Ministro do STF diz que liberação de presos pode gerar crise sem precedentes na segurança pública

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/ABr
O ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal, tem se posicionado contra a liberação em massa diante do aumento do número de casos de decisões que permitem a presos do regime semiaberto irem para casa por causa da crise do novo coronavírus.

“Os juízes criminais devem ter em mente que o Conselho Nacional de Justiça ‘recomendou’ e não ‘determinou’ a liberação dos presos em regime semiaberto, sob pena de a dose dos remédios recomendados matar a sociedade doente e gerar uma crise sem precedentes na segurança pública nacional”, afirmou o ministro à coluna Painel, do jornal Folha de S. Paulo.

Nenhum comentário: