Carnaval 2020 em BH: com mais de 450 blocos, programação oficial começa neste sábado

Se você, belo-horizontino, ainda precisava de uma desculpa para sair por aí fantasiado, agora não precisa mais! Com o início com a programação do carnaval de Belo Horizonte, brilhos, cores vibrantes e aquele look bem divertido estão oficialmente liberados a partir deste sábado (8).

Neste ano, segundo a Empresa Municipal de Turismo de Belo Horizonte (Belotur), 453 blocos se cadastram e devem fazer mais de 500 desfiles até o dia 1º de março (veja a programação deste fim de semana ao fim desta reportagem).

Em 2020, a folia vai estar nos quatro cantos da cidade, ou melhor, nas nove regionais da capital – mesmo que de forma desigual.

A região com mais desfiles é a Centro-Sul, que reúne 204 cortejos, cerca de 40% do total. Em seguida, está a Leste, com 86. As com menos desfiles – o que não quer dizer menos animação – são o Barreiro, com 15, e Venda Nova, com 8.

Segundo a Belotur, o carnaval de Belo Horizonte é totalmente custeado por patrocinadores. O valor é de R$ 6 milhões em verba direta e R$ 8,3 milhões em planilhas de estruturas e serviços, captado por meio de edital de patrocínio. A contratação de músicos, subvenção de blocos e escolas de samba, a estrutura dos palcos e todo o orçamento da Belotur são financiados pela iniciativa privada.

E a programação oficial do carnaval já começa com uma série de opções para o folião. Neste sábado (8), serão mais de 20 desfiles pelas ruas da cidade. Um deles é o Com Sagrados, que sai na Sagrada Família, na Região Leste. Criado em 2016 para levar mais diversão ao bairro, hoje o bloco conta com integrantes todas as regiões.

Para este domingo (9), estão previstos cerca de 15 blocos, a exemplo do Cómo Te Lhama, que vai levar a cumbia e outros ritmos latinos para a Região Leste. O bloco surgiu em 2017 e sempre desfilou no pré-carnaval, mas, neste ano, antecipou seu cortejo, que vai mergulhar no clássico “Cem Anos de Solidão”, de Gabriel García Marques.

Nenhum comentário: