Petista e traidor’: ameaçado, Renan desiste de discurso

Foto: Marcelo Camargo/ Agência Brasil

O senador Renan Calheiros prometeu bradar, mas resolveu atender ao pedido da cúpula do MDB e não discursar contra a candidatura própria, do ex-ministro Henrique Meirelles, durante a convenção do partido nesta quinta-feira (2).

Segundo a coluna do Estadão, o parlamentar, ex-presidente do Senado, foi ameaçado de ser recebido aos gritos de “petista e traidor” se mantivesse a postura pública contrária ao nome do agora candidato Meirelles.

Quem não perdeu a oportunidade de ironizar o fato foi o ministro e correligionário Carlos Marun: “Acho que cheguei atrasado, pois não vi o Renan discursar”.

No fim de semana, de acordo com o jornal Folha de S. Paulo, Renan e o filho foram vaiados e chamados de “golpistas” por militantes de esquerda na convenção do PT em Alagoas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *