12/12/2017

Deus fala ao seu coração pela palavra.

FOTO: Eduardo Pinto
“Comecei a assistir ao Apóstolo, que dizia para que eu não fizesse mais isso, como se ele falasse comigo sem me conhecer”
“Eu tentei suicídio três vezes, de tanto sofrimento que eu passava. Pedi muitas vezes a Deus para morrer”, conta Nedina Ferreira Lemes, de 37 anos, moradora de Rio dos Pais, Tocantins. “Era uma depressão profunda que me impelia a tentar tirar a minha própria vida, por achar que não conseguia nada, que a minha vida não tinha valor ou diferença.

Na primeira vez, tentei o suicídio com cordas, para me enforcar, mas o galho da árvore rompeu antes e eu fui encontrada pelo meu esposo. Na segunda vez, eu tentei cortar os pulsos, mas o meu filho pequeno chegou na mesma hora e me impediu de me cortar tão fundo. Na terceira vez, eu tomei veneno e acetona, mas não fizeram efeito em mim, que nem no hospital fui parar.

Muitas foram as vezes que, dirigindo, soltei o volante do carro, para ver se ele capotava ou batia, tentei lançar o carro em um buraco e meu esposo tomou a direção e impediu que nós morrêssemos. Passei sete meses sem dormir, sem paz. Tanto fiz que meu esposo quis separar de mim.
A minha vida estava destruída, quando eu encontrei o programa de televisão da Igreja Mundial do Poder de Deus e comecei a assistir ao Apóstolo, que dizia para que eu não fizesse mais isso, como se ele falasse comigo sem me conhecer. Avivou a minha fé e, na mesma hora, senti como se algo me deixasse, saísse da minha vida e a minha depressão e meu sofrimento acabaram naquele mesmo dia. Desde então, fui liberta em nome de Jesus e a minha vida mudou tanto, que glorifico a Deus por esta obra e por tudo o que foi feito por mim”.
Matéria de: Victor Wanderley Corrêa

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente esta matéria.