Operação Faroeste: Juiz preso por venda de decisão movimentou 14,1 milhões de reais

Foto: Divulgação
O juiz Sérgio Humberto de Quadros Sampaio, preso neste sábado (23) pela PF em um desdobramento da Operação Faroeste (veja aqui), movimentou 14 milhões de reais desde 2013. Em créditos em suas contas, nesses anos, foram computados 7 milhões de reais. De acordo com a revista Crusoé, na decisão em que autorizou a Operação Faroeste, o ministro Og Fernandes, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), cita um relatório produzido pelos investigadores sobre o juiz Sergio Humberto de Quadros Sampaio. O documento resume as transações financeiras do magistrado suspeito de vender decisões judiciais de interesses de grileiros do oeste da Bahia.

Nenhum comentário: