02/10/2018

Aliada de ACM Neto elogia Alckmin, mas admite voto em Bolsonaro

Foto: Reginaldo Ipê/CMS
Depois de fugir de pedir voto para o presidenciável Geraldo Alckmin (PSDB) em material de campanha, a candidata a deputada federal Kátia Alves (DEM) admitiu que votará em Jair Bolsonaro (PSL) para presidente.
Ex-vereadora e ex-secretária de Segurança Pública, Kátia é aliada do prefeito ACM Neto (DEM), um dos coordenadores da campanha do tucano. O Democratas deverá oficializar apoio a Bolsonaro em um eventual segundo turno.
Ao ser questionada em quem votaria para presidente, a candidata inicialmente argumentou que “o voto é secreto” e destacou que o seu partido apoio o ex-governador de São Paulo, mas depois terminou entregando a preferência pessoal pelo capitão reformado do Exército.
“Alckmin é a pessoa mais preparada, já demonstrou que tem capacidade de governar o país, porque foi quatro vezes governador de São Paulo. Mas eu, como policial, defendo um candidato que defende a minha categoria”, afirmou.
Sem citar o nome de Bolsonaro, a democrata explicou o motivo do seu voto: “Estamos torcendo para que a população brasileira tome consciência, para que o país não seja saqueado de novo e que sua administração seja entregue à pessoa que defende a família, seja contra o kit gay, respeite os valores, a religião e aquilo que infelizmente nós fomos perdendo com o passar do tempo. Esse é o meu candidato”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente esta matéria.