Celso de Mello antecipa aposentadoria para 13 de outubro

Foto: Walter Campanato/Agência Brasil

O ministro do Supremo Tribunal Federal, Celso de Mello, comunicou à corte que vai se aposentar no dia 13 de outubro. Por idade, Celso de Mello já se aposentaria em 1º de novembro.

Atualmente em licença médica, o decano espera participar da sessão que vai decidir se o depoimento do presidente Jair Bolsonaro no inquérito da suposta interferência na Polícia Federal será por escrito ou de forma presencial. Ele é o relator deste processo, aberto pós declarações do ex-juiz Sérgio Moro quando renunciou ao cargo de ministro da Justiça e Segurança Pública, em abril.

A antecipação da aposentadoria acelera dois debates que devem movimentar a política. O primeiro será sobre o relator no inquérito sobre a PF . Vice-decano, o ministro Marco Aurélio Mello vem respondendo por este processo na licença do titular, mas só aceita assumir a relatoria em definitivo se for realizado um sorteio com os outros ministros da corte.

A saída de Celso de Mello também vai apressar a primeira indicação de Bolsonaro à Suprema Corte. O presidente já anunciou que prefere escolher alguém “terrivelmente evangélico”, mas nenhum nome – com este perfil ou não – apareceu como favorito.

Nenhum comentário: