Presidente do HSBC aceita convite do governo para assumir Banco do Brasil



                                     Foto: Edilson Rodrigues/ Agência Senado

O presidente do banco HSBC no Brasil, André Brandão, aceitou o convite do governo Jair Bolsonaro para substituir Rubem Novaes na presidência do Banco do Brasil. Uma fonte da equipe econômica relatou ao G1 que ainda faltam detalhes burocráticos para o anúncio oficial.

Segundo a publicação, pesaram a favor da escolha de Brandão seu perfil semelhante ao do presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto: banqueiro jovem, experiente, técnico, discreto e apolítico. A descrição foi feita pela própria fonte.

Brandão atua no mercado financeiro há mais de 20 anos, com experiência no Citibank. Já no Grupo HSBC, Brandão passou a fazer parte no final de 1999, quando ingressou na área de renda fixa, vendas e câmbio.

Em 2001, o banqueiro assumiu a Diretoria de Tesouraria e, posteriormente, foi promovido a Diretor-Executivo de Tesouraria. Antes de chegar à presidência do banco, em 2012, Brandão foi diretor da área de mercado para toda a América Latina.

Nenhum comentário: