CNJ pede apuração sobre bônus para desembargadores do TJ-SP

 Com salários de 35.462,22, magistrados receberiam bônus para exercer funções consideradas básicas dos cargos

Foto: Gil Ferreira/Agência CNJ

A Corregedoria Nacional de Justiça foi acionada pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) para apurar os atrasos que têm ocorrido em julgamentos feitos pelo Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP).De acordo com a coluna Painel, da Folha de S.Paulo, o acúmulo de processos foi utilizado como justificativa para criar 19 câmaras que pagariam até R$ 100 mil para desembargadores.

A medida foi suspensa após ter sido revelada pela Folha. O salário dos magistrados paulistas é de R$ 35.462,22. Com penduricalhos, ficaria em R$ 56 mil.

O benefício seria dado aos desembargadores que trabalhariam para reduzir o acervo de mais de 120 mil processos pendentes, mas críticos rebateram que eles ganhariam bônus para exercer a função básica dos cargos.

Nenhum comentário: