Não discuto esse assunto, diz Jaques Wagner sobre ser plano B de Lula

Por: Gilberto Júnior / BNews

O ex-governador da Bahia Jaques Wagner (PT) voltou a afirmar que o atual momento não é o ideal para discutir nomes que possam substituir o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, condenado e preso pela Operação Lava Jato, nas próximas eleições. Ele visitou o acampamento montado na frente da sede da Polícia Federal, em Curitiba, onde está o ex-presidente.

“Não vai haver esse pedido porque eu vou trabalhar e ele também. É desejo de 43% da população brasileira. Eu antes dizia que não tinha plano. Agora eu sou plano dois ‘ls’. Não discuto esse tema. É proibido. Eu não discuto, nem o PT discute isso”, disse em coletiva na manhã desta sexta-feira (13), na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), onde acontece sessão solene em solidariedade ao ex-presidente Lula.

Ainda na oportunidade, questionado se temia ser preso por causa de investigações da Operação Cartão Vermelho, o ex-governador minimizou: “eu estou sem foro há muito tempo. Eu não acho que a questão da prerrogativa seja uma questão que garanta ninguém. Se de novo, for a subjetividade que prende… Aí, tudo bem. Mas até agora não vejo ameaça a nenhuma pessoa. Ninguém gosta de ser preso, mas eu também não vou ficar me escondendo”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *