Excesso de peso e obesidade atingem 72% da população de Salvador

Foto: Shutterstock

A maioria da população de Salvador está acima acima do peso, revelou a Pesquisa de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel), de 2017. Realizado pelo Ministério da Saúde, o levantamento apontou que 53% dos habitantes da capital estão com excesso de peso e 19,5% estão obesos. Nas demais capitais brasileiras, mais da metade da população também registra excesso de peso.

Apesar dos números, a pesquisa também revelou que o aumento da obesidade se estagnou no país, com o registro de hábitos mais saudáveis. O consumo regular de frutas e hortaliças cresceu 4,8% (de 2008 a 2017), a prática de atividade física no tempo livre aumentou 24,1% (de 2009 a 2017) e o consumo de refrigerantes e bebidas açucaradas caiu 52,8% (de 2007 a 2017). “Mesmo com esta tendência a estabilidade e com o crescimento de pessoas que praticam atividade física e que estão consumindo alimentos mais saudáveis, não podemos deixar de continuar vigilantes.

A obesidade e o sobrepeso são portas de entrada para doenças crônicas, como hipertensão e diabetes, que prejudicam a saúde da população e que poderiam ser evitadas”, alertou a diretora do Ministério da Saúde Fátima Marinho. O Vigitel é uma pesquisa telefônica realizada com maiores de 18 anos, nas 26 capitais e no Distrito Federal, sobre diversos assuntos relacionados à saúde. Para avaliar a obesidade e o excesso de peso, a consulta leva em consideração o Índice de Massa Corporal (IMC), que deve estar abaixo de 25 pontos.
Bahia noticias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *