Lívia Andrade vê 'espírito' durante conversa com fãs: "Não durmo hoje"

Na madrugada desta quarta-feira (29), a atriz Lívia Andrade decidiu fazer um live em suas redes sociais para conversar com os fãs, mas acabou sendo surpreendida. A contratada do SBT ficou bastante assusta ao ter visto um 'fantasma' durante a gravação do vídeo.
"Eu não durmo, nem vocês! Estava eu fazendo uma live aqui, quando começaram a dizer que tinha uma pessoa atrás de mim no corredor, eu achei que era zoeira da galera só pra me assustar, mas a Erika Luccio conseguiu tirar um print e me mandou! Não foi uma aparição rapida porque várias pessoas viram, tipo... foi selfie com fantasma! Conclusão TO COM MEDO PRA CARAI", escreveu a morena.
Lívia depois publicou uma imagem da 'aparição' em seu Instagram e contou sobre o espírito: "Não sei se conseguem ver, mas eu vejo um homem, cabeçudo por sinal, camisa branca de manga longa até os joelhos, pernas finas. Parece que segura algo preto nas mãos e está no batente da porta. Quando eu vejo algo, eu acho que vejo, acho que foi impressão, reflexo ou imaginação... mas quando isso é registrado e outras pessoas presenciam aí é pra tremer na base mesmo", contou:
(Fonte: Noticias ao minuto)

O MILAGRE É GRATUITO “Gastamos muito e não conseguimos resultado nenhum com a medicina”.

FOTO: Eduardo Pint
Uma dermatite crônica quase arruinou a vida de Clemência Pereira Coelho, moradora de Itapirobia, Interior de Minas Gerais. “A doença começou e durou por quatro meses, mais ou menos. Eu fiquei cheia de marcas, de vermelhidões, que fechavam meu olho, feria minha pele, eram como queimaduras. Ardiam, doíam e davam tanta vergonha. Eu não conseguia me olhar no espelho, que dava desgosto, clamava pela piedade de Deus. Não queria que ninguém me visse, evitava as pessoas”, conta Clemência.
Sua filha, Júbia Pereira Coelho, 42 anos, explica que a família corria por solução. “Primeiro tentamos buscar os recursos da medicina, visitamos muitos médicos, sem nenhuma resposta, tudo em vão. Gastamos muito e não conseguíamos resultados. Foi então que decidi que buscaria por ela em Deus”.
Júbia viajou até São Paulo, para vir representar sua mãe perante a Deus na Cidade Mundial dos Sonhos de Deus do Brás, Zona Leste paulista. “Ela não podia vir pelo estado de saúde, então eu vim, trouxe vestimentas dela para que o Apóstolo tocasse durante a imposição de mãos e, depois que as roupas foram tocadas, ela começou a melhorar. Hoje, ela não tem mais nada, para glória de Deus”.

Matéria de: Victor Correa

A PROVIDÊNCIA DE DEUS MUDA TUDO. De desempregada a empresária, pela misericórdia de Jesus.

FOTO: Eduardo Pinto
“A minha vida toda mudou através deste ministério”, conta a empresária Marlize Librelatto Masiero, de 44 anos, moradora de Francisco Beltrão, Paraná.

“Eu estava desempregada, com a vida financeira derrotada e sem nenhum recurso, sem saber o que seria da minha vida. Foi quando minha mãe conheceu a Igreja Mundial do Poder de Deus pela televisão, oito anos atrás. Ela me chamou e, juntas, pedimos um carnê da Oração Incessante para ajudar a manter esta obra ativa”.

Depois que Marlize começou a contribuir e ofertar, tudo mudou. “Deus entrou com providência, hoje, pela misericórdia do Senhor, construo um prédio no valor de um milhão de reais, ando de carro zero quilômetro que Jesus me deu, além de desfrutar de uma vida abençoada, feliz e cheia de paz. Sou muito grata a Deus e a este ministério”.

Matéria de: Victor Correa

Salvador recebe neste sábado culto de primeira igreja LGBT do Brasil

Foto: Divulgação
A Igreja Cristã Contemporânea realizará neste sábado (25), às 19h30, em Salvador, o “Culto da Gratidão”. Com o tema “Sorria, Bahia! Jesus te aceita!”, o ato religioso acontecerá na Associação de Funcionários Públicos do Estado da Bahia, na rua Carlos Gomes, nº 85, no bairro de Dois de Julho. O culto será conduzido pelos pastores Marcos Gladston e Fábio Inácio. Seguidora da denominada “teologia inclusiva”, a igreja propõe ser “a representação do amor incondicional de Deus por um por um povo que sofria a dor da exclusão”, como os homossexuais, caso do fundador da congregação, pastor Marcos Gladstone. “Ele [pastor] se converteu ao Evangelho do Senhor Jesus aos 14 anos de idade, e cresceu na fé dentro da Igreja Evangélica Congregacional e como a maior parte dos membros do nosso ministério, viveu um grande dilema: era homoafetivo e a única resposta dada pela igreja era que isso é condenado pela Bíblia”, afirma relato que consta no site da igreja. Ao contrário de denominações tradicionais, a congregação afirmou que “não é pecado nem a heterossexualidade, nem a homossexualidade”. “Não se restringindo à dita ‘família tradicional’, mas assim como Deus chamou a Abraão e disse: ‘em ti serão benditas TODAS as famílias da terra’ entendemos que aqui foi incluído pelo Senhor aquelas formadas por pares do mesmo sexo. A Igreja Cristã Contemporânea investe muito na preparação de relacionamentos entre iguais por discernir sua importância na realização do indivíduo como ser humano quanto por entender que a família é também o maior projeto de Deus para homoafetivos”, diz o site.
Unlabelled

Assembleia de Deus articula criação de novo partido político no Brasil

Ronaldo Fonseca será presidente do partido | Foto: Agência Câmara
A maior igreja evangélica do Brasil, a Assembleia de Deus, articula a criação de um novo partido político no país: é o Partido Republicano Cristão (PRC). De acordo com o presidente da sigla, deputado Ronaldo Fonseca (Pros-DF), coordenador da bancada de 24 deputados ligados à igreja, já foram registradas 300 mil assinaturas pela criação do partido – o TSE exige 486 mil. Segundo a Folha de S. Paulo, a principal bandeira da agremiação será a família. “Aquela chamada tradicional, com o princípio básico bíblico da família hétero", afirma o pastor Lélis Marinhos, coordenador política da convenção das ADs. A ideia é protocolar o pedido de criação do partido no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) até o fim deste ano e investir em quadros no Legislativo para 2018. O número da sigla deve ser 80. O deputado Fonseca estima que o PRC já saia com uma bancada de pelo menos 20 deputados, que em março de 2018 poderão se aproveitar de uma janela da Justiça que autoriza o troca-troca partidário sem sanções eleitorais. Ele foi um dos signatários de um relatório a favor de Eduardo Cunha (PMDB-RJ), em 2016, quando o ex-parlamentar presidia a Câmara e tentava barrar sua cassação na Casa. Os dois congregam na Assembleia de Deus. Entretanto, não é todo líder da igreja que concorda com a vida partidária. Silas Malafaia, por exemplo, é um deles. "A hora em que ela quer se meter em fazer partido político, perde sua essência. Aí, minha filha, a gente vai se perder", diz o pastor, que, contudo, apoia o apadrinhamento de candidatos. Seu próprio irmão, Samuel Malafaia, é deputado estadual no Rio.

Colômbia: Essa é a Igreja Sofredora

 15 março 2017
Colômbia é um país marcado por mais de 50 anos de guerra, com 6,5 milhões de refugiados internos. Entre eles, há milhões de cristãos que, apesar de todas as dificuldades, não perdem a esperança e o amor pelo evangelho. “Nesse tempo no país, conhecemos, convivemos e apoiamos indígenas, refugiados, viúvas e pastores perseguidos que nos emocionam com suas historias de fé. São verdadeiros heróis que, muitas vezes, caminham horas para pregar a palavra ‘na toca do lobo'”, contam nossos missionários. É por causa desses heróis e heroínas que continuamos nossa missão na Colômbia. Dentre muitas histórias, uma das mais significativas é essa que nossos missionários contam:
“Uma bicicleta velha, meio enferrujada, encostada do lado de fora nas tábuas pregadas à mão que compunham a ‘parede’ da casa. Essa foi à primeira cena que nos deparamos momentos antes de entrarmos na casa do pastor João* e conhecer sua família, sua história. Já havíamos escutado sobre ele, mas aquele foi o primeiro encontro! Ele faz parte do projeto de Sustento Familiar que apoiamos, onde famílias refugiadas cultivam o próprio alimento. Enquanto a primeira colheita não chegava, sempre que podíamos levávamos uma cesta básica.
Ao entrar na casa, na varanda de chão de terra batida, simples e muito limpa, fomos recebidos com um sorriso acolhedor, daqueles que te deixam bem à vontade. Sentamos pra ouvi-lo sobre como tinha chegado ali: ele, a esposa e o filho especial foram perseguidos, ameaçados de morte e expulsos de onde viviam por grupos armados. Foi necessário que uma escolta do exército os acompanhassem enquanto deixavam toda uma vida para trás. Apenas com a roupa do corpo e nada mais, seguiram para recomeçar a vida.
Com o contato de um pastor que trabalha ajudando refugiados internos, João e sua família conseguiram um lugar para ficar. Essa poderia ser mais uma história triste, de pessoas que passariam a vida se lamentando por perder tudo, mas o pastor João tinha consciência de que tudo o que ele precisava tinha ido com eles.
Sem se intimidar, e com um amor transbordante, decidiu continuar pregando para os perdidos, justamente em outra região dominada por grupos armados! Com a bicicleta velha, aquela que vimos na porta da casa, e algumas dores da idade, ele percorre 12 quilômetros até chegar à igreja que iniciou com bancos de madeira ao ar livre, entre as bananeiras. Muitas vezes, vai a pé por causa do estado precário da bicicleta. Fomos com ele até o local da igreja e encontramos jovens com corações sedentos, quebrantados, cheios de fé.
Homens como o pastor João, dispostos a servir a Deus, preocupados em estabelecer o Reino nessa Terra e que não medem esforços pra cumprir seu chamado mesmo que isso custe a própria vida. É isso o que nos impulsiona a continuar, é a razão por estarmos hoje na Colômbia. É a igreja sofredora que esquece a sua dor para levar esperança e novidade de vida!
Faça parte dessa história conosco: clique aqui e seja parceiro da MAIS.
*Nome fictício por questão de segurança do pastor e sua família.

Salvação através do amor.

FOTO: Eduardo Pinto
“Eu vivi seis anos na Cracolândia, escrava das drogas e dos vícios”, conta a jovem Stephany Medeiros da Silva, de 19 anos. “Eu saí de casa aos treze anos de idade e vivi na rua por todo esse tempo, viciada nas drogas, que eram meu único alimento”, confessa ela, que chegou a pesar quarenta quilos apenas. “Eu bebi por sete anos e usava drogas de dia, de tarde e de noite, não havia horários e eu não era feliz, cheguei a tentar o suicídio, vivia em desespero completo, não tinha esperança de uma vida diferente, melhor”.

A tia de Stephany, Josilene Medeiros Herculana, conta que, enquanto Stephany vivia longe da família, ela e a mãe da jovem buscavam por sua vida junto a Deus. “Clamávamos, não desistíamos e esperávamos qualquer tipo de notícia que fosse, desde que soubéssemos o que havia acontecido com ela, que houvesse paz para o nosso coração. Nosso pedido para com Deus era o de reencontrar ela bem, viva e feliz”.


Foi durante uma das atividades de assistência social realizada pelo AMAS – Associação Mundial de Assistência Social – que Stephany vivenciou um encontro com Jesus Cristo. “Eles foram levar uma sopa para nós, moradores de rua, roupas e alimentos. Levavam folhetos, livros e testemunhos, louvores e uma palavra de amor e de esperança para nós, em nome de Jesus”, relata Stephany, que se converteu a Jesus através do trabalho de evangelização do AMAS junto à essas doações. “Recebi a minha libertação naquele dia, no momento em que aceitei a Jesus Cristo como meu Salvador e decidi que nunca mais usaria drogas. Deus me deu forças e me libertou.
Hoje, sou batizada nas águas, convivo com meus parentes, tenho uma vida como nunca antes imaginei e sou feliz. Agora, ajudo nas evangelizações e nos trabalhos de rua e digo a todos: não desistam de seus parentes, continuem a buscar em favor deles, porque Deus é fiel para fazer o milagre na vida de sua família”.

Matéria de: Victor Correa

Unlabelled

Assim foi o Domingo do Senhor na "IMPD" em Ipiaú: tudo para Honra e Gloria do Senhor Jesus.


Mais um domingo abençoado na "Igreja Mundial do Poder de Deus em Ipiaú" Culto de adoração e louvor, com Ministração da Santa Ceia, às 08:00 horas, "Batismo" às 10:00 horas, Reunião de Obreiros as 15:00 horas e fechando com o ultimo Culto de adoração e louvor, com Ministração da Santa Ceia do Senhor Jesus às 19:00 horas; Tudo para a Honra e Glória do Senhor Jesus Cristo: Que abençoe sempre este Casal incansável enviado pelo Apostolo Waldemiro Santigo para abençoar este município, Pr José Carlos e a Missionária Anna Nascimento: " E ninguém toma para si esta honra, senão o que é chamado por Deus, como Arão.                      
Hebreus 5:4



Tudo para Honra e Gloria do Senhor Jesus.

‘Ameaça espiritual’ é considerada crime de extorsão pelo STJ

Foto: Rafael Neddermeyer/ Fotos Públicas
Em decisão unânime, a Sexta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) considerou que a ameaça de uso de "forças espirituais" para constranger alguém a entregar dinheiro configura crime de extorsão - ainda que não tenha havido violência física ou outro tipo de ameaça. O caso aconteceu em São Paulo. Segundo o processo, a vítima contratou os serviços da acusada para realizar "trabalhos espirituais de cura". A ré teria induzido a vítima a erro e, por meio desses atos de curandeirismo, obtido vantagens financeiras de mais de R$ 15 mil. Tempos depois, quando a vítima passou a se recusar a dar mais dinheiro, a mulher a ameaçou. Segundo a denúncia do Ministério Público, a acusada pediu R$ 32 mil para desfazer "alguma coisa enterrada no cemitério" contra seus filhos. A ré foi condenada a 6 anos e 24 dias de reclusão, em regime semiaberto. No STJ, a defesa pediu sua absolvição ou a desclassificação das condutas para o crime de curandeirismo, ou ainda a redução da pena e a mudança do regime prisional. Segundo a defesa, não houve nenhum tipo de grave ameaça ou uso de violência que pudesse caracterizar o crime de extorsão. Tudo não teria passado de "algo fantasioso, sem implicar mal grave apto a intimidar o homem médio". Para o ministro Rogerio Schietti, relator da ação, os fatos narrados são suficientes para configurar crime de extorsão, previsto no artigo 158 do Código Penal. "A ameaça de mal espiritual, em razão da garantia de liberdade religiosa, não pode ser considerada inidônea ou inacreditável", disse. "Para a vítima e boa parte do povo brasileiro, existe a crença na existência de forças sobrenaturais, manifestada em doutrinas e rituais próprios, não havendo falar que são fantasiosas e nenhuma força possuem para constranger o homem médio", escreveu Schietti. Em relação à desclassificação das condutas para curandeirismo, previsto no artigo 284 do Código Penal, o ministro destacou o entendimento do Tribunal de Justiça de São Paulo de que a intenção da ré era, na verdade, enganar a vítima e não curá-la de doença. O STJ negou a revisão da pena da curandeira e determinou, ainda, sua execução imediata. Para Schietti, o tribunal paulista acertou ao considerar, no cálculo da pena, a fragilidade da vítima e os prejuízos psicológicos causados.
por Júlia Affonso e Fernanda Yoneya | Estadão Conteúdo

Unlabelled

Encerramento da Campanha 3 dia de "Portas Abertas" IMPD.

Pastor José Carlos 
Mais uma concentração em que Deus manifestou seu poder na vida dos seus filhos reunidos na Igreja Mundial do Poder de Deus em Ipiaú, pessoas que deram testemunhos de cura ao receber a Oração do Pastor José ao passar pelas portas neste ultimo dia de campanha das "Portas Abertas". Tudo para a Honra e Glória do Senhor Jesus: Igreja Mundial do Poder de Deus, Rua Walter Hohlenwerger, 13, antiga rua da batateira Ipiaú-BA.




Destaques