Apoiadores de Bolsonaro intimidam equipe da Globo em hospital

Jornalistas relatam princípio de tumulto na porta de hospital

Crédito: ReproduçãoEquipes da Globo são hostilizadas em hospital

Na porta do Hospital Albert Einsten, em São Paulo, onde está internado o candidato a Presidência da República, Jair Bolsonaro (PSL-RJ) o clima é hostil, de acordo com a imprensa. Apoiadores de Bolsonaro intimidam jornalistas e, durante entradas ao vivo, dificultam o trabalho de repórteres com gritos de apoio ao presidenciável.

De acordo com o repórter da revista digital Crusoé, Igor Gadelha, a maioria das palavras de protesto é dirigida à Rede Globo.

Alguns jornalistas também relatam princípio de tumulto por conta da quantidade de pessoas no local. Desde quando o candidato foi transferido para o hospital, que fica na zona sul de São Paulo, militantes, apoiadores e imprensa se reúnem na entrada à espera de informações sobre o estado de saúde do presidenciável.

Em geral, as equipes da emissora de Roberto Marinho são as mais hostilizadas, especialmente em coberturas políticas e de manifestações.

Durante a greve dos caminhoneiros, em maio, a repórter Flávia Jannuzzi, da TV Globo, foi expulsa da passarela em que estava para fazer cobertura da paralisação.

As retaliações surgiram por conta de os manifestantes reprovarem a abordagem da emissora à greve, e acusarem o canal de mentir nas transmissões.

Estado de saúde de Bolsonaro

Foto tirada pelo filho de Bolsonaro

De acordo com o último boletim médico publicado pelo Hospital Albert Einstein, Jair Bolsonaro se recupera bem. Veja o comunicado na íntegra:

O candidato à Presidência da República, Jair Bolsonaro, internado no Hospital Israelita Albert Einstein na manhã de ontem, 7, mantém-se consciente e em boas condições clínicas. 

O paciente permanece internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) sem nenhuma intercorrência nas últimas 24 horas. Os exames de imagem e laboratoriais realizados durante avaliação médica mostraram resultados estáveis. 

Encontra-se em boas condições cardiovascular e pulmonar, sem febre ou outros sinais de infecção. Mantém jejum oral, recebendo nutrientes por via endovenosa. ​​Está mantida a continuidade no tratamento clínico com boa evolução, sem necessidade de procedimento no momento.  ​​Hoje, Jair Bolsonaro será movimentado do leito para a poltrona.  Por Catracalivre.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *