Vamos garantir que os serviços públicos não entrem em colapso’, diz Rui sobre greve

Vamos garantir que os serviços públicos não entrem em colapso’, diz Rui sobre greve

O governador Rui Costa (PT) voltou a se pronunciar sobre a greve dos caminhoneiros neste sábado (26). Em um vídeo divulgado em sua página do Facebook, o petista afirmou que o Brasil More »

Provas de concursos são adiadas devido a paralisação dos caminhoneiros

Provas de concursos são adiadas devido a paralisação dos caminhoneiros

Órgãos públicos com concursos previstos para este fim de semana decidiram adiar os processos em razão da paralisação nacional dos caminhoneiros. Apesar de acordo fechado na quinta (24) pelo governo federal com algumas entidades representativas da categoria, More »

Anistia Internacional condena uso de força contra caminhoneiros

Anistia Internacional condena uso de força contra caminhoneiros

Em nota, a Anistia Internacional afirmou na noite desta sexta-feira (25) que a “autorização e convocação do uso das Forças Armadas para desocupar as rodovias obstruídas por caminhoneiros em greve é extremamente More »

Governo anuncia fim da greve, mas protestos voltam a fechar rodovias

Governo anuncia fim da greve, mas protestos voltam a fechar rodovias

Os motoristas de caminhões e carretas retomaram os bloqueios na BA-526 (CIA-Aeroporto), BR-324 e BR-116 no fim da madrugada desta sexta-feira (25), embora o Governo Federal tenha anunciado na noite desta quinta More »

Gualberto volta a comentar desistência de disputar governo

Gualberto volta a comentar desistência de disputar governo

Com uma publicação nas redes sociais na noite desta quinta-feira (24), o deputado federal João Gualberto (PSDB) voltou a se manifestar sobre a desistência em disputar o governo do Estado. Ele tentará More »

 

As Prefeitas; Ana Cléia de Ibirataia e Suka Carneiro de Ubaitaba se reúnem com o Dep. Sandro Régis

Prefeita Suka, Dep. Sandro Régis e Ana Cléia

As Prefeitas Ana Cléia e Suka Carneiro, de Ibirataia e Ubaitaba respectivamente, estiveram no gabinete do Dep. Estadual Sandro Régis em Salvador nesta quarta-feira (21), onde na oportunidade o parlamentar reafirmou seu apoio a Ibirataia e Ubaitaba, além de tratarem de assuntos inerentes ao desenvolvimento dos municípios. “Agradeço ao Deputado Sandro Régis por sempre me receber e atender os meus pedidos, dessa forma quem ganha é Ibirataia, nós estamos trabalhando em prol do povo”, declarou a prefeita Ana Cléia.
ASCOM – PMI
Governo: Cuidando da Nossa Gente!

CBF divulga tabela da Série D do Brasileirão; confira os grupos dos times baianos

Foto: Lucas Figueiredo/ CBF

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) divulgou a tabela da Série D do Campeonato Brasileiro. A competição está prevista para começar nos dias 21 e 22 de abril. A decisão deve acontecer entre 29 de julho e 5 de agosto. Fluminense de Feira, Jacuipense e Vitória da Conquista disputarão o acesso à Série C do ano que vem.

O Jacuipense foi sorteado no Grupo A7, junto com ASA-AL, Central-PE e Sergipe. A estreia do Leão do Sisal será contra a equipe pernambucana, sendo o time baiano o mandante do jogo. No Grupo A8 está o Flu de Feira, que terá o Murici-AL, Campinense-PB e Flamengo-PE como adversários. Na primeira partida, o Touro do Sertão vai visitar o Campinense-PB. O Vitória da Conquista caiu no Grupo A9 e vai receber o Treze-PB na estreia. Santa Rita-AL e Itabaiana-SE completam a chave. A CBF não definiu os dias, horários e locais dos jogos da primeira rodada.  Clique aqui e confira a tabela.
O campeonato reunirá 68 equipes. Na primeira fase, elas serão divididas em 17 grupos regionalizados e 32 times se classificam, sendo 17 os melhores de cada chave e os 15 melhores segundos colocados. A partir da segunda fase, a competição segue no formato de mata-mata até a definição do campeão. Os quatro times que chegarão à semifinal garantem o acesso à Série C.
(Fonte: Bahia noticias)

PRB tem ‘tendência natural’ de repetir apoio ao prefeito ACM Neto em 2018, diz Tia Eron

Foto: Max Haack/ Ag Haack

Presidente do PRB na Bahia e secretária Municipal de Promoção Social e Combate à Pobreza, Tia Eron diz que há uma “tendência natural” de repetir o apoio partidário ao prefeito ACM Neto (DEM) em caso de uma possível candidatura ao governo do Estado. “Cada eleição é uma eleição, mas temos caminhado muito com ACM Neto”, comentou.

Mesmo assim, Tia Eron aponta que o caminho de Neto ainda é incerto. “Ele que é líder do processo ainda não falou nada sobre isso. Ele que possui legitimidade para falar sobre os próximos passos”, argumentou. Na Bahia, o PRB vem demonstrado uma aproximação com ACM Neto desde 2012, quando o democrata ainda era candidato a prefeitura de Salvador.

Na época a aposta da sigla, Márcio Marinho se juntou a Neto no segundo turno e, desde então, o PRB se manteve na base aliada do atual prefeito. Em 2016, o partido ameaçou partir essa aliança caso o chefe de gabinete de Neto, João Roma (PRB) não fosse indicado para vice durante a tentativa de reeleição do prefeito (leia aqui). Tia Eron, inclusive, chegou a ser cotada pela sigla como candidata à prefeitura de Salvador (veja mais).

A pressão não resultou em nada e Bruno Reis (PMDB) foi o escolhido. Após a reeleição, o prefeito indicou a deputada federal Tia Eron para a Secretaria Municipal de Promoção Social e Combate à Pobreza (Semps), além de outras funções nos primeiro e segundo escalão de Salvador estarem sob influência da PRB.
(Fonte: Bahia noticias)

Violência na BA é mais alarmante que no RJ, mas não precisamos de intervenção federal

Foto: Reprodução/ Fazendo Velas

A evolução dos índices de violência no Rio de Janeiro e na Bahia mostram que há uma diferença expressiva entre os dois estados. Enquanto os fluminenses assistiram uma redução paulatina dos índices, os baianos acompanharam assustados a nova configuração do quadro de homicídios ao longo dos últimos 20 anos, cujos dados foram compilados pelo IPEA no Atlas da Violência.

Apenas para ficar restrito a uma das variáveis, o número de homicídios, a Bahia registrou 39,5 mortes para cada 100 mil habitantes em 2015, frente aos 30,6 do Rio Janeiro. Em 1996, primeiro registro do Ipea, o número era bem diferente: 59,9 no Rio e 15,0 na Bahia. As razões para os números tão distintos são tão diversas que ficaria difícil exemplificá-las.

Vão desde a subnotificação no passado até a notificação com categorias distintas, como acontece atualmente. Essa última justificativa, inclusive, é uma das mais recorrentes da Secretaria de Segurança Pública da Bahia, que opta por questionar a origem dos números ao invés de provocar uma discussão sobre conteúdo dos mapas e atlas da violência disponíveis.

E a SSP, em certo ponto, está certa ao criticar a ausência de uniformização dos dados sobre o tema no Brasil. Cada estado trata, a seu bel prazer, as informações que deseja reportar, o que dificulta o tratamento sério de um dos maiores cânceres da sociedade brasileira: a violência. Nem por isso precisamos na Bahia de uma intervenção federal para tentar coibir o problema.

Essa é uma das razões pelas quais a intervenção no Rio de Janeiro não deveria ser levada completamente a sério. A situação lá sequer estava tão descontrolada como pregou o governo federal ao decretar o ato que transferiu a segurança pública para um comandante do Exército. O Estado do Rio de Janeiro faliu ao longo dos últimos anos em virtude dos próprios governantes, que ruíram qualquer perspectiva otimista de futuro.

Talvez nesse ponto governo e oposição na Bahia concordem: estamos longe do desgoverno que os fluminenses são vítimas (olha só, não eram os nordestinos que não sabiam votar?). Nessas horas, é até bom que os olhos do marketing federal estejam voltados para a imagem do Rio de Janeiro e não para os índices de violência.

Afinal, não queremos uma intervenção por aqui. Já nos basta a briga entre Rui Costa e ACM Neto no noticiário. Este texto integra o comentário desta quarta-feira (21) para a RBN Digital, veiculado às 7h e às 12h30, e para as rádios Excelsior, Irecê Líder FM e Clube FM.
Comentar

Bahia noticias

Argentina registra primeiro caso de ameba mortal que ‘come cérebro’

Foto: Reprodução / Clarín

A Argentina registrou o primeiro caso de uma ameba chamada Naegleria fowleri, que destrói o tecido cerebral e por isso é conhecida por “comer cérebros”. Segundo informações do jornal Clarín, um menino de oito anos morreu no país depois de contrair a ameba na localidade de General Arenales, localizada a cerca de 320 quilômetros da capital Buenos Aires.

Ele ficou infectado em uma lagoa em fevereiro do último ano. A ameba teria entrado pelo seu nariz e alcançou o cérebro. O garoto passou a registrar quadro de febre, vômitos e dor de cabeça, e morreu entre cinco e sete dias depois de registrar os sintomas.

Inicialmente, o caso foi diagnosticado como uma meningite. No entanto, a situação chegou ao conhecimento da Sociedade Internacional de Doenças Infecciosas, que identificou a ameba Naegleria fowleri. Ainda segundo o Clarín, esse tipo de infecção é raro. Entre 2007 e 2016, o Centros de Controle e Prevenção de Doenças relatou apenas 40 casos nos Estados Unidos.

Sessão do Congresso Nacional ao vivo.

Paulo Maluf é afastado do mandato por decisão do presidente da Câmara

Foto: Divulgação

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, anunciou nesta segunda-feira (19) o afastamento de Paulo Maluf (PP-SP) do mandato de deputado federal. Para substituí-lo, foi convocado o suplente imediato, Junji Abe (PSD-SP).

A decisão de Maia leva em conta ofício do ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), que comunicou o trânsito em julgado de acórdão condenatório de Maluf à pena privativa de liberdade de 7 anos, 9 meses e 10 dias de reclusão, em regime inicial fechado.

Rodrigo Maia informou que essa pena inviabiliza o regular exercício do mandato parlamentar por prazo superior a 120 dias.

Maluf está preso em Brasília desde dezembro no ano passado, quando o ministro Edson Fachin negou recursos da defesa e determinou o imediato cumprimento da pena de prisão pelo crime de lavagem de dinheiro entre 1998 e 2006, por meio de contas e fundos na Ilha de Jersey (Reino Unido).

Governo abre 2,7 mil novas vagas para o Partiu Estágio

Foto: Manu Dias / GOVBA

O Governo do Estado abre, nesta quarta-feira (21), 2.702 novas vagas para o Partiu Estágio. O edital do programa, que entra no segundo ano e já contratou 5 mil jovens no serviço público estadual, está disponível para consulta no site da Secretaria da Administração (Saeb). As inscrições podem ser feitas até o dia 12 de março, por meio do site do programa (www.programaestagio.saeb.ba.gov.br). 
O anúncio das vagas foi feito pelo governador Rui Costa, nesta terça (20), durante o #PapoCorreria, transmitido ao vivo pelo Facebook (facebook.com/ruicostaoficial). “O programa é aberto a estudantes de qualquer universidade, seja pública ou privada. São diversas áreas, de engenharia à saúde. Com o Partiu Estágio, nós unificamos a forma de seleção no Estado, com uma inscrição centralizada e dando prioridade a quem mais precisa. Com transparência absoluta, os jovens são selecionados a partir de critérios técnicos”, afirmou Rui. 
Podem se inscrever todos os universitários residentes na Bahia e regularmente matriculados em cursos presenciais de instituições estaduais, federais e privadas com sede na Bahia. É necessário ainda que o universitário tenha idade mínima de 16 anos e que tenha cumprido pelo menos 50% do curso de formação.
O Partiu Estágio é uma iniciativa da administração estadual baiana que garante acesso a oportunidades de estágio a jovens universitários de instituições federais, estaduais e privadas da Bahia que ainda não conseguiram se inserir no mercado de trabalho. É prioritário para estudantes inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico) e para aqueles que tenham estudado todo o ensino médio em escola pública ou com bolsa integral na rede privada.
Inscrições 
Os candidatos devem estar atentos às modificações no processo de inscrição. Inicialmente, é preciso acessar o site do programa, criar uma conta, informando CPF, nome, data de nascimento e e-mail. O sistema enviará para o e-mail cadastrado os dados para acesso ao sistema de inscrição.
De posse dos dados e de volta ao site de inscrição, o candidato deverá preencher os dados cadastrais e, posteriormente, escolher o curso e o órgão em que pretende estagiar, além de especificar o turno. Ele deve ficar atento ainda a um detalhe: apenas poderá escolher o curso e o órgão para estágio no município que estuda ou reside.
O candidato terá que identificar o curso no rol de vagas oferecidas pelos diversos órgãos da Administração Pública Estadual. Após essa identificação, o candidato poderá escolher até três opções de estágio. Na finalização do processo de inscrição, o candidato receberá, no e-mail cadastrado, o comprovante de inscrição.
 

Militares precisam de ‘garantia’ para agir sem risco de nova Comissão da Verdade, diz general

Foto: Agência Brasil

O comandante do Exército, general Eduardo Villas Bôas, afirmou nesta segunda-feira (19), durante reunião do Conselho da República, que era necessário dar aos militares “garantia para agir sem o risco de surgir uma nova Comissão da Verdade” no futuro, em menção à intervenção militar na segurança pública do Rio de Janeiro determinada pelo governo federal.

O general faz referência à Comissão da Verdade, criada durante o governo Dilma Rousseff para apurar casos de tortura e assassinatos durante o período da ditadura militar. Em outubro do ano passado, o presidente Michel Temer sancionou uma lei que passou o julgamento de crimes dolosos contra a vida por militares das Forças Armadas contra civis, ocorridos durante operações militares específicas, da Justiça Comum para a Justiça Militar da União.

O ministro da Defesa, Raul Jungmann, afirmou no encontro que é necessário não confundir o papel dos militares que estão atuando na intervenção com o papel da polícia. “Os militares não vão fazer ação que cabe à polícia”. Jungmann considera que há confusão sobre o papel do general Walter Braga Netto, devido ao acúmulo de duas funções: a de interventor e a de responsável pela condução da Garantia da Lei e da Ordem (GLO), que está em vigor no Rio de Janeiro desde o ano passado.

Um jovem de 22 anos, morador de Monte Claros, norte de Minas Gerais, morreu em Salvador após tomar a vacina da febre amarela.

Por: Reprodução

Um jovem de 22 anos, morador de Monte Claros, norte de Minas Gerais, morreu em Salvador após tomar a vacina da febre amarela. O caso está sendo investigada pela Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES). A suspeita é que o rapaz tenha morrido após complicações da vacina.

De acordo com o G1 Minas, o rapaz foi vacinado em Montes Claros e viajou para a cidade de Canarana, a 477 Km de Salvador, a trabalho, no fim de janeiro. Passados alguns dias, o rapaz se sentiu mal, apresentando vômitos. Ele foi internado em um hospital do município e em seguida foi transferido para a capital baiana, mas não resistiu e morreu no sábado (17).