Mandetta diz que não vai aceitar convite de estados e DEM quer projeto nacional a ministro

Luis Henrique Mandeta
Na conversa em que anunciou que seria demitido, Luiz Henrique Mandetta (Saúde) afirmou à sua equipe que não aceitará convites de governos estaduais ao deixar o cargo. Ronaldo Caiado (DEM-GO) e João Doria (PSDB-SP) demonstraram interesse no ministro. Mas para o DEM, partido de Mandetta, uma ação desse tipo poderia dar a impressão de que ele estava trabalhando politicamente no ministério. A direção da legenda quer que ele tenha algum papel nacional após a saída.

Na conversa, revelada pelo Painel, o ministro disse aos integrantes da pasta que os apoiaria na decisão que tomassem, de permanecer na equipe de quem chegar em seu lugar ou de topar uma proposta de um governador.

Segundo integrantes do DEM, a decisão de Mandetta de rejeitar convite de estados pós-ministério já estava tomada desde a semana passada, o que deixou o ministro à vontade para dar a entrevista ao Fantástico da residência oficial do governo de Goiás.

Deputados que participaram de uma reunião com Mandetta, nesta quarta (15), notaram a ausência de Osmar Terra (MDB-RS) no encontro. Principal crítico do ministro, o parlamentar esteve presente nas reuniões da comissão que acompanha o combate à doença.

Painel/Folha de Foto: Dida Sampaio/Estadão

Nenhum comentário: