Gilmar critica Coronel sobre cota feminina: ‘Não foi para isso que o povo elegeu’

Foto: Assembleia
A proposta do senador Angelo Coronel (PSD) de acabar com a obrigatoriedade de 30% de candidaturas femininas em eleições não está sendo bem vista no cenário político.

Após a deputada federal Alice Portugal (PCdoB) afirmar que vai “apelar” para que Coronel repense sobre a decisão, e a deputada Lídice da Mata garantir que vai se colocar à frente da resistência ao projeto, foi a vez do deputado Gilmar Santiago (PT) manifestar suas críticas.

“É um retrocesso, pois não se combate candidatura laranja retrocedendo um direito que busca garantir mais equidade entre homens e mulheres no processo de representação política. É, no mínimo, um equívoco, pois em vez de acionar outros mecanismos para combater a fraude das candidaturas laranjas com maior controle da Justiça eleitoral e fiscalização dos partidos políticos, ele apresenta um projeto que vai de encontro a luta das mulheres. Não foi para isso que o povo baiano o elegeu para o Senado”, disparou.

Ao site O Antagonista, Coronel falou que a cota feminina acaba criando um cenário que “facilita candidaturas de laranjas”. “Acredito que as mulheres ficarão felizes em ver que estou trabalhando pela igualdade”, justificou.
Por-Bahia.Ba

Nenhum comentário: