Wagner diz que Rui ainda não fechou, mas cita Coronel como candidato

Wagner diz que Rui ainda não fechou, mas cita Coronel como candidato

Os arranjos para a definição da chapa que concorrerá às eleições de outubro ao lado do governador Rui Costa (PT) seguem a pleno vapor, mas a clareza da demarcação dos nomes tem More »

Wagner sobre ausência do PCdoB em forró: ‘Eu confesso que não entendi’

Wagner sobre ausência do PCdoB em forró: ‘Eu confesso que não entendi’

O ex-governador Jaques Wagner (PT), em conversa com o bahia.ba nesta terça-feira (19), se disse surpreso com a ausência da cúpula do PCdoB no “forró” do governador Rui Costa (PT) ocorrido na segunda (18). “Eu confesso More »

Fora de chapa, Lídice não vai a forró dos aliados

Fora de chapa, Lídice não vai a forró dos aliados

Derrotada na disputa pela última vaga na chapa majoritária liderada pelo governador Rui Costa (PT), a senadora Lídice da Mata (PSB) não irá ao forró dos aliados do petista na noite desta More »

Saques do PIS/Pasep colocarão R$ 34,3 bilhões na economia

Saques do PIS/Pasep colocarão R$ 34,3 bilhões na economia

A partir de hoje (18), os brasileiros com mais de 57 anos, que são titulares de contas inativas dos fundos dos programas de Integração Social (PIS) e de Formação do Patrimônio do More »

Orlando Tapajós morre aos 85 anos

Orlando Tapajós morre aos 85 anos

Morreu neste domingo (17), aos 85 anos, o construtor de trios elétricos Orlando Campos de Souza, conhecido como Orlando Tapajós. Ele estava internado no Hospital Teresa de Lisieux, no bairro do Itaigara, More »

 

Saques do PIS/Pasep colocarão R$ 34,3 bilhões na economia

Brasília – Pessoas enfrentam filas no primeiro dia de saque do FGTS de contas inativas (Antonio Cruz/Agência Brasil)

A partir de hoje (18), os brasileiros com mais de 57 anos, que são titulares de contas inativas dos fundos dos programas de Integração Social (PIS) e de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep), poderão sacar esses recursos.

Entre os dias 14 e 28 de setembro, a autorização será ampliada para todas as idades, diferentemente do que ocorria até então, quando o saque total só podia ser feito quando o trabalhador completasse 70 anos, se aposentasse, tivesse doença grave ou invalidez ou fosse herdeiro de titular da conta.

A mudança da regra ocorreu na última semana, quando o presidente Michel Temer assinou decreto que amplia as possibilidades de saque até o dia 28 de setembro. A estratégia do governo é impulsionar a economia, seguindo o modelo adotado na liberação de saques das contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), que representaram cerca de R$ 43 bilhões em movimentação.

Pelas contas do governo, 28,7 milhões de pessoas serão beneficiadas. Em cifras, são R$ 34,3 bilhões disponíveis para saque no Banco do Brasil e na Caixa Econômica Federal. Isto porque 3,6 milhões de pessoas já resgataram R$ 5 bilhões em recursos dos dois programas.

Quem tem direito

Tem direito ao saque servidores públicos e pessoas que trabalharam com carteira assinada de 1971, quando o PIS/Pasep foi criado, até 1988. Quem contribuiu após 4 de outubro de 1988 não tem direito ao saque.

Isso ocorre porque a Constituição, promulgada naquele ano, passou a destinar as contribuições do PIS/Pasep das empresas para o Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT), que paga o seguro-desemprego e o abono salarial, e para o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Para saber se tem direito ao benefício, o trabalhador pode acessar os sites www.caixa.gov.br/cotaspis e www.bb.com.br/pasep.

Por Carolina Gonçalves – Repórter da Agência Brasil  Brasília

Lídice marca ato para ‘falar da chapa’ no dia em que Rui deve fazer anúncio

Fotos: divulgação/edição bahia.ba

A senadora Lídice da Mata marcou uma ‘plenária do mandato’ na terça-feira (19), dia em que o governador Rui Costa deve anunciar a composição de sua chapa na disputa pela reeleição.

O time já tem como certos, além do próprio Rui, seu vice, João Leão (PP) – como candidato ao mesmo cargo, e o ex-governador Jaques Wagner (PT) para disputar o Senado.

Embora a outra vaga para o Senado seja dada como certa para o presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), deputado Angelo Coronel (PSD), Lídice decidiu manter seu nome no tabuleiro até o fim e deixou para Rui Costa a tarefa de tirá-la ou não de sua chapa.

Em post no Instagram, a senadora convoca o encontro para “falar sobre a chapa majoritária do governador Rui Costa”. A plenária será às 18h, no Hotel Sol Vitória Marina, no Corredor da Vitória.

Wagner recusou pedido de Lula para ler carta de campanha, diz coluna

Foto: Ivan Erick Baldivieso | AGECOM

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva escolheu o ex-governador e ex-ministro Jaques Wagner (PT) para ler a carta que ele [Lula] escreveu para lançamento de sua candidatura à campanha presidencial.

Contudo, segundo a colunista Mônica Bergamo, do jornal Folha de S. Paulo, Wagner acabou recusando o pedido.

Ele tinha aceitado fazer a leitura —mas, quando chegou ao comício, em Contagem (MG), no dia 8, foi surpreendido pela decisão da organização para que os governadores do PT também lessem o documento —cada um ficaria responsável por uma página.

Ainda de acordo com a colunista, Wagner achou melhor ficar em silêncio. Argumentou também que, assim, a imprensa não passaria a especular com a possibilidade de ele ser o plano B para substituir Lula como candidato a presidente do PT —hipótese que voltou a circular com força na semana passada.

Com o impasse, a ex-presidente Dilma Rousseff acabou escalada para ler a mensagem.

Bahia.Ba

Polícia encontra barras de chocolate e pendrives em cela de Geddel

Foto: André Dusek/ Estadão Conteúdo

A Polícia Civil do Distrito Federal fez buscas, neste domingo (17), na cela que abriga o ex-senador Luiz Estevão e o ex-ministro da Articulação Política do governo Michel Temer, Geddel Vieira Lima (MDB), e apreendeu barras de chocolate, anotações que seriam de Geddel e pelo menos cinco pendrives – supostamente, de Estevão.

Os dois dividem um alojamento com outros presos no Complexo Penitenciário da Papuda, em Brasília.

Segundo a polícia, as buscas foram autorizadas pela Justiça e motivadas pela denúncia, feita por um detento, de que os políticos estariam recebendo “regalias” na cadeia.

À TV Globo, o advogado de Geddel Vieira Lima disse que “estranha, mais uma vez, a defesa técnica não saber da operação antes da imprensa”. A defesa de Luiz Estevão também disse desconhecer as buscas, e não quis se pronunciar.

Segundo a Polícia Civil, durante as buscas, Estevão tentou se livrar de um pendrive jogando o dispositivo na privada. O aparelho foi recuperado e passará por perícia.

Além do conteúdo dos itens apreendidos, os investigadores querem descobrir quem facilitou a entrada dos alimentos e das mídias.

A ação foi realizada pela Coordenação de Combate à Corrupção e ao Crime Organizado da Polícia Civil do DF e pela Promotoria de Execução Penal do Ministério Público do DF. Até a noite deste domingo, nenhum dos órgãos tinha detalhado as possíveis medidas a serem tomadas com base no material encontrado.

Bahia.Ba

Orlando Tapajós morre aos 85 anos

Divulgação ABTI

Morreu neste domingo (17), aos 85 anos, o construtor de trios elétricos Orlando Campos de Souza, conhecido como Orlando Tapajós. Ele estava internado no Hospital Teresa de Lisieux, no bairro do Itaigara, em Salvador, e havia dado entrada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da unidade, na segunda-feira (11), após sofrer um infarto.

A notícia de sua morte foi comunicada pelo presidente da Associação Baiana de Trios Independentes (ABTI), Paulo Leal. “A ABTI e toda comunidade carnavalesca está de luto e lamenta profundamente a perda do grande carnavalesco e ícone da história da Bahia e do Brasil. Estamos auxiliando a família em todos os procedimentos para o sepultamento e, em breve, informaremos o horário e local“, disse.

No Instagram, o neto mais velho de Orlando Tapajos, Neto Tapajós, lamentou a morte do avô. Leia mensagem na íntegra:

“Hoje o meu dia está acabando de forma triste, mas consciente da luta, coragem e persistência deste guerreiro em viver. Jamais esquecerei a última lição que meu avô me ensinou, ainda no leito hospitalar: NUNCA DESISTA DE NADA E NEM DE NINGUÉM.

É de forma alegre que eu, o seu neto mais velho, sempre irei lembrar do senhor. Sendo sinônimo de carnaval, sendo um guerreiro, que falece hoje acreditando na vida, enfim sendo perseverante em tudo. Todas as suas conquistas são as nossas próprias conquistas meu carequinha.

Meu avô Orlando Tapajós, obrigado por tudo. Obrigado por ter me ensinado de forma simples o que é ser um “Tapajós”, pois o “Tapajós” sempre foi e continuará sendo apenas o senhor. Engraçado que sempre me perguntam no meu meio profissional: “Neto, como você consegue isso?”, “Neto, você não desiste por quê?” Etc etc… Pois bem, daí vem o alicerce da força e determinação da Família Tapajós.

A foto postada foi tirada no Carnaval 2018 e agora ele fica imortalizada como um dos últimos momentos de um dos maiores Carnavalescos que este Brasil já teve, agora o saudoso ORLANDO TAPAJÓS! Fisicamente morre a última lenda viva da verdadeira história do Carnaval da Bahia, mas o seu legado está perpetuado, quem conhece a história do Trio Elétrico, sabe a que me refiro. Um homem que nunca largou o Carnaval da Bahia mesmo quando largaram ele.

Vai com Deus meu careca, Vai com Deus meu velho. Te Amo… te amarei sempre!

#LUTO ”
Bahia.Ba

Impopular e isolado, governo Temer sinaliza fim prematuro

Um assessor presidencial resume que, a partir de agora, só restou ao presidente levar a máquina pública ‘no piloto automático’ para entregá-la em janeiro ao seu sucessor.

Com uma impopularidade histórica e um esvaziamento do apoio congressual, o mandato de Michel Temer apresenta os primeiros sinais de um desfecho prematuro.

A quase seis meses da passagem da faixa presidencial, o Palácio do Planalto desistiu de propostas antes prioritárias, não consegue evitar que medidas provisórias caduquem, passou a ser menos frequentado por aliados e corre o risco de perder funcionários comissionados.

A possibilidade do governo acabar antes do fim era o principal receio de auxiliares presidenciais que defendiam que o presidente mantivesse o discurso de candidato à reeleição até julho, postergando o processo de abandono de seu mandato por políticos e empresários.

Em conversas reservadas, relatadas à reportagem, o presidente foi convencido de que dificilmente conseguirá emplacar até o final do ano propostas que já não estejam no Congresso e reconhece a dificuldade de fazer o seu sucessor na eleição deste ano.

O principal receio dele, segundo parlamentares governistas, é de que o próximo presidente revogue as duas medidas que ele considera os principais legados de seu mandato: o teto de gastos e a reforma trabalhista.

Brasil e Alemanha em campo: confira os jogos deste domingo

© Lucas Figueiredo/CBF

O domingo de Copa do Mundo será marcado pelas estreias de duas das grandes favoritas à conquista do Mundial: Brasil e Alemanha. Confira os jogos do dia:

GRUPO E

. Costa Rica x Sérvia – 9:00

. Brasil x Suíça – 15:00

GRUPO F

. Alemanha x México – 12:00

Ta na hora de entrar em campo com o Lojão.
Começou a Goleada de Ofertas Lojão da Construção com produtos a preço de fábrica durante toda a Copa da Rússia.
Aproveite pra fazer um golaço!
Na compra de qualquer produto você ainda concorre a 2 tvs 43 polegadas.

Goleada de Ofertas Lojão da Construção
Uma seleção de produtos a preço de fabrica para você.

Saiba mais: 3531 4687
Ipiaú – Bahia
Vem pra cá!

Grife lança calcinha que vibra a cada gol na Copa do Mundo; confira vídeo

A grife mexicana Vicky Form lançou nesta semana uma calcinha que vibra a cada gol na Copa do Mundo da Rússia. De acordo com o Metro1, o objetivo é motivar as mulheres a acompanharem os jogos. A grife divulgou um vídeo com o slogan “Sente o Jogo”, mostrando a mulher numa relação íntima com a partida e reclamando a não marcação do pênalti.

Partidos receberão R$ 1,7 bilhão para campanha eleitoral, diz TSE

Foto: Elza Fiúza Agência Brasil

Pedro Rafael Vilela

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) divulgou hoje (15) que o montante total do Fundo Especial de Financiamento de Campanha (FEFC) será de R$ 1,716 bilhão. Criado no ano passado para regulamentar o repasse de recursos públicos entre as legendas, o fundo será repartido entre os diretórios nacionais dos 35 partidos com registro no TSE, em conformidade com as regras de distribuição estabelecidas na Resolução nº 23.568/2018, aprovada pela Corte Eleitoral no fim de maio.

Pelas regras, 98% do montante serão divididos de forma proporcional entre os partidos, levando em conta o número de representantes no Congresso Nacional (Câmara e Senado). Isso significa que as siglas que elegeram o maior número de parlamentares em 2014 e aquelas que seguem mantendo o maior número de cadeiras legislativas receberão mais recursos, com destaque para PMDB, PT e PSDB, que vão contar com cotas de R$ 234,2 milhões, R$ 212,2 milhões e R$ 185,8 milhões, respectivamente. Em seguida, aparecem o PP (R$ 131 milhões) e o PSB (R$ 118 milhões) entre as legendas beneficiadas com as maiores fatias.

Apenas os 2% restantes (R$ 34,2 milhões) serão repartidos igualmente entre os partidos com registro no TSE, independentemente de haver ou não representação no Congresso. Nesse caso, os partidos que não contam com nenhum parlamentar no Legislativo federal receberão a quantia de mínima de R$ 980,6 mil do fundo eleitoral.

Essas serão as primeiras eleições gerais do país na vigência da proibição de doação financeira de empresas a candidatos e partidos políticos, conforme decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), tomada em 2015. Por causa disso, os recursos do Fundo Eleitoral representam a principal fonte de financiamento da campanha.

De acordo como o TSE, os recursos do fundo somente serão disponibilizados às legendas após a definição dos critérios para a sua distribuição interna dentro dos partidos, que devem ser aprovados, em reunião, pela maioria absoluta dos membros dos diretórios nacionais. Tais critérios devem prever a obrigação de aplicação mínima de 30% do total recebido do fundo para o custeio da campanha eleitoral de mulheres candidatas  pelo partido ou coligação.

Os maiores ártidos ainda não definiram de que forma vão dividir os recursos do fundo eleitoral entre os seus candidatos.

Em seguida, os órgãos nacionais das legendas devem encaminhar ofício ao TSE indicando os critérios fixados para a distribuição do fundo. O documento deve estar acompanhado da ata da reunião que definiu os parâmetros, com reconhecimento de firma em cartório, de prova material de ampla divulgação dos critérios de distribuição, e da indicação dos dados bancários da conta corrente aberta exclusivamente para a movimentação dos recursos.

Baha.Ba