Sindicombustíveis articula contra multa a postos que não reduzirem preço do diesel

Foto: Matheus Morais/ bahia.ba

O Sindicombustíveis articula uma operação jurídica para tentar evitar que donos de postos na Bahia não sejam punidos pelo governo federal em caso de reduzirem em R$ 0,46 o valor do litro do óleo diesel.

“Não há lei que nos obrigue a reduzir o preço nas bombas. Não quer dizer que não teremos boa vontade, desde que o restante da cadeia, sobretudo as distribuidoras, faça o mesmo. Sem dúvida, iremos à Justiça impedir punições  anunciadas pelo governo”, diz o presidente do sindicato, Walter Tannus, em nota na coluna Satélite, do jornal Correio.

A reação do Sindicombustíveis se dá em meio à suspeita de aumento abusivo no valor do diesel cobrado na Bahia pela rede de postos Ipiranga, segunda maior distribuidora do País.

A Ipiranga reajustou em cerca de R$ 0,30 o preço repassado para os revendedores de sua rede na última quarta-feira, logo após o governo federal anunciar o desconto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *