FGTS: Caixa ainda vai pagar mais um lote de até R$ 1.045 em 2 dias


Os beneficiários vão contar com o valor disponível em conta poupança social da Caixa. Ele poderá ser usado em pagamento de boletos ou compras pelo cartão de débito virtual e QR Code.

O Governo Federal vai liberar, daqui a 2 dias, um novo lote do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), na modalidade emergencial. Os depósitos serão feitos aos nascidos em dezembro.

A última liberação aconteceu na última segunda-feira (14). O benefício foi liberado para quem nasceu em novembro. Saiba quais são os pagamentos que ainda serão efetuados em setembro:
21 de setembro: nascidos em dezembro

Os beneficiários terão o valor disponível em conta poupança social da Caixa. Ele poderá ser usado em pagamento de boletos ou compras pelo cartão de débito virtual e QR Code.

Os saques em espécie e transferência para outra conta do FGTS de nascidos em janeiro, fevereiro, março e abril já podem ser feitos.

Neste sábado, dia 19 de setembro, os valores serão liberados para saques em espécie aos nascidos em maio.

O saque emergencial do FGTS foi criado para para ajudar os trabalhadores durante pandemia do novo coronavírus e tem o limite de R$ 1.045, que pode ser de conta ativa ou inativa. Veja o calendário que o valor estará disponível em conta digital e o calendário de saque e transferência abaixo.
Calendário de pagamento

29 de junho: nascidos em janeiro
6 de julho: nascidos em fevereiro
13 de julho: nascidos em março
20 de julho: nascidos em abril
27 de julho: nascidos em maio
3 de agosto: nascidos em junho
10 de agosto: nascidos em julho
24 de agosto: nascidos em agosto
31 de agosto: nascidos em setembro
8 de setembro: nascidos em outubro
14 de setembro: nascidos em novembro
21 de setembro: nascidos em dezembro
Calendário de saque e transferência
25 de julho: nascidos em janeiro
8 de agosto: nascidos em fevereiro
22 de agosto: nascidos em março
5 de setembro: nascidos em abril
19 de setembro: nascidos em maio
3 de outubro: nascidos em junho
17 de outubro: nascidos em julho
17 de outubro: nascidos em agosto
31 de outubro: nascidos em setembro
31 de outubro: nascidos em outubro
14 de novembro: nascidos em novembro
14 de novembro: nascidos em dezembro
Saque emergencial do FGTS de R$1.045
A Caixa liberou o calendário de pagamentos de R$1.045 do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Os depósitos começaram no dia 29 de junho e seguirão válidos até 21 de setembro, conforme nascimento dos trabalhadores.

No entanto, quem receber terá que esperar semanas ou até meses para sacar o dinheiro.

O Governo anunciou em abril que liberaria um saque emergencial do FGTS para apoiar os trabalhadores durante a crise causada pela pandemia do novo coronavírus.

Têm direito ao dinheiro trabalhadores que possuem contas ativas (do emprego atual) ou inativas (de empregos anteriores) no FGTS. A data em que o valor cai na poupança digital depende do mês de aniversário do trabalhador.

Calendário de saque e transferência

25 de julho: nascidos em janeiro
8 de agosto: nascidos em fevereiro
22 de agosto: nascidos em março
5 de setembro: nascidos em abril
19 de setembro: nascidos em maio
3 de outubro: nascidos em junho
17 de outubro: nascidos em julho
17 de outubro: nascidos em agosto
31 de outubro: nascidos em setembro
31 de outubro: nascidos em outubro
14 de novembro: nascidos em novembro
14 de novembro: nascidos em dezembro
Saque emergencial do FGTS de R$1.045

A Caixa liberou o calendário de pagamentos de R$1.045 do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Os depósitos começaram no dia 29 de junho e seguirão válidos até 21 de setembro, conforme nascimento dos trabalhadores.

No entanto, quem receber terá que esperar semanas ou até meses para sacar o dinheiro.

O Governo anunciou em abril que liberaria um saque emergencial do FGTS para apoiar os trabalhadores durante a crise causada pela pandemia do novo coronavírus.

Têm direito ao dinheiro trabalhadores que possuem contas ativas (do emprego atual) ou inativas (de empregos anteriores) no FGTS. A data em que o valor cai na poupança digital depende do mês de aniversário do trabalhador.
https://news.google.com/

Nenhum comentário: