Preso suspeito de integrar quadrilha de ciganos

Foto: Divulgação SSP
A segunda fase da Operação Martinelli localizou um homem que enviou fotos de armas para autores de assassinatos de dois irmãos.
Após a prisão de pai e três filhos que possuíam mandados de prisões preventivas por participarem dos assassinatos de dois irmãos, no início deste ano, na cidade de Carinhanha, a 22ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Guanambi) realizou, nesta terça-feira (28), a segunda fase da Operação Martinelli. Um homem acabou preso por suspeita de ligação com os ciganos que realizaram as mortes.

“Após a prisão da família, começamos investigar outros possíveis envolvidos e encontramos fotos de armas, no celular desse indivíduo. Chegando na residência, ele nos recebeu com um revólver calibre 38 em punho, mas rapidamente se rendeu ao perceber que estava cercado”, contou o delegado titular da Delegacia Territorial de Carinhanha, Paulo Henrique de Oliveira.

Acrescentou que o homem foi autuado por posse ilegal de arma de fogo e associação criminosa. “Seguimos com as investigações”, completou o delegado.

Fonte: Ascom/ Natália Verena

Nenhum comentário: