Presidente do Senado pretende convocar general Heleno para explicar declaração

O ministro do GSI general Augusto Heleno| Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
O ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general Augusto Heleno, deve ser convocado pelo Senado para explicar declaração em que acusou o Congresso de chantagear o governo de Jair Bolsonaro. O presidente da Casa, Davi Alcolumbre (DEM-AP), pretende pautar logo na primeira sessão após o Carnaval, que deve acontecer em 3 de março. A informação é do jornal Folha de S. Paulo.

O requerimento foi protocolado pelo líder petista no Senado, o senador Rogério Carvalho (SE), nesta quarta-feira (19). A aprovação do pedido é por maioria simples, ou seja, a maioria dos senadores presentes. De acordo com o senador, é importante que o ministro do GSI compareça ao Senado Federal para que “ele possa explicar que tipo de chantagem e quem está chantageando o governo no Congresso”.

A fala do general irritou o presidente do Senado, Davi Alcolumbre, que se manifestou por nota e chamou de “ataque à democracia”.

Ainda segundo ele, ““nenhum ataque à democracia será tolerado pelo Parlamento. O momento, mais do que nunca, é de defesa da democracia, independência e harmonia dos Poderes para trabalhar pelo país. O Congresso Nacional seguirá cumprindo com as suas obrigações”.

Nenhum comentário: