Maia: discurso antipolítico de Bolsonaro dificulta aprovação da reforma da Previdência

Foto: Cleia Viana/ Câmara dos Deputados
Um dos obstáculos para a aprovação de matérias como a reforma da Previdência é o discurso antipolítica do presidente Jair Bolsonaro, afirmou nesta terça-feira (26) o deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), presidente da Câmara Federal, durante seminário do banco BTG Pactual, em São Paulo.

“O problema é que o presidente está refém do discurso dele de campanha”, declarou o democrata. De acordo com o parlamentar, o governo seria derrotado caso a votação da reforma da Previdência ocorresse hoje na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Casa.

Segundo a Folha, Maia disse ainda considerar improdutiva a contraposição de “nova política” e “velha política”, que prejudicaria as relações com os congressistas.

“A questão é construir uma aliança. A gente não pode menosprezar a política, criminalizar a política em todos os momentos”, defendeu.

O presidente da Câmara disse que os deputados estarão aptos a votar o texto até o começo de junho ou a primeira quinzena de julho. No entanto, é preciso uma boa articulação, destacou o democrata.

“Se a gente sabe que é um processo de construção, por que pressa em instalar a comissão se vou ter isso organizado lá para a segunda quinzena de março? Vamos dar tempo ao tempo para que as coisas se organizem e para que 15 dias não representem derrota da reforma da Previdência”, declarou.

Nenhum comentário: