PSB prefere Bellintani a Lídice para eleger bancada à Câmara Municipal

Foto: Divulgação
Apesar de o nome da deputada federal Lídice da Mata surgir como principal alternativa a um eventual recuo do presidente do Esporte Clube Bahia, Guilherme Bellintani, em se filiar ao PSB, o dirigente continua forte na bolsa de apostas do partido com vistas à sucessão do prefeito ACM Neto (DEM) em 2020. Conforme socialistas revelaram à reportagem, essa seria uma garantia de elevar o número de eleitos na Câmara de Salvador – atualmente o partido só possui Silvio Humberto.

“Levando em conta que a legenda só possui um medalhão eleito que é Silvio Humberto, chegar com o novo tornaria a disputa mais leve, tranquila”, disse uma fonte do Política Livre, relembrando que ainda em 2016 o PSB deu largada na experiência de ter uma chapa própria de vereadores, sem coligação, diferente da maioria dos outros partidos, que agora terão que se desdobrar para atingirem o quociente eleitoral.

Com isso, o palpite é que tendo um candidato à prefeito competitivo, o partido elegerá mais de cinco vereadores. “E se o nome for Bellintani esse número sobe ainda mais”, arriscou um outro socialista.

Quatro nomes despontam como os mais fortes até agora: o principal é o do vereador Silvio Humberto, e o segundo é o do secretário-geral do PSB, Rodrigo Hita, que assumiu o comando da Fundação Luís Eduardo Magalhães (FLEM). Em seguida aparecem figuras como o vereador Trindade, que já é detentor de mandato e deve se filiar à sigla, bem como o ex-vereador Lessa, que tem o apoio forte do deputado federal Marcelo Nilo e do estadual Marcelinho Veiga. Além desses, surgem como novidades o jornalista Gusmão Neto, assessor e homem de confiança da deputada Fabíola Mansur, e o líder comunitário Samuel Nonato, que é ligado ao Sinpojud.

O PT, entretanto, com a benção do ex-presidente Lula, pensa em atrair o presidente do Bahia para o grupo petista como forma de mobilizar a militância em torno de seu nome. 

Fernanda Chagas

Nenhum comentário: