STF prorroga inquérito contra Temer por propina da Odebrecht

Presidente Michel Temer durante encontro dos Brics na África do Sul 26/07/2018 REUTERS/Themba Hadebe/Pool
Foto: Reuters

O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), decidiu prorrogar por 60 dias o inquérito que investiga o presidente Michel Temer por suposto repasse de propina da Odebrecht para o MDB para as eleições de 2014, segundo despacho do magistrado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *