Daily Archives: 18 de junho de 2018

Insatisfeita, cúpula do PCdoB também não vai ao forró de Rui

oto: Divulgação

Apesar de pleitear uma vaga de suplência no Senado pela chapa de Rui Costa, o PCdoB também não será representado no forró de confraternização que o governador fará com seus aliados nesta noite no Palácio de Ondina.

Um comunista disse ao bahia.ba que a cúpula do partido também está ‘insatisfeita com os rumos da formação da chapa’. A escolha do presidente da Assembleia Legislativa (Alba), deputado Ângelo Coronel, do PSD, para a última vaga na chapa de Rui é o motivo.

O PCdoB também chegou a se colocar no tabuleiro pela composição da chapa. O nome mais cotado era o da deputada federal Alice Portugal, que disputou a prefeitura de Salvador com apoio do PT em 2016.

A decisão dos petistas de dar a Coronel a vaga deixará de fora a senadora Lídice da Mata (PSB), que também não vai ao arrasta-pé de Rui.

Por ora, são garantidos na chapa (em público), além do próprio Rui, seu vice, João Leão (PP) – para disputar o mesmo cargo; e o ex-governador Jaques Wagner (PT), para disputar o Senado.

Bahia.Ba

Fora de chapa, Lídice não vai a forró dos aliados

Foto: Izis Moacyr/ bahia.ba

Derrotada na disputa pela última vaga na chapa majoritária liderada pelo governador Rui Costa (PT), a senadora Lídice da Mata (PSB) não irá ao forró dos aliados do petista na noite desta segunda-feira (18), no Palácio de Ondina.

Havia a expectativa de que, de maneira “informal”, o chefe do Executivo estadual informasse à sua base durante o evento desta noite o que já era sabido nos bastidores há meses: além de Jaques Wagner (PT), o outro postulante ao Senado na composição será o presidente da Assembleia Legislativa, Ângelo Coronel, aliado do senador Otto Alencar (PSD).

No entanto, como o próprio Rui revelou, alguns partidos pediram um tempo ao governador. Embora o petista não tenha verbalizado, o PSB deve “dar um retorno” a Rui nos próximos dias sobre qual será o caminho eleitoral adotado por Lídice.

Como o partido ainda realiza uma plenária na noite desta terça-feira (19), interlocutores do governador ouvidos pelo bahia.ba apostam que o anúncio oficial ainda não será feito nas próximas 24 horas. Outra legenda que terá conversas internas até esta terça é o PCdoB, que postula uma vaga de suplência ao Senado

Varejão Supermercado 2 lojas em Ipiaú – Praça Salvador da Mata, 62, antiga Feira, e na Rua Walter Hohllenweger, 73, antiga Batateira. Telefones: 3531-3177/ 3531-2222

Barroso diz que proibir condução coercitiva foi ‘esforço para desautorizar juízes corajosos’

Foto: SCO – STF

O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), disse não acreditar que a mudança sobre a proibição da condução coercitiva de réus e investigados para depoimento seja relevante e que foi um “esforço e alguma medida para atingir e desautorizar, simbolicamente, juízes corajosos”. “Acho que a condução coercitiva era uma nota pé de página nesse contexto.

Portanto, não acho que esta mudança, em si e por si, seja relevante. Acho que foi mais uma manifestação simbólica daqueles que são contra o aprofundamento das investigações. Acho que foi algum esforço e alguma medida para atingir e desautorizar, simbolicamente, juízes corajosos que estão ajudando a mudar o Brasil dentro da Constituição e dentro das leis”, disse Barroso, ao ser questionado se a mudança poderia atrapalhar a Operação Lava Jato.

A condução coercitiva é o ato no qual um juiz manda a polícia levar um investigado ou réu para depor num interrogatório.

Saques do PIS/Pasep colocarão R$ 34,3 bilhões na economia

Brasília – Pessoas enfrentam filas no primeiro dia de saque do FGTS de contas inativas (Antonio Cruz/Agência Brasil)

A partir de hoje (18), os brasileiros com mais de 57 anos, que são titulares de contas inativas dos fundos dos programas de Integração Social (PIS) e de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep), poderão sacar esses recursos.

Entre os dias 14 e 28 de setembro, a autorização será ampliada para todas as idades, diferentemente do que ocorria até então, quando o saque total só podia ser feito quando o trabalhador completasse 70 anos, se aposentasse, tivesse doença grave ou invalidez ou fosse herdeiro de titular da conta.

A mudança da regra ocorreu na última semana, quando o presidente Michel Temer assinou decreto que amplia as possibilidades de saque até o dia 28 de setembro. A estratégia do governo é impulsionar a economia, seguindo o modelo adotado na liberação de saques das contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), que representaram cerca de R$ 43 bilhões em movimentação.

Pelas contas do governo, 28,7 milhões de pessoas serão beneficiadas. Em cifras, são R$ 34,3 bilhões disponíveis para saque no Banco do Brasil e na Caixa Econômica Federal. Isto porque 3,6 milhões de pessoas já resgataram R$ 5 bilhões em recursos dos dois programas.

Quem tem direito

Tem direito ao saque servidores públicos e pessoas que trabalharam com carteira assinada de 1971, quando o PIS/Pasep foi criado, até 1988. Quem contribuiu após 4 de outubro de 1988 não tem direito ao saque.

Isso ocorre porque a Constituição, promulgada naquele ano, passou a destinar as contribuições do PIS/Pasep das empresas para o Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT), que paga o seguro-desemprego e o abono salarial, e para o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Para saber se tem direito ao benefício, o trabalhador pode acessar os sites www.caixa.gov.br/cotaspis e www.bb.com.br/pasep.

Por Carolina Gonçalves – Repórter da Agência Brasil  Brasília

Lídice marca ato para ‘falar da chapa’ no dia em que Rui deve fazer anúncio

Fotos: divulgação/edição bahia.ba

A senadora Lídice da Mata marcou uma ‘plenária do mandato’ na terça-feira (19), dia em que o governador Rui Costa deve anunciar a composição de sua chapa na disputa pela reeleição.

O time já tem como certos, além do próprio Rui, seu vice, João Leão (PP) – como candidato ao mesmo cargo, e o ex-governador Jaques Wagner (PT) para disputar o Senado.

Embora a outra vaga para o Senado seja dada como certa para o presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), deputado Angelo Coronel (PSD), Lídice decidiu manter seu nome no tabuleiro até o fim e deixou para Rui Costa a tarefa de tirá-la ou não de sua chapa.

Em post no Instagram, a senadora convoca o encontro para “falar sobre a chapa majoritária do governador Rui Costa”. A plenária será às 18h, no Hotel Sol Vitória Marina, no Corredor da Vitória.

Wagner recusou pedido de Lula para ler carta de campanha, diz coluna

Foto: Ivan Erick Baldivieso | AGECOM

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva escolheu o ex-governador e ex-ministro Jaques Wagner (PT) para ler a carta que ele [Lula] escreveu para lançamento de sua candidatura à campanha presidencial.

Contudo, segundo a colunista Mônica Bergamo, do jornal Folha de S. Paulo, Wagner acabou recusando o pedido.

Ele tinha aceitado fazer a leitura —mas, quando chegou ao comício, em Contagem (MG), no dia 8, foi surpreendido pela decisão da organização para que os governadores do PT também lessem o documento —cada um ficaria responsável por uma página.

Ainda de acordo com a colunista, Wagner achou melhor ficar em silêncio. Argumentou também que, assim, a imprensa não passaria a especular com a possibilidade de ele ser o plano B para substituir Lula como candidato a presidente do PT —hipótese que voltou a circular com força na semana passada.

Com o impasse, a ex-presidente Dilma Rousseff acabou escalada para ler a mensagem.

Bahia.Ba

Polícia encontra barras de chocolate e pendrives em cela de Geddel

Foto: André Dusek/ Estadão Conteúdo

A Polícia Civil do Distrito Federal fez buscas, neste domingo (17), na cela que abriga o ex-senador Luiz Estevão e o ex-ministro da Articulação Política do governo Michel Temer, Geddel Vieira Lima (MDB), e apreendeu barras de chocolate, anotações que seriam de Geddel e pelo menos cinco pendrives – supostamente, de Estevão.

Os dois dividem um alojamento com outros presos no Complexo Penitenciário da Papuda, em Brasília.

Segundo a polícia, as buscas foram autorizadas pela Justiça e motivadas pela denúncia, feita por um detento, de que os políticos estariam recebendo “regalias” na cadeia.

À TV Globo, o advogado de Geddel Vieira Lima disse que “estranha, mais uma vez, a defesa técnica não saber da operação antes da imprensa”. A defesa de Luiz Estevão também disse desconhecer as buscas, e não quis se pronunciar.

Segundo a Polícia Civil, durante as buscas, Estevão tentou se livrar de um pendrive jogando o dispositivo na privada. O aparelho foi recuperado e passará por perícia.

Além do conteúdo dos itens apreendidos, os investigadores querem descobrir quem facilitou a entrada dos alimentos e das mídias.

A ação foi realizada pela Coordenação de Combate à Corrupção e ao Crime Organizado da Polícia Civil do DF e pela Promotoria de Execução Penal do Ministério Público do DF. Até a noite deste domingo, nenhum dos órgãos tinha detalhado as possíveis medidas a serem tomadas com base no material encontrado.

Bahia.Ba