Sindipetro anuncia apoio a caminhoneiros e pede greve geral

Foto: Divulgação/ Petrobras

Ao anunciar adesão à paralisação nacional de 72 horas convocada pela Federação Única dos Petroleiros (FUC), o Sindicato dos Petroleiros da Bahia (Sindipetro-BA) afirmou, em nota, apoiar o movimento dos “companheiros caminhoneiros” e defendeu a realização de uma greve geral.

A paralisação dos petroleiros será iniciada nesta quarta-feira (30), contra os preços na venda da gasolina, gás de cozinha e óleo diesel e pela demissão do presidente da Petrobras, Pedro Parente.

“Lembramos a todos que essa mobilização não beneficia apenas os petroleiros, mas todo o povo brasileiro que tem sofrido com a atual crise promovida por ações deliberadas de um governo ilegítimo. A greve geral já foi aprovada pelas assembleias realizadas e essa mobilização marca o início do movimento”, diz trecho da nota, assinada por Radiovaldo Costa, diretor do Sindipetro.

Os petroleiros também reivindicam o retorno à atividade integral das refinarias, que atualmente atuam com 50% de sua capacidade, e a extinção da exportação dos derivados de petróleo.

Bahia.Ba

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *