Daily Archives: 1 de maio de 2018

Dia do Trabalhador é marcado por manifestações pelo Brasil

Manifestação do Dia do Trabalho na Praça Campos de Bagatelle, na Zona Norte de São Paulo, organizada pela Força Sindical (Foto: Marília Neves/G1)

Comemorado nesta terça-feira, 1º de maio, o Dia do Trabalho foi marcado em várias partes do Brasil por manifestações contra a perda de direitos trabalhistas, em apoio ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e pela identificação e punição dos responsáveis pela morte da vereadora Marielle Franco, do Rio de Janeiro. Ainda houve shows, missas abençoando carteiras de trabalho e até longas filas em busca de postos de trabalho. Veja abaixo como foram a manifestações em oito estados:

Alagoas
Manifestantes ligados à Central Única dos Trabalhadores (CUT) se reuniram na orla de Maceió na manhã desta terça, para protestar contra as perdas dos direitos trabalhistas. A organização estima que 8.000 pessoas participaram do ato. A Polícia Militar acompanhou a manifestação, mas não contabilizou o número de participantes.

Trabalhadores seguiram em caminhada pela orla de Maceió (Foto: Matheus Tenório/G1)

Bahia
Trabalhadores e representantes de centrais sindicais da Bahia se reuniram em um ato no Farol da Barra, em Salvador, para protestar contra a perda de direitos trabalhistas, em apoio ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, para pedir mais democracia no país e justiça pela morte da vereadora Marielle Franco, do Psol do Rio de Janeiro. O ato foi organizado pela Central Única dos Trabalhadores (CUT), Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), União Geral dos Trabalhadores (UGT), Nova Central e Força Sindical. O movimento contou com a presença de 200 pessoas.
O evento foi dividido em duas partes. Começou com discursos e debates sobre o trabalhador, por volta das 13h. Às 15h30, começaram as apresentações de artistas e bandas locais.

Ato feito no Dia do Trabalhador no Farol da Barra, em Salvador (Foto: Maiana Belo/ G1)

Paraná
Na manhã desta terça, um grupo de apoiadores do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) realizam atos nos arredores da Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba. De acordo com a Polícia Militar, 2 mil pessoas participam das atividades. Os organizadores não informaram número de participantes.

Por volta das 8h, um grupo de pessoas saiu do terminal de ônibus do bairro Boa Vista e caminhou em direção às proximidades da Superintendência da PF. Mais tarde, o grupo iniciou um ato inter-religioso. Por volta das 11h, foi realizado um ato político.

À tarde, um ato ocorreu na Praça Santos Andrade, no Centro de Curitiba. Segundo a PM, houve 5 mil participantes; a organização fala em 40 mil. A programação teve shows com as cantoras Beth Carvalho, Ana Canas e o rapper mineiro Flávio Renegado.

De acordo com a PM, duas mil pessoas participam de ato pró-Lula nos arredores da PF nesta terça-feira (1º) (Foto: Filipe Rosa/RPC Curitiba)

Fonte: G1

Deputado Estadual Sandro Régis (DEM) Parabeniza aos trabalhadores do Brasil pela comemoração do seu dia!!

Deputado do PDT se irrita com aplicativa ‘Detector de Corrupção’

RONALDO LESSA ELEVOU O TOM AO SER CITADO COMO CONDENADO EM PROCESSO EM QUE FOI ABSOLVIDO PELA ACUSAÇÃO (REPRODUÇÃO FACEBOOK)

O lançamento de um aplicativo denominado Detector de Corrupção, criado pelo site Reclame Aqui, tirou do sério o ex-governador de Alagoas e deputado federal Ronaldo Lessa (PDT-AL), que foi abordado pelo humorista Maurício Meirelles, e confrontado com um histórico de condenações desatualizado, após o julgamento de recursos.

O vídeo promocional do aplicativo foi publicado nas redes sociais do Reclame Aqui, na última sexta-feira (27), já tem quase meio milhão de visualizações e termina com Lessa dizendo “essa merda tá errada, é uma sacanagem!”. O aplicativo está disponível apenas para celulares com sistema operacional IOS. E foi demonstrado pelo humorista apresentador como capaz de identificar a imagem do político e pesquisar seu histórico de condenações.

O primeiro submetido ao “raio-x” é o coordenador da bancada federal alagoana, Ronaldo Lessa, indicado pelo aplicativo como alvo de condenação por desvio de R$ 50 milhões de recursos do Fundo Estadual de Erradicação da Pobreza (Fecoep). Mas tal sentença está suspensa desde 2013, após recurso do parlamentar, conforme resultado da consulta ao link disposto no próprio aplicativo, que remete ao processo nº 0007045-12.2009.8.02.0001 que tramita na 16ª Vara Cível da Capital, no Tribunal de Justiça de Alagoas (TJAL).

Diante do entrevistador, Lessa ainda demonstrou incredulidade, ao ser citado como alvo de inquérito eleitoral, já arquivado em fevereiro de 2017, no Supremo Tribunal Federal (STF). E saiu do sério, quando foi apontado como condenado a 13 anos de prisão por peculato e crimes contra a administração pública, no caso da obra de macrodrenagem do Tabuleiro, investigado pela Operação Navalha. Porque a Ação Penal AP 975 resultou em sua absolvição, pela unanimidade dos integrantes da Segunda Turma do STF, em 03 de outubro de 2017, por falta de provas contra o ex-governador Ronaldo Lessa.

“Meu filho! Você tem que… Essa coisa sua não funciona!”, diz Ronaldo Lessa. “Isso aqui é público”, retruca o entrevistador. “Meu querido, essa merda tá errada! Isso aqui é uma sacanagem!”, esbraveja o deputado alagoano, antes de se despedir com um “Passar bem”.

Assista ao vídeo publicado na Página do Facebook do Reclame Aqui:

APP NÃO MENTE

ABSOLVIÇÃO DE LESSA ATUALIZA INFORMAÇÃO DE APLICATIVO

O fato é que o aplicativo não mente e é uma ferramenta importante para informação do eleitor. Mas o app Detector de Corrupção faz um relato histórico não atualizado de condenações e ações judiciais e inquéritos dos políticos, que pode ser facilmente consultado através dos links dispostos junto às informações de condenações e processos. 

Para o Diário do Poder, Lessa declarou o seguinte: “Fui absolvido de todos os processos julgados que me lembrei. O único que teve condenação em primeiro grau, fui absolvido por unanimidade no Supremo. Houve um que sequer tomei conhecimento. Acho que foi alguma denúncia e não aceita”.

Além de Lessa, também foram alvo da entrevista os parlamentares Sérgio Souza (MDB-PR); Jorginho Mello (PR-SC), Darcísio Perondi (MDB-RS) e Nelson Marquezelli (PTB-SP).

Fonte: Diário do Poder

Temer anuncia reajuste do Bolsa Família; aumento será de 5,67%

Imagem: Divulgação

Em pronunciamento à nação, o presidente Michel Temer anunciou que autorizou o reajuste do programa Bolsa Família. O discurso, em razão do Dia do Trabalho, celebrado amanhã (1º), irá ao ar às 20h30 desta segunda-feira (30) em rede rádio e TV. Em um vídeo, postado nas rede Twitter, o presidente confirmou o reajuste, mas não informou o valor.

Agora há pouco, o Ministério do Desenvolvimento Social informou, em nota, que o reajuste autorizado será de 5,67% a partir de julho. Com isso, o pagamento passa de R$ 177,71 para uma quantia estimada de R$ 187,79.

Além do reajuste, no pronunciamento,Temer diz que o 1º de Maio é um momento de reflexão. “Amanhã, o Dia do trabalho, é um dia de reflexão, não é um dia de festa. Nós temos que comemorar a nossa capacidade de trabalho. De resistência, de superação. Só ela vai nos permitir festejarmos amanhã”.

O presidente disse que os desempregados não devem perder a esperança e que o governo está trabalhando para criar mais postos de trabalho. “E você trabalhador que procura trabalho, não perca a esperança. O Brasil está crescendo, e, a cada dia, estamos criando mais postos e mais oportunidades”.

Atualmente, 13,1 milhões de pessoas estão sem emprego no país, segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad-C), divulgada no final de março, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O presidente agradece aos trabalhadores, citando professores, trabalhadores do campo, da segurança pública e servidores públicos, pelos serviços prestados ao país no dia a dia e voltou a rebater os críticos a seu governo.

“Você tem feito a sua parte, tem acordado cedo, se dedicado e se empenhado. E do lado de cá, também estamos trabalhando duro. […] Enquanto alguns passam o dia criticando, a gente passa o dia trabalhando. E nessa data especial, o país agradece a quem faz, a quem produz e a quem realiza”.

Bolsa Família

O reajuste autorizado para o programa é maior que a inflação. Segundo o Ministério do Desenvolvimento Social, a suplementação orçamentária para este ano, para cumprir o reajuste, será de R$ 684 milhões.

“Fizemos um verdadeiro saneamento nos programas vinculados à nossa pasta, com revisões nos benefícios do INSS, como o auxílio-doença, e no próprio Bolsa Família. As ações permitiram que mais pessoas entrassem no programa. Além disso, zeramos a fila de espera e, ainda, aumentamos o valor do benefício”, disse o ministro Alberto Beltrame, no comunicado.

O reajuste cobre o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) acumulado de julho de 2016 a março de 2018 (4,01%), o período em que o benefício não foi reajustado.

Atualmente, o programa contempla 13,7 milhões de famílias em todos os municípios do Brasil.
Por Marcelo Brandão – Repórter da Agência Brasil Brasília

Temer visita prédio incendiado em SP e diz que famílias terão apoio

Prédio de 26 andares em chamas desaba no centro de São Paulo

O presidente da República, Michel Temer, esteve nesta manhã na região onde um prédio pegou fogo e desabou durante a madrugada, no centro de São Paulo. Ele afirmou que o prédio é da União e colocou o governo federal à disposição do governo de São Paulo e da prefeitura da capital paulista para “o que seja possível”. Temer já estava em São Paulo, onde passa o feriado do Dia do Trabalho.

Segundo Temer, serão tomadas providências para dar assistência às vítimas e às famílias que ficaram desabrigadas. “A situação é dramática, tanto que aconteceu o que aconteceu. Mas nós vamos exatamente providenciar assistência àqueles que foram vítimas desse desastre. Eu não poderia deixar de vir aqui porque, afinal, eu estava em São Paulo e ficaria muito mal eu não comparecer para dar exatamente apoio àqueles que perderam suas casas.”

O prédio incendiado é do governo federal, era ocupado por famílias da Frente de Luta pela Moradia e havia servido como sede da Polícia Federal. Segundo Temer, não houve pedido de reintegração, porque as pessoas eram pobres e se encontravam em uma situação de vulnerabilidade.

Os bombeiros estão no local e monitoram a área para evitar a volta de novos focos de incêndio. Imóveis nas redondezas da área, chamada Largo do Paissandu, na região conhecida como centro velho de São Paulo. Segundo a corporação, havia na manhã de hoje um possível óbito e três desaparecidos.

Por Agência Brasil  Brasília

SIMÕES FILHO: Armados com fuzis, bandidos explodem Agência do Banco do Brasil em Simões Filho; veja fotos

Fotos: Simões Filho online

Em uma ação ousada, bandidos fortemente armados invadiram e explodiram a agência do Banco do Brasil em Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador (RMS), durante a madrugada desta terça-feira (1º). A ação aconteceu por volta das 2h30, na unidade bancaria localizada na Via Periférica, região das fábricas, no Centro Industrial de Aratu (CIA). Quatro carros foram incendiados, e foram colocadas barreiras para impedirem a chegada da polícia.

Bandidos queimaram quatro veículos em vias que dão acesso ao banco

A ação dos criminosos teria sido rápida, durado entre cinco a dez minutos e ocorrido de forma bastante violenta. Além de explodirem a agência, eles efetuaram diversos disparos no local, inclusive, “tiros de fuzis”, o que deixou trabalhadores de algumas empresas assustados. Quem viu a cena conta que os bandidos teriam queimado quatro veículos em vias que dão acesso ao banco  e espalharam “miguelitos”, espécie de cruz formada por pregos, para impedir que outros carros circulassem no local, e assim impedir a chegada rápida da Polícia Militar e facilitar a fuga dos suspeitos.

Por causa do horário, era menor o número de veículos que circulavam pelo CIA. Alguns que passaram pelo local, no entanto, se assustaram e tentaram deixar aquele ponto da região das fábricas.

Ainda conforme as testemunhas, no momento da fuga, os criminosos se depararam com uma patrulha de policiais militares da 22ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM), que faziam uma ronda próximo ao local onde crime aconteceu. Os ladrões atiraram diversas vezes e  a equipe da PM teve que recuar.

Reforço foi solicitado

Foi solicitado reforço e as guarnições do Peto, 81ª CIPM, CIPE/POLO, Rondesp RMS, Rondesp BTS e COE da Polícia Civil foram acionadas para realização de cerco e bloqueio. Quando o reforço chegou ao local, os autores já estavam em fuga e, apesar de rastreamento, até o momento não foram localizados. Nenhum policial foi atingido. Também não há informações de pessoas feridas, apesar da truculência dos criminosos.

Em nota, a assessoria de comunicação da 22ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM/Simões Filho) confirma a veracidade do fato e informa que, os agentes da PM, ao tentar se aproximar dos bandidos, foram recebidos com disparos de arma de fogo de grosso calibre, do tipo fuzil, calibre 12, dentre outras armas. “Na ação os meliantes fecharam as principais entradas do banco com miguelitos, carros queimados, e barricadas, o que dificultou a aproximação dos policiais”, informou o Tenente Bastos.

Uma carreta foi incendiada pelos bandidos para facilitar a fuga

O banco ficou completamente destruído: vidros estilhaçados, mobiliário bastante danificado e parte do teto da área interna caiu, e é possível que tenha explosivos debaixo dos escombros, e por conta disso, o Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE), foi acionado, e o esquadrão antibomba deverá desarmar alguns resquícios de explosivo.

O bando não conseguiu levar o dinheiro dos caixas eletrônicos, nem do cofre da agência. Depois do crime, PMs também reforçaram o policiamento próximo à unidade do Banco do Brasil e isolaram a área para que fosse realizada a perícia pela Polícia Técnica.

Fonte: Simões Filho Online