Cansanção – Ranulfo reune correligionários e apresenta os pré-candidatos a deputados,senador e governador que irá apoiar na eleição de outubro

Ranulfo ao lado da esposa Vilma Gomes fizeram recepção a comitiva de Zé Ronaldo.”Nós representamos a oposição ao Governo do Estado em Cansanção”, afirma ex-prefeito | Foto: Raimundo Mascarenhas

O ex-prefeito de Cansanção, município localizado no território do sisal, Ranulfo Gomes (PSD), reuniu no inicio da noite de sábado dia 21, correligionários e amigos para apresentar seus pré-candidatos a deputados, senador e governador. O evento aconteceu numa área particular da MG Veículos e contou com a presença do deputado federal Jutahy Magalhães Júnior (PSDB), que vem colocando seu nome com pré-candidato ao Senado, Elmar Nascimento (DEM), que pleiteia renovar o mandato para Câmara federal, do vereador pelo município de Monte Santo Laerte Leandro de Araújo Fernandes (PSC), mais conhecido por Laerte do Vando, pré-candidato a Assembléia Legislativa e do ex-prefeito de Feira de Santana, José Ronaldo de Carvalho (DEM), pré-candidato ao governo do estado.

Ranulfo Gomes em seu discurso lembrou que em 1998 apoiou José Ronaldo a deputado estadual e naquela época ele obteve aproximadamente 7.500 votos e se sente honrado em apoiar e apresentar aos amigos como pré-candidato a governo pela oposição. O social democrata falou ao CN sobre esse apoio e antecipou que acredita em seu trabalho e que terá uma expressiva votação em Cansanção. 

                                 

Vando votado duas vezes por Ranulfo, agora vai ter o apoio dele para seu filho Larte (camisa verde) | Foto: Raimundo Mascarenhas

Sobre o apoio ao Laerte do Vando, Ranulfo Gomes falou que por duas vezes votou em Vando (PSC), atual prefeito de Monte Santo, para deputado estadual, inclusive quando estava prefeito em 2014 e o mesmo correspondeu com as expectativas do município e capitaneou várias obras “e por se tratar de um jovem com pouco mais de 25 anos, nossa esperança é que possa fazer bem mais que o pai. Além do mais, a gestão que Vando vem fazendo em Monte Santo é um exemplo para todo nosso território”, falou Gomes.

                                     

Ranulfo na apresentação de Elmar | Foto: Raimundo Mascarenhas

Lembrando do projeto de desenvolvimento que pretende retomar após a eleição do 2020, Ranulfo falou ao CN que vem uma pesquisa sobre atuação dos deputados federais, em especial, aqueles que direcionam emendas para os municípios permitindo que sejam realizadas obras que melhore a vida das pessoas e constatou que Elmar Nascimento tem esse diferencial e mais uma vez citou como exemplo Monte Santo, onde o democrata não obteve votação na eleição de 2014 e mesmo assim direcionou mais de R$ 16 milhões, permitindo Vando a realizar um bom trabalho.

“Iremos acompanhar toda chapa majoritária de oposição ao governo, portanto também irei recomendar Jutahy Magalhães e o outro nome que deverá ser apresentado para o senado. Aqui em Cansanção nós saímos na frente com apoio a toda chapa de oposição e espero que outros líderes políticos também possam seguir nosso exemplo, inclusive o prefeito Paulinho, o qual apoiamos em sua reeleição em 2016 e já contamos com o apoio do atual vice-prefeito Júnior Gomes e o mesmo está conosco aqui no evento. É fácil trabalhar com gente assim”, finalizou.

Evento recebeu boa presença de público que compareceu de forma espontânea | Foto: Raimundo Mascarenhas

Ela externou sua preocupação com o município ao dizer que não queria deixar Cansanção voltar ao fundo do poço e pediu aos presentes que levassem essa mensagem aquelas pessoas que não compareceram ao evento e lamentou que a “lei da mordaça” estava retornando ao município.

Não dito por ela, mas rumores durante o ato político surgiram que houve uma recomendação por parte da atual gestão que seu grupo ajudou eleger,para que os servidores públicos municipais não fossem ao ato, talvez por está razão ela tenha citado a “lei da mordaça”.

Sobre o momento político que vive o Brasil, Vilma Gomes, falou ao CN que José Ronaldo é diferente e já foi testado na vida pública, principalmente por ter governado a segunda maior cidade da Bahia, Feira de Santana, por quatro vezes e não ter uma conta reprovada.

www.calilanoticias.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *