Defensor de domésticas nas praias do Nordeste, Guedes passou últimas férias em Miami

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil
Após fazer uma enfática defesa das “praias bonitas” do Brasil, na mesma ocasião em que declarou que o dólar baixo levava até empregadas domésticas à Disney, o ministro Paulo Guedes (Economia) não seguiu a recomendação nas suas férias.

Segundo a coluna Painel, da Filha, parte do descanso de Guedes foi em… Miami.

‘Uma festa danada’

Na quarta-feira (12), em discurso Seminário de Abertura do Ano Legislativo da Revista Voto, em Brasília, Guedes mencionou que, nos períodos em que o real esteve mais valorizado, empregada doméstica estava indo para a Disney, “uma festa danada”. Para ele, o dólar um pouco mais alto é bom para todo mundo.

A afirmação foi feita no mesmo dia em que a moeda norte-americana atingiu R$ 4,35, novo recorde nominal —foi o quinto pregão seguido de alta. Em 2020, o dólar acumula valorização d e 8,4% ante o real.

“Não tem negócio de câmbio a R$ 1,80. Vamos importar menos, fazer substituição de importações, turismo. [Era] todo mundo indo para a Disneylândia, empregada doméstica indo para a Disneylândia, uma festa danada”, disse Guedes.

“Câmbio um pouquinho mais alto é bom para todo mundo, mais exportação, mais substituição de importações”, afirmou.

Em seguida, o ministro reestruturou sua fala sobre as domésticas.

“Vão dizer ‘ministro diz que empregada doméstica estava indo para Disneylândia’. Não, o ministro está dizendo que o câmbio estava tão barato que todo mundo mundo estava indo para a Disneylândia”, prosseguiu, sugerindo que as pessoas façam turismo no Brasil.

Nenhum comentário: