, as eleições para o Diretório do PT em Salvador, com a vitória de Ademário Costa e Iracema Moura, já apontavam para um equilíbrio interno dentro do Partido, que sobrevive justamente da sua “pluralidade”. “Nunca fomos partido monolítico, somos um Partido plural, como bem afirmaram Rui Costa e Jaques Wagner no Ato de abertura do congresso”.

Por: Politica Livre

Bancada do PT fecha apoio a Leal na Assembleia e Alex Lima vai apresentar projeto reinstituindo reeleição

Foto: Divulgação/Arquivo
A bancada do PT na Assembleia fechou com a reeleição do presidente da Casa, o deputado estadual Nelson Leal (PP). O assunto foi debatido extraoficialmente no Congresso realizado pelo partido neste final de semana, influenciado pelo forte discurso feito pelo vice-governador do Estado, João Leão, presidente estadual do PP, que deixou claro seu apoio à eventual candidatura do senador petista Jaques Wagner ao governo em 2022.

Em contrapartida, o PP deseja que os petistas e o governo ajudem na reeleição de Leal na Assembleia, mensagem que foi completamente absorvida pela bancada estadual do partido. Os deputados do PT chegaram a discutir a possibilidade de um integrante da bancada apresentar um projeto na Casa reestabelecendo a reeleição para a mesa diretora, a qual foi extinta durante a gestão do hoje senador Angelo Coronel (PSD) como presidente da Assembleia.

Eles decidiram, no entanto, que, para evitar a interpretação de que os parlamentares petistas estariam traindo o PSD do senador Otto Alencar e seu candidato à sucessão de Leal, o deputado Adolfo Menezes (PSD), o melhor seria que o deputado estadual Alex Lima (PSB) apresentasse o projeto recriando a reeleição, o que deve ser feito a partir desta segunda-feira. O parlamentar foi o primeiro a defender o retorno da reeleição na Casa.

Na campanha à sucessão de Coronel, um acordo foi firmado entre seu partido, o PSD, e o PP pelo qual o sucessor de Leal seria o deputado estadual Adolfo Menezes. O prestígio obtido por Leal junto ao governador, além da decisão do PP de se antecipar e declarar apoio à candidatura de Wagner em 2022, acabou, no entanto, fortalecendo o projeto do partido de garantir a reeleição do presidente da Assembleia.

Por: Politica Livre

PF mira deputado Sérgio Souza por propinas na CPI dos fundos de pensão

Foto: Divulgação/Sérgio Souza
O deputado federal Sergio Souza (MDB-PR) é alvo de buscas da Polícia Federal na manhã desta segunda, 21. Investigação apura se o parlamentar recebeu propina para não incluir o presidente do Postalis e do Petros em CPI da Câmara dos Deputados que apurava desvio de recursos de fundos de pensões. A operação foi autorizada pelo ministro do Supremo Celso de Melo.

A Operação Grand Bazaar conta com cerca de 100 agentes que cumprem 18 mandados de busca e apreensão em Curitiba, São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília. Ela é um desdobramento da delação premiada do operador financeiro Sergio Funaro, investigado nas operações Cui Bono e Patmos, ambas deflagradas em 2017.

Estadão

Estratégia de Ciro de atacar o PT ‘está errada’, diz Camilo Santana

Foto: José Cruz/Agência Brasil/Camilo Santana
O ex-governador Ciro Gomes (PDT) erra ao adotar uma estratégia de ataques frequentes ao PT. A opinião é do governador do Ceará, Camilo Santana (PT), aliado dos Ferreira Gomes no Estado. Segundo Santana, Ciro erra porque ninguém consegue construir uma candidatura viável de centro-esquerda sem apoio do PT.

Uma das primeiras lideranças do partido a defender uma autocrítica em relação a erros cometidos na economia e na política, o governador reiterou a posição em entrevista ao Estado e disse que o PT também adota uma tática errada na forma como faz oposição ao governo do presidente Jair Bolsonaro.

Segundo ele, o partido deveria ter defendido uma proposta de reforma da Previdência que defendesse os mais pobres em vez de apenas se colocar contra o projeto do governo. Abaixo, os principais trechos da entrevista concedida na segunda-feira passada, antes do desabamento de um prédio de sete andares em Fortaleza.

Os sucessivos ataques de Ciro ao PT podem causar algum abalo na relação entre o senhor e os Ferreira Gomes?
Abalo na relação deles com o PT existe, né? Na nossa relação, não. Temos uma relação muito sólida com base em um projeto no qual a gente acredita para nosso Estado. Posso ter divergências quanto ao comportamento do Ciro, acho que a estratégia dele está errada, mas respeito a posição.

Por que a estratégia de Ciro está errada?
Porque acho que nenhuma candidatura se constituirá à esquerda, centro-esquerda, se não tiver o PT como aliado. O PT demonstrou uma força extraordinária na última eleição. Fernando Haddad teve 47 milhões de votos, o partido elegeu a maior bancada federal, a maioria dos governadores. Tem uma base social muito forte. O Ciro sempre foi muito aliado, Lula não pode mais ser candidato. Defendi lá atrás que Ciro fosse candidato, defendi a chapa Ciro-Haddad, fui um dos primeiros. Era o momento de se unir em torno de um projeto.

Pesquisas mostram que o PT é importante, mas dificulta as candidaturas no segundo turno. O que o PT tem de fazer para tirar esse peso?
Defendi isso ainda no segundo turno (da eleição presidencial de 2018). Achava que Haddad deveria se apresentar para o Brasil de forma diferente. E isso é minha opinião pessoal. Deveria ter ido para a televisão e ter reconhecido que o PT cometeu erros na economia, na política. E como professor, que acredita na educação, se propor a unir o Brasil. Existia uma polarização muito grande.

O senhor já defendeu que o PT faça uma autocrítica.
Acho que um dos erros que o PT tem cometido é não fazer uma autocrítica, não se reinventar, não se renovar. Sou até criticado internamente por essa visão. Mas como quero conquistar o Brasil? Precisa ter uma mudança, principalmente na região Sul-Sudeste, onde se criou um antipetismo muito forte. O PT deve se renovar, se reinventar em alguns aspectos para conquistar essa parcela da população que se decepcionou, que não acredita mais. O partido deve mostrar que é possível, que tem coisas muito boas e importantes que já fez e pode fazer.

O que impede o PT de fazer isso? O senhor não é o único que tem essa opinião.
Talvez um centralismo muito forte. É difícil diagnosticar esse comportamento ou essa tendência. O partido não deve ter o papel de fazer oposição por oposição. Eu, no meu Estado, gosto quando fazem oposição construtiva. Faz com que a gente possa abrir os olhos, ter outra visão. Uma oposição rasteira, politiqueira, isso está fora.

O PT deve ter outra postura em relação ao governo Bolsonaro?
O PT não pode fazer oposição só por oposição ao Bolsonaro, precisa mostrar os caminhos importantes para o crescimento, para a desigualdade social no Brasil. Por isso que tive aquele comportamento na reforma da Previdência. Não só meu, mas do Rui (Costa, governador da Bahia), do Wellington (Dias, governador do Piauí). É inegável a necessidade de uma reforma. Eu fiz em 2016 no meu Estado, só não mudei a idade porque Constituição não permite. Mas esse é um problema que os Estados e o País precisam enfrentar. Nosso papel é defender uma previdência que não prejudique os mais pobres, o rural, que não tenha capitalização, defender a importância de fazer uma reforma e tirar privilégios sem prejudicar a camada mais pobre e mais sofrida da população. Era isso que eu acreditava que o PT devia defender.

O senhor acha que a esquerda perdeu a oportunidade de defender essa bandeira do fim dos privilégios?
Eu acho. Dizer: nós somos a favor da reforma, mas uma que não prejudique (os mais pobres). Essa era a bandeira. Eu, apesar de ter sido vencido, defendi esse caminho.

Qual o papel que o ex-presidente Lula deve desempenhar?
Sem dúvida alguma considero o Lula a maior liderança política do Brasil. Tem um poder de influencia muito grande, eleitoralmente. Considero injusta a prisão dele. A decisão sobre a liberdade dele ou não, influenciará muito no rumo político do Brasil, não tenho dúvida disso.

Bolsonaro teve o pior desempenho eleitoral no Nordeste, mas ele está fazendo muitas ações para tentar ganhar a simpatia da população. Está dando resultado?
Cientificamente, pelo menos no meu Estado, não.

Como está a relação do senhor com o governo?
Parto do principio de que ele é o presidente de todos os brasileiros e eu o governador de todos os cearenses. Independente de quem seja o presidente, nossa relação tem que ser respeitosa, institucional, e tenho buscado. Vou nos ministérios, procuro minha bancada de deputados, senadores. O que eu puder fazer em termos de interlocução, de buscar recursos, de ações para o Estado, irei fazer, estou fazendo e continuarei fazendo.

O senhor sente alguma reciprocidade?
O governo tem colocado claramente a falta de recursos, as dificuldades, o contingenciamento. Das vezes que eu procurei, no episódio de janeiro (quando houve rebeliões em presídios no Ceará), sempre tenho tido conversas com o ministro (Sérgio) Moro, com o ministro Paulo Guedes, eles têm nos recebido.

Na última crise de segurança houve ajuda material?
Eu apenas pedi vagas no sistema prisional federal para transferir algumas pessoas, mas a relação foi cordial, por telefone, se colocando à disposição. Liberaram as vagas.

Quais medidas o senhor está tomando na área da Segurança Pública?
Implantamos um sistema de reconhecimento das placas dos carros usados em crimes. É uma tecnologia totalmente desenvolvida pela Universidade Federal do Ceará. Agora estamos já estamos entrando no reconhecimento facial.

Estadão

Bahia fecha a rodada em casa contra o Ceará e pode terminar em 5º

Duelo com o Ceará será em Pituaçu (Felipe Oliveira / EC Bahia)
O Bahia está sentindo na pele todo o benefício de ser o último a entrar em campo pela rodada da Série A. O tricolor recebe o Ceará na noite desta segunda-feira (21), a partir das 19h30, no estádio de Pituaçu.

O lado bom de jogar na segunda-feira é que todos os adversários diretos do Bahia já entraram em campo pela 27ª rodada. Moral da história: se o Esquadrão vencer o Ceará, pula para a 5ª colocação do Brasileiro. Igualaria, assim, a sua melhor posição na tabela.

O Bahia só não tem condições de entrar no G4 da competição porque um resultado da 27ª rodada, infelizmente, fugiu do desejado. O São Paulo bateu o Avaí no Morumbi por 1x0, domingo, e pulou para a 4ª posição com 46 pontos.

Fora esse duelo, tudo ajudou. O Grêmio, 7º colocado, perdeu para o Fortaleza por 2x1 no Castelão no sábado (19). No mesmo dia, o Corinthians, 5º colocado, foi derrotado em casa pelo Cruzeiro por 2x1. No domingo, o Internacional, 6º, perdeu para o Vasco em Porto Alegre por 1x0.

Humildade
O Esquadrão só chegou tão longe uma vez dentro da Série A 2019. Foi na 3ª rodada, quando bateu o Avaí por 1x0 na Fonte Nova e pulou para 5º lugar, à frente de Botafogo e Cruzeiro no saldo de gols.

Apesar da briga pela Libertadores, os jogadores do Bahia preferem a humildade, e olham para baixo bem mais para baixo, na verdade.

“O grupo está buscando o nosso objetivo, que é primeiro fugir da zona (de rebaixamento). E, então, almejar a Sul-Americana”, disse o atacante Marco Antônio, que entrou bem no último jogo, triunfo de 1x0 contra o Grêmio. 

De fato, se vencer o Ceará o tricolor já praticamente se livra de qualquer chance de rebaixamento. Com 44 pontos, o risco de queda é de apenas 6%, segundo o departamento de Matemática da UFMG.

“Como o professor Roger nos fala, pensar em Libertadores é lá para frente, e tem que ser jogo a jogo. O grupo já entendeu isso e não está colocando essa responsabilidade sobre a gente. Estamos jogando leves”, explicou Marco Antônio. “Claro que a gente entende o lado do torcedor, de querer coisas grandes. A gente também quer, mas temos que pensar jogo a jogo”.

Fator casa
Bater o Ceará também é importante para que o tricolor retome uma das suas principais armas neste Brasileirão: a força em casa.

Nas duas últimas ocasiões em Salvador, o Bahia perdeu para o Athletico-PR por 2x1 e empatou em 0x0 com o São Paulo. Ao todo, a equipe tem sete triunfos em casa, quatro empates e duas derrotas.

Pode favorecer ao tricolor a estatística mais do que negativa do Ceará como visitante. O clube alvinegro tem a pior campanha fora de casa da Série A. São dez derrotas, dois empates e uma vitória.

“No Brasileiro não tem jogo fácil. O Ceará vai vir com toda a força para tentar nos surpreender, mas a gente conta com a força da nossa torcida”, disse Marco Antônio.

Para a partida, Roger Machado pode contar com o retorno do lateral direito Nino Paraíba, recuperado de lesão. Moisés, porém, segue fora.

O time titular: Douglas; Nino Paraíba (João Pedro), Lucas Fonseca, Juninho e Giovanni; Gregore, Flávio e Guerra; Artur, Gilberto e Elber.
Por: Correio

HOMEM É PRESO PELA POLÍCIA MILITAR EM IPIAÚ POR DIREÇÃO PERIGOSA, TRÁFICO DE DROGAS (SINTÉTICAS) E POR POSSE ILEGAL DE ARMA DE FOGO

Foto: Divulgação/ Polícia Militar
Por volta das 18h15min, deste domingo (20/10), a Guarnição da 55ª CIPM/PETO, por determinação da Central de Operações , após denúncia via 190, deslocou para fazer um averiguação de uma situação de um carro de modelo CHEVROLET CAMARO 1SS, de placa policial OGH-0040, que estaria realizando manobras perigosas em via pública e ultrapassagem em lugares proibidos na BR 330 entre as cidades de Jitaúna e Ipiaú. 
Foto: Divulgação/ Polícia Militar
A guarnição fez rondas com intuito de localizar o veículo, sendo encontrado nas proximidades da concessionária FIAT. 

Foi realizado o acompanhamento, e a abordagem no veículo que tem como proprietário a empresa AM ANEL V COM DE COMB LTDA ME, e como condutor, o senhor ANDRE CUNHA JATOBA.
Foto: Divulgação/ Polícia Militar
Ao realizar a busca no veículo, foram encontradas drogas, tipo êxtase é uma arma de fogo.

Segundo o suspeito, a droga seria comercializada numa FESTA DE PAREDÃO na zona rural de Ipiaú.

OBS: O Comando da 55ª CIPM não autoriza esse tipo de festa na cidade e não tinha conhecimento do evento. 

Materiais Apresentados: 01 Revólver Tauros Cal .38 N° de série HH64920, 06 munições de cal .38, sendo 4 intactas e 2 picotadas, 700 reais em espécie, 43 balinhas sintéticas, 01 porção de maconha, 01 porção de cristal, 02 bolsas com pertences pessoais, 01 CHEVROLET CAMARO 1SS de placa policial OGH 0040

Em seguida, foi feita a condução do condutor e do veículo para a delegacia de Ipiaú.

Motociclista detido na BR-330 por desobediência de trânsito

Por volta da 16h30min, deste domingo (20/10) a guarnição da 55ª CIPM/Barra do Rocha, quando fazia rondas na cidade, avistou um motociclista em atitude suspeita. A guarnição deu ordem de parar ao condutor, próximo a rodoviária na cidade de Barra do Rocha, porém a ordem foi ignorada e o condutor seguiu sentido a cidade de Ipiaú, em alta velocidade, sendo alcançado e pelos policiais em frente ao Trevo de acesso a Atlantic Nickel. O condutor, Luis Henrique Santana de Souza, não possuía nenhum tipo de documentação, pessoal ou do veículo. Ele a moto foram apresentados na delegacia de Ipiaú

Fonte: 55ª CIPM, /Braço Forte da Lei e da ordem no Médio Rio das contas

Destaques