No horário eleitoral que começa amanhã, Denice é quem enfrenta o maior desafio

Foto: Divulgação

De todas as candidaturas à Prefeitura de Salvador, a que enfrenta o maior desafio no horário eleitoral que começa nesta sexta-feira é exatamente a da major Denice Santiago, do PT.

Candidata in pectore do governador Rui Costa, Denice precisa, desesperadamente, se firmar como pólo adversário do candidato do prefeito ACM Neto (DEM), Bruno Reis, favorito na disputa.

Mas, para isso, terá, primeiro, que ultrapassar a barreira formada pelos aliados de seu padrinho político que são, no entanto, também seus adversários.

Pastor Sargento Isidório (Avante), Olívia Santana (PCdoB) e Bacelar (Podemos) têm até aqui demonstrado mais substância eleitoral do que a petista.


Denice paga o preço da forma como foi envolvida – pelo próprio governador – no processo de largar uma bem sucedida carreira como militar para entrar numa disputa majoritária de porte.

A única forma de ela tirar o ‘atraso’ na propaganda oficial será usando ao máximo a figura de Rui, que, por vinculação partidária, como manda a legislação, só poderá aparecer em seu programa.

Sem o governador podendo pedir votos para eles, os demais terão que rebolar para compensar o ‘abandono político’ de Rui que a legislação eleitoral respalda.

Fiel ao folclorismo, Isidório já fez um video ‘todo torto’ para usar na campanha que viralizou nas redes. Mas nem Olívia nem Bacelar poderão se dar ao mesmo desfrute.

Neste sentido, a luta de ambos – em especial de Bacelar, que tem metade de um minuto – pode, num certo sentido, se assemelhar à de Denice, sobre quem, no entanto, recairá a obrigação de liderar na oposição.

Quanto a Bruno, está longe de poder ficar parado, mas não poderá mesmo abrir mão da estratégia de se vincular, na medida do que puder, ao prefeito, possivelmente o maior eleitor de Salvador.

Nenhum comentário: