Fachin pede que STF julgue liberdade de Lula antes de candidatura

Foto: Nelson Jr./ SCO/ STF

O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), defendeu nesta quarta-feira (1º) que a Corte prossiga com celeridade com o julgamento de recurso de defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva que pede pela suspensão da pena de prisão do mesmo.

O pedido objetiva a libertação de Lula até que a condenação seja analisada pelas instâncias superiores e já foi negado por Fachin em junho, mas o mérito do recurso ainda será julgado pelo plenário do Supremo.

Para Fachin, a celeridade no julgamento antes do dia 15 de agosto, data final para que os partidos registrem candidaturas à Presidência da República no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), “é importante para não deixar dúvida no procedimento eleitoral”.

Caso o recurso seja julgado, ainda não se sabe se a inelegibilidade do ex-presidente também será discutida. Por-Bahia.Ba

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *