Bolsonaro nega convite de vice para Eliana Calmon

Fotos: divulgação/edição bahia.ba

O pré-candidato para a presidência da República, Jair Bolsonaro (PSL – RJ), desmentiu através de nota que teria feito um convite para que a ex-ministra do Superior Tribunal de Justiça, Eliana Calmon (Sustentabilidade – BA), fosse sua vice nas eleições de outubro.

Segundo o deputado federal, o convite teria sido feito por um parlamentar de forma “não autorizada e sem legitimidade”, o que coincide com a negativa da própria Eliana, que já afirmou que não participará das eleições deste ano.

“Nunca foi formulado convite para que a Ministra fosse vice na sua chapa à Presidência da República. Qualquer convite para candidatura a cargos majoritários, seja para o Senado ou governo de estado, precisa ser formalizado, ou aprovado, pela Executiva Nacional do PSL e, principalmente, pelo deputado Jair Bolsonaro. A escolha de candidato a Vice-Presidente deve seguir, no mínimo, o mesmo critério. Se alguém expressou tal convite à Ministra, mesmo que informalmente, agiu sem autorização e a devida legitimidade”, afirma o comunicado divulgado pela assessoria de Bolsonaro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *