Praça João Carlos Hohlenwwerger, 06 Tel-(73) 35313567-Ipiaú-BA

Caiado revela que Pazuello disse que toda vacina será requisitada pelo Ministério da Saúde

Segundo o governador de Goiás, o ministro da Saúde contou que o governo irá editar uma MP para centralizar o poder de distribuição das vacinas

Foto:Secom/Fotos públicas

O governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), revelou nas redes sociais, nesta sexta-feira (11), que foi informado pelo ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, que o governo federal irá editar uma Medida Provisória (MP) para centralizar a distribuição das vacinas contra a Covid-19. A MP será válida para toda e qualquer vacina certificada, independente de ser importada ou produzida no Brasil, segundo Caiado.

“O ministro Pazuello me informou que será editada uma Medida Provisória que vai tratar dessa centralização e distribuição igualitária das vacinas. Toda e qualquer vacina certificada que for produzida ou importada será requisitada pelo Ministério da Saúde”, escreveu o democrata.

Caiado ainda adiantou que o Ministério da Saúde já comprou 70 milhões de doses da vacina produzida pela farmacêutica Pfizer.

“Ministro Pazuello anunciou também aqui em Goiânia que fechou a compra de 70 milhões de doses da vacina da Pfizer. Em Janeiro já serão 500 mil doses para começar a vacinação do grupo de risco em todos os estados. Disse que ‘nenhum goiano, nenhum brasileiro será deixado para trás”, concluiu.

Nos bastidores da política, a mensagem foi entendida como um recado do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) para o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), que tenta promover a imagem pessoal com a produção de doses da vacina chinesa CoronaVac, no Instituto Butantan.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente esta matéria.