Trump e Kim apertam as mãos e iniciam cúpula inédita

Kim Jong Un e Donald Trump se cumprimentam durante encontro em Singapura (Foto/Reprodução)

Trump e Kim ficaram frente a frente pouco depois das 9h desta terça-feira (12), pelo horário local (22h de segunda em Brasília), após terem passado 2017 inteiro trocando ofensas e ameaças de destruição mútua.

Os dois líderes deram um aperto de mãos e posaram para fotos em frente a bandeiras dos EUA e da Coreia do Norte no Capella Hotel, na ilha de Sentosa. Em seguida, Kim e Trump se encaminharam para a sala onde tentarão negociar uma saída para a crise coreana.

Eles conversarão a portas fechadas, acompanhados apenas por tradutores, até 10h (horário local). Na sequência, ganharão a companhia de assessores para mais uma hora de reunião e um almoço de trabalho. “Acho que vamos ter uma grande relação”, arriscou Trump, antes de dispensar os fotógrafos. “Estamos aqui depois de todos os obstáculos”, reforçou Kim.

Em seu meio de comunicação oficial, o Twitter, o presidente já havia mostrado otimismo quanto à possibilidade de um acordo com Pyongyang. “Os encontros entre representantes estão indo muito bem”, disse. Com informações da ANSA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *