Praça João Carlos Hohlenwwerger, 06 Tel-(73) 35313567-Ipiaú-BA

Avião tanque não tripulado abastece caça militar em pleno voo nos EUA; assista

Foto: G1

Teste foi realizado em 4 de junho e imagens foram divulgadas pelo Pentágono nesta terça-feira (8). Drone Boeing MQ-25 Stingray se aproximou de jato de combate F/A-18E-F Super Hornet e transferiu 135 quilos de combustível a cerca de 3.050 metros de altura e em velocidade normal de operação.
A Marinha dos Estados Unidos usou um avião tanque não tripulado pela primeira vez para reabastecer um jato de combate F/A-18E-F Super Hornet, informou o Pentágono na terça-feira (8).

O teste sem precedentes foi conduzido em 4 de junho com um drone Boeing MQ-25 Stingray, que decolou do Aeroporto MidAmerica em Mascoutah, Illinois.

“A missão demonstrou que o petroleiro não tripulado pode usar com sucesso o método comprovado de reabastecimento em voo”, observou o Departamento de Defesa.

“Este voo estabelece a base para a integração no contexto de porta-aviões e permite maior capacidade no uso combinado de veículos tripulados e não tripulados”, disse o contra-almirante Brian Corey, oficial encarregado do programa.

Durante o teste, um Hornet se aproximou até seis metros do drone para que os dois tripulantes fizessem algumas medições e observassem várias características do robô, explicou Dave Bujold, diretor do programa MQ-27, citado pelo Pentágono.

“Eles queriam ver o quão estável era o voo na proximidade do veículo não tripulado”, acrescentou. “Eles queriam observar oficialmente, com seus próprios olhos, o comportamento do veículo tanque e da cesta de reabastecimento”.

Os dois tripulantes do Hornet, do 23º Esquadrão de Teste e Avaliação, mantiveram contato por rádio com o operador MQ-25 que controlava a aeronave de uma estação terrestre.

Assim que o operador desdobrou a mangueira e a cesta do drone, o Hornet se aproximou para uma conexão de teste, na qual nenhum combustível foi passado do tanque para o jato de combate.

Na segunda conexão, houve uma transferência de 135 quilos de combustível do MQ-25 para o Hornet quando ambos estavam voando a cerca de 3.050 metros de altura e em velocidade normal de operação.

Os dois aviões completaram mais de 10 minutos de conexão

A missão, que durou cerca de quatro horas e meia, foi concluída com outra transferência de cerca de 10 quilos de combustível a uma altitude de 4.880 metros. Fonte: G1
Vídeo demonstrativo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente esta matéria.