Mulher é presa e dois morrem em operação que investiga morte de PM em Porto Seguro


De acordo com a polícia, a mulher foi presa no bairro Mundaí, após o carro dela ser achado com marcas de sangue. A polícia suspeita de que o veículo tenha sido usado pelos homens que atiraram no policial. Ela já tem passagem na polícia por identidade adulterada. Já os homens, que estavam na casa da mulher presa, foram baleados após entrarem em confronto com os policiais. Eles foram identificados como Weslei Reis Mota e Felipe Moura de Oliveira. As idades não foram divulgadas. O crime ocorreu na noite de domingo (13), no bairro Vila Parracho. O PM estava acompanhado da esposa, que não foi atingida. A polícia suspeita que ao menos 6 homens participaram da ação que acabou com a morte do policial. No momento do crime, dois suspeitos foram baleados pelo militar. Os homens foram levados para o Hospital Deputado Luís Eduardo Magalhães. Na unidade, os dois foram reconhecidos pela esposa do PM. Depois de passar por atendimento, um deles foi levado para a delegacia da cidade. O outro, segue internado no hospital, sob custódia da polícia. *Ler mais.

Nenhum comentário: