Aleluia critica governo por apoio em exposição: ‘Lixo revolucionário’

Foto: Izis Moacyr/ bahia.ba

A exposição Cu é Lindo, parte da Mostra Devires e instalada no Goethe-Institut até o dia 12 de agosto, tem causado polêmica na esfera política. Tendo sido contemplada Edital de Dinamização de Espaços Culturais do Fundo de Cultura, a obra possui apoio financeiro do Governo do Estado, o que causou o descontentamento da oposição.

Líder do DEM na Câmara Municipal de Salvador, o vereador Alexandre Aleluia condenou o patrocínio e afirmou que o uso de recursos públicos para uma produção cultural de “apelo duvidoso e que não encontra respaldo na população baiana é uma política nefasta contra a família”.

“O governador petista prefere o lixo revolucionário em forma de arte, já que o objetivo dele não é a beleza e, sim, a política nefasta contra a família, realizada pelo seu partido. O Instituto Goethe é o aterro sanitário da esquerda caviar de Salvador. Felizmente a grande maioria da população repudia essa política do PT e não quer conta com esse lixo travestido de arte”, afirmou Alexandre.

Idealizada por Kleper Reis, a exposição propõe ” é uma ode a metamorfose que constrói o novo; a composição do mundo a partir de ações coletivas, fruto da união de singularidades humanas com o intuito de partilhar a movimentação, o balanço necessário para a geração de outra vida social, o desejo de alteridade e a conquista da liberdade criativa e da autopoieses. Um exercício de desnaturalização das relações entre sexo, gênero, visualidade, raça e poder”.

Por-Bahia.Ba

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *