Depoimento de Moro na PF de Curitiba durou mais de 8 horas

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
O depoimento do ex-ministro da Justiça Sergio Moro, na sede da Polícia Federal em Curitiba, durou mais de oito horas e só foi encerrado na noite de sábado (2).

Ele foi ouvido no inquérito que apura as acusações que fez ao sair do governo Jair Bolsonaro. Ele chegou ao local por volta das 13h15, mas entrou pelos fundos, frustrando a expectativa de manifestantes que apoiavam o ex-juiz e que apoiavam o presidente.

O depoimento começou por volta das 14h e acabou perto das 22h. À noite, foram pedidas pizzas no prédio da PF para servir as equipes. Moro acabou saindo do edifício apenas por volta da 0h20 de domingo (3), sem falar com a imprensa.

Além de reiterar as acusações feitas ao sair do governo, Moro disse que apresentaria novas provas do que havia afirmado sobre a tentativa de ingerência de Bolsonaro na Polícia Federal. O presidente, disse ele ao pedir demissão, queria a troca de comando para ter acesso a investigações em andamento.
Diante disso, o procurador-geral da República, Augusto Aras, pediu a abertura de um inquérito para apurar o caso, o que foi aceito pelo Supremo Tribunal Federal (STF). As informações são da Folha de S.Paulo.

Nenhum comentário: