Praça João Carlos Hohlenwwerger, 06 Tel-(73) 35313567-Ipiaú-BA

Rosa Weber autoriza governador Wilson Lima a não ir à CPI da Covid

É chefe do governo do AmazonasTem audiência marcada para 9 Se for, poderá ficar em silêncio
Foto: Isac Nóbrega/PR -25.jul.2019/O governador do Amazonas Wilson Lima (PSC)
A ministra do STF (Supremo Tribunal Federal) Rosa Weber atendeu a pedido da defesa do governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC), e concedeu a ele o direito de não ir à CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Covid no Senado. O depoimento dele está marcado para 9h desta 5ª feira (10.jun.2021).

Weber permitiu que, caso o governador opte por comparecer à comissão, ele permaneça em silêncio se não quiser responder às perguntas. Wilson Lima também poderá ser acompanhado por advogado e não precisará assumir o compromisso de dizer a verdade. Também poderá “ausentar-se da sessão se conveniente ao exercício do seu
direito de defesa”.

Eis a íntegra da decisão (250 KB).
A defesa de Wilson Lima havia alegado no pedido ao Supremo que sua convocação à CPI era inconstitucional. O governador do Amazonas é investigado por desvios de recursos durante a pandemia e fraude na compra de respiradores. Ele foi denunciado ao STJ (Superior Tribunal de Justiça) em abril.

Inicialmente, o depoimento de Lima estava marcado para o dia 29. Por causa de uma operação da Polícia Federal que investiga se houve desvios no Amazonas, o depoimento foi antecipado para esta 5ª feira (10.jun).

Além do chefe do Executivo amazonense, outros 8 governadores foram chamados para prestar depoimento aos senadores na CPI. São eles:
  • Ibaneis Rocha, do Distrito Federal;
  • Waldez Góes, do Amapá;
  • Helder Barbalho, do Pará;
  • Marcos Rocha, de Rondônia;
  • Antônio Denarium, de Roraima;
  • Carlos Moisés, de Santa Catarina;
  • Mauro Carlesse, de Tocantins;
  • Wellington Dias, do Piauí.
  • Fonte:PODER360
    10.jun.2021 (quinta-feira) - 0h49

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente esta matéria.