Daily Archives: 8 de setembro de 2018

PGR se manifesta contra recurso em favor da candidatura de Lula

Foto: Nelson Almeida/AFP

A Procuradoria-Geral da República se manifestou neste sábado (8) contrariamente ao recurso da defesa em favor da candidatura de Lula, protocolado na terça-feira (4) no Tribunal Superior Eleitoral. O documento com cerca de 180 páginas insiste na tese sobre decisão de um comitê da Organização das Nações Unidas (ONU) que permitiria o petista disputar as eleições.

Os advogados consideram que é o Supremo Tribunal Federal (STF) que deve decidir se a decisão da ONU é ou não vinculante. O recurso só vai à análise do Supremo se o plenário virtual da Corte Eleitoral, que analisa o recurso, entender que há questão constitucional a ser esclarecida.

Para o vice-procurador-geral Eleitoral, Humberto Jacques de Medeiros, “não há qualquer improbidade na decisão do Tribunal Superior Eleitoral” que barrou o registro da candidatura de Lula.

“Indubitavelmente, aquele que, com causa de inelegibilidade já reconhecida pela Justiça Eleitoral, aventura-se em tentar postergar o indeferimento do seu registro de candidatura, turbando o processo eleitoral, atua desprovido de boa-fé. Sua conduta é capaz de imprimir indesejável instabilidade às relações políticas, excedendo, portanto, os limites sociais ao exercício do direito. Por fim, ao assim proceder, dá causa ao dispêndio de recursos públicos a serem empregados a uma candidatura manifestamente infrutífera”, diz Medeiros

Em sua manifestação, o vice-procurador-geral diz ainda que “reconhecer a procedência do pedido almejado no recurso extraordinário significaria violar a Constituição brasileira”.

Na semana passada, ao decidir sobre o impedimento da candidatura de Lula, a Justiça eleitoral deu prazo para que até a próxima terça-feira (11) a coligação O Povo Feliz de Novo (PT, PCdoB e Pros) defina um novo nome para candidato à Presidência da República.

Apoiadores de Bolsonaro intimidam equipe da Globo em hospital

Jornalistas relatam princípio de tumulto na porta de hospital

Crédito: ReproduçãoEquipes da Globo são hostilizadas em hospital

Na porta do Hospital Albert Einsten, em São Paulo, onde está internado o candidato a Presidência da República, Jair Bolsonaro (PSL-RJ) o clima é hostil, de acordo com a imprensa. Apoiadores de Bolsonaro intimidam jornalistas e, durante entradas ao vivo, dificultam o trabalho de repórteres com gritos de apoio ao presidenciável.

De acordo com o repórter da revista digital Crusoé, Igor Gadelha, a maioria das palavras de protesto é dirigida à Rede Globo.

Alguns jornalistas também relatam princípio de tumulto por conta da quantidade de pessoas no local. Desde quando o candidato foi transferido para o hospital, que fica na zona sul de São Paulo, militantes, apoiadores e imprensa se reúnem na entrada à espera de informações sobre o estado de saúde do presidenciável.

Em geral, as equipes da emissora de Roberto Marinho são as mais hostilizadas, especialmente em coberturas políticas e de manifestações.

Durante a greve dos caminhoneiros, em maio, a repórter Flávia Jannuzzi, da TV Globo, foi expulsa da passarela em que estava para fazer cobertura da paralisação.

As retaliações surgiram por conta de os manifestantes reprovarem a abordagem da emissora à greve, e acusarem o canal de mentir nas transmissões.

Estado de saúde de Bolsonaro

Foto tirada pelo filho de Bolsonaro

De acordo com o último boletim médico publicado pelo Hospital Albert Einstein, Jair Bolsonaro se recupera bem. Veja o comunicado na íntegra:

O candidato à Presidência da República, Jair Bolsonaro, internado no Hospital Israelita Albert Einstein na manhã de ontem, 7, mantém-se consciente e em boas condições clínicas. 

O paciente permanece internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) sem nenhuma intercorrência nas últimas 24 horas. Os exames de imagem e laboratoriais realizados durante avaliação médica mostraram resultados estáveis. 

Encontra-se em boas condições cardiovascular e pulmonar, sem febre ou outros sinais de infecção. Mantém jejum oral, recebendo nutrientes por via endovenosa. ​​Está mantida a continuidade no tratamento clínico com boa evolução, sem necessidade de procedimento no momento.  ​​Hoje, Jair Bolsonaro será movimentado do leito para a poltrona.  Por Catracalivre.com.br

Bolsonaro não apresenta sinais de infecção, diz boletim médico

O presidenciável deu entrada no hospital na sexta-feira (7) para se recuperar de uma facada levada durante um ato de campanha em Juiz de Fora

 (Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

O candidato Jair Bolsonaro, candidato à Presidência pelo PSL, está em boas condições clínicas, segundo boletim médico divulgado na manhã deste sábado (8). O presidenciável está internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Albert Einstein, em São Paulo.

De acordo com o comunicado divulgado pelo hospital ainda neste sábado ele “será movimentado do leito para a poltrona”.

Bolsonaro deu entrada no hospital na sexta-feira (7) para se recuperar de uma facada levada durante um ato de campanha em Juiz de Fora, Minas Gerais, na quinta-feira (6).

Segundo o boletim não houve alterações no quadro clínico do candidato nas últimas 24h. “Os exames de imagem e laboratoriais realizados durante avaliação médica mostraram resultados estáveis. Encontra-se em boas condições cardiovascular e pulmonar, sem febre ou outros sinais de infecção”.

O presidenciável mantém um jejum oral, recebendo os nutrientes por via endovenosa.

Em Visita à Mirabela, O Deputado Estadual Eduardo Salles (PP) e a Prefeita Maria das Graças (PP) de Ipiaú constataram crescimento de emprego na região.

Deputado Eduardo Salles,(PP), Prefeita de Ipiaú, Maria das graças vereadores e assessores Políticos, sendo recepcionados por diretores da Mirabela. 

Em recente visita realizada à Mirabela Mineração, na manhã desta quinta-feira 07, o Deputado Eduardo Salles, um dos responsáveis por facilitar o retorno das atividades da mina, junto com a prefeita Maria das Graças e lideranças, constataram o avanço das atividades da mineradora e o crescimento de emprego gerado para a população de Ipiaú e região.

Deputado Eduardo Salles (PP) e a Prefeita de Ipiaú Maria da Graças comemoram o retorno das atividades da empresa, A recompensa de uma luta incansável, por mais empregos para Ipiaú e região, disse Salles!

Os líderes políticos, acompanhados dos vereadores Cláudio Nascimento, Jô da AABB, o empresário Cesário Costa, comitiva de Ibirataia e amigos, foram recebidos pelo Diretor de Operações, Júlio Sanches que na ocasião, apresentou as instalações da mineradora e reafirmou o compromisso de com muito empenho, trabalhar pelo desenvolvimento da região.

“Buscamos conhecer bastante a região para também poder gerar oportunidade de emprego e renda para a população local se desenvolver da melhor forma”, garantiu.

O Deputado Eduardo Salles que abraçou a causa e se tornou uma das referências desse momento de crescimento regional, expressou contentamento ao saber que 250 cidadãos da região de Ipiaú e Itagibá já estão empregados e a expectativa é de que até o primeiro semestre de 2019, 1.500 cidadãos também ocupem postos de trabalho.

“Nas dependências da Mirabela, recebi o agradecimento pelo trabalho que realizei junto a outros entes, para a retomada das atividades. Nesse momento de crise econômica, fico muito feliz em saber que cumpri o meu papel de representante político, contribuindo para o incremento da economia de toda a região”, disse Eduardo.

A prefeita Maria das Graças, também salientou que a retomada das atividades da Mirabela, vai ajudar a alavancar o desenvolvimento da região com a geração de emprego e renda.

“Os municípios vivem um momento muito difícil de baixa arrecadação. Com a retomada da Mirabela, a geração de emprego e renda vai ajudar a alavancar o nosso desenvolvimento”, frisou.

Durante o encontro, técnicos da mina fizeram explicações sobre os procedimentos de exploração do minério e deixaram todos os visitantes entusiasmados, tanto com o profissionalismo da empresa na realização da atividade, quanto na perspectiva positiva da realização de um trabalho de longo prazo que certamente irá movimentar a economia local, gerar mais emprego e renda para a população.

Informe – Marcel Hohlenwerger