Poderia provocar mortes’, justifica abaixo-assinado que pede cassação de Kannário

Foto: Divulgação/Secom
Um abaixo-assinado online, atribuído a três policiais militares – e que reúne mais de 4,6 mil assinaturas -, pede a cassação do deputado federal Igor Kannário (DEM-BA).

Supostamente assinado pela direção do Instituto de Consulta, Estudos e Pesquisas do Militar Estadual da Bahia (Iceme), o pedido se embasa no argumento de que, ao afirmar que a PM é “agressora”, na segunda-feira de Carnaval, Kannário “incitou 2 milhões de pessoas contra os militares, o que poderia provocar conflitos entre as forças de segurança e multidão enfurecida, tendo por consequência lesões e mortes de foliões e policiais”.

E continua: “Chamamos a atenção desta respeitosa casa (Câmara dos de-os) para o perigo do comportamento do de-o federal Igor Kannário incitando uma multidão de 2 milhões de pessoas contra os policiais militares em um espaço que apesar de aberto é confinado pela quantidade de pessoas ocupando cada metro quadrado, onde sabemos que o inconsciente coletivo pode pender para a selvageria quando incitadas para isso”.

O texto do pedido de cassação, direcionado à Mesa Diretora e Conselho de Ética e Decoro da Câmara dos Deputados, solicita ainda que seja instaurado um processo para verificação de fatos e produção de provas que ateste a “falta de decoro e ética” e argumenta que “qualquer cidadão é parte legítima para requerer que a Mesa Diretora represente contra um deputado”.

Ao bahia.ba, a assessoria do deputado informou que Kannário não vai mais comentar o assunto. Procurada pela reportagem, a Polícia Militar informou que não foi oficialmente comunicada “sobre a existência do documento”.

Nenhum comentário: