Aras afirma que pode ingressar na Justiça contra Bolsonaro por isolamento

Foto: Roberto Jayme/Ascom-TSE
O procurador-geral da República, Augusto Aras, afirmou em entrevista ao jornal O Globo que é “extremamente injusta” a crítica de que tem sido omisso em meio à crise do coronavírus.

Ele, que foi indicado por Jair Bolsonaro (sem partido) ao cargo, disse ainda que as manifestações do presidente estão resguardadas pela liberdade de expressão e pela imunidade do cargo.

Aras ressaltou que poderá acionar a Justiça se Bolsonaro “vier a baixar um decreto contrariando a orientação da horizontalidade”, referente ao isolamento social defendido pelo Ministério da Saúde.

Nenhum comentário: