Abate de bovinos registra pior resultado no 1º trimestre desde 2012

Foto: Divulgação
O primeiro trimestre terminou em baixa para o setor de abate de bovinos com recuo de 8,5%, em comparação ao mesmo período de 2019, sendo o menor resultado desde 2012. Ao todo, foram abatidas 7,25 milhões de cabeças. Os dados foram divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, nesta quarta-feira (10).

Já a aquisição de leite cru registrou alta de 1,8% em relação ao primeiro trimestre de 2019. A produção de ovos bateu o seu recorde na série histórica ficando 3,9% acima do resultado do mesmo período do ano passado.

E se o abate de bovinos diminui, suínos e frangos registraram novo recorde, com crescimento de 5,2% e 5%, respectivamente, em comparação ao período de janeiro a março de 2019.

Nenhum comentário: