Banco Central estuda possibilidade de passar a emitir moeda digital

Grupo de estudo deve ser montado para propor um modelo com identificação de riscos, segurança e proteção dos dados

Foto: Marcello CasalJr/Agência Brasil

O Banco Central anunciou nesta quinta-feira (20) que considera passar a emitir moeda digital. Um grupo de estudo deve ser montado para investigar os impactos dessa criação no país.

De acordo com informações de O Globo, em nota, o Banco Central considera o modelo pode aprimorar as transações comerciais entre pessoas e entre países. Para isso, deve ser proposto um modelo de emissão de moeda digital com identificação de riscos, segurança e proteção dos dados.

“O BC pretende investigar os alcances de uma CBDC, assim como os benefícios para a sociedade, considerando as especificidades e os desafios do contexto nacional. A iniciativa avaliará, também, como uma moeda eletrônica pode trazer benefícios complementares aos que estão sendo introduzidos com a implantação do Pix, sistema de pagamentos instantâneos, que começa a funcionar em novembro”, diz o banco.

Segundo o Banco Central, uma moeda digital emitida por uma autoridade monetária é diferente de uma criptomoeda, como o bitcoin. No caso do Brasil, a moeda digital seria apenas uma nova forma de representação do Real. As criptomoedas, por outro lado, não têm garantias de um país.

Nenhum comentário: