Nota do Partido dos Trabalhadores de Itagi à imprensa


O Partido dos Trabalhadores de Itagi vem a público manifestar seu repúdio às notícias veiculadas acerca do incidente ocorrido na noite de 16.09.2020 com a Sra. Jandira Andrade, pessoa idosa e merecedora de todo o respeito na comunidade. Ressalvado o respeito à Sra. Jandira enquanto cidadã itagiense e o nosso profundo pesar pelo ocorrido, destacamos como lamentável a forma da exposição de tal evento nas redes sociais e veículos de imprensa, sobretudo pelo conteúdo completamente duvidoso quanto à autoria, em acusação desrespeitosa ao Partido dos Trabalhadores de Itagi, bem como ao seus pré-candidatos e filiados em geral, quando sequer se sabe ao certo quem foi o responsável e se o mesmo possui qualquer vinculação com o PT. Por certo, a ofensa gratuita recebida mediante tais veiculações extrapolaram a razoabilidade e serão objeto de pedido de reparação nas vias judiciais cabíveis. Salientamos que o Partido dos Trabalhadores não promove atos de violência ou vandalismo, nem compactua com atos de tal natureza ou semelhança, ratificando a nossa rechaça a qualquer ato de violência, física ou verbal a qualquer cidadão ou cidadã, compreendendo que a democracia nos assegura à livre manifestação, desde quando respeitados os direitos alheios. Entendemos que a manifestação é a expressão maior de um regime democrático, espaço da pluralidade e da livre expressão, por isso consideramos lamentável atos movidos pelo ódio e pela intolerância contra quaisquer pessoas, sem distinção de raça, cor, credo, ideologia ou lado partidário. Ademais, informamos que o PT de Itagi e os membros do seu diretório ou mesmo os seus filiados jamais promoveram o desrespeito, a afronta ou agressão direta ou indireta a qualquer indivíduo em momento algum de qualquer campanha política anterior e manterá tal postura na campanha atual que se descortina. Na oportunidade, ressaltamos que a presença do povo nas ruas de Itagi após a Convenção Municipal do PT na quarta-feira, dia 16 de setembro de 2020, foi algo totalmente desvinculado do ato político da referida Convenção. As pessoas, respaldadas pelo seu direito constitucional de ir e vir, foram às ruas de forma natural e independente, o que revela tão somente o anseio do povo por algo novo. Definitivamente, trata-se de algo que o partido não pode controlar, afinal, por óbvio, não há possibilidade do Partido prever ou impedir a atuação de qualquer cidadão em logradouro público. Reafirmamos o nosso compromisso com a defesa de uma democracia plena em nossa Cidade, que seja representativa da diversidade da sociedade itagiense e garantidora dos direitos civis e políticos de todos. Somos pela Paz, pelo Respeito aos nossos adversários políticos, por uma Itagi cada vez melhor. Wanda Pinto Presidente do PT de Itagi

Nenhum comentário: