Fecomércio e Faeb criticam fechamento de vias em manifestações

Foto: Bahia noticias

Entidades representativas do comércio e da agricultura no Estado se uniram para chamar a atenção do poder público e da sociedade para os prejuízos que “manifestações ideológicas” como a que ocorreu nesta quarta-feira (11) e a que está marcada para sexta (13) trazem para cidade de Salvador.

Em nota a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado da Bahia (Fecomércio), a Associação Comercial da Bahia (ACB), A Câmara de Dirigentes Lojistas da Bahia (FCDL) e a Federação da Agricultura do Estado da Bahia (Faeb) declaram que defendem o direito de ir e vir.

“Deixamos claro que não somos contrários a qualquer tipo de manifestação política, entretanto defendemos que o direito de ir e vir do cidadão soteropolitano deve ser preservado”, declaram.

Segundo as entidades, é inaceitável que os atos provoquem interdição de algumas das principais vias da capital durante o horário comercial “impedindo o funcionamento dos estabelecimentos, causando prejuízos aos empresários, profissionais liberais e a sociedade em geral”, diz a nota.

Outra questão abordada pelos empresários da área é que esses atos refletem na atividade econômica em uma fase em que o setor produtivo está em busca da retomada do crescimento e da geração de empregos e renda.

“Face ao exposto, solicitamos ao poder público uma melhor coordenação para essas manifestações, com o objetivo de garantir a ordem pública e o direito de ir e vir dos cidadãos”, conclui a nota. Veja o texto:

Fonte: Bahia Noticias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *