Morte de ex-deputado Nelson Meurer na prisão revolta seu advogado

Morte de ex-deputado Nelson Meurer na prisão revolta seu advogado

Após atuar na defesa do deputado Nelson Meurer (PP-PR), que morreu na cadeia aos 78 anos, vítima de Covid-19, o advogado Michel Saliba está entre aqueles que não se conformam com a atitude do ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), que por três vezes se negou a permitir que o ex-deputado, cheio de comorbidades e já infectado, pudesse se submeter a tratamento da doença fora da prisão. Saliba lembra que o Estado tem a obrigação de garantir a integridade, a saúde e a vida dos presos, “daí a minha grita”, diz, inconformado.

Além dos 78 anos, Meurer era hipertenso, diabético e havia sido operado do coração. Mas Fachin recusou três vezes prisão domiciliar para ele.

O deputado Ricardo Barros (PP-PR) foi duro ao denunciar que o “ativismo político” de Fachin “matou Nelson Meurer”.

Barros disse que mais de 130 presos do mesmo presídio foram liberados pelo juiz de execuções, mas este não tinha jurisdição no caso Meurer.

Por: Diário do Poder

Nenhum comentário: