Daily Archives: 7 de Abril de 2018

Lula deixa sindicato a pé e se entrega com 25 h de atraso

Foto: Reuters

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva deixou a pé a sede do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo, e entrou em um carro descaracterizado da Polícia Federal, mais de 24 horas depois de expirar o prazo dado pelo juiz Sérgio Moro para que se entregasse às autoridades.

O petista tentou deixar mais cedo a sede do sindicato, mas foi impedido por militantes. A saída caminhando foi tumultuada, o ex-presidente acompanhado por seguranças, acabou sendo cercado por militantes, mas entrou em um dos carros do comboio descaracterizado que se dirigiu para a capital paulista.

O ex-presidente, segundo pessoas próximas, fez um pedido para não andar em um carro com o nome da Polícia Federal, no que foi atendido pela corporação.
Robson Alves, que trabalha no monitoramento da segurança do sindicato, viu quando Lula saiu a pé e entrou num carro. “Ele passou e entrou no carro. Tinham seguranças em volta dele”, disse.
O juiz Sérgio Moro dera prazo até 17h de sexta-feira para que se apresentasse à Polícia Federal, em Curitiba, para começar a cumprir pena de prisão.

O ex-presidente anunciou, em discurso a uma multidão de militantes, políticos e apoiadores, que havia decido cumprir o mandado do juiz federal Sérgio Moro, expedido na quinta-feira.
O juiz Sérgio Moro dera prazo até 17h de sexta-feira para que se apresentasse à Polícia Federal, em Curitiba, para começar a cumprir pena de prisão.

O ex-presidente anunciou, em discurso a uma multidão de militantes, políticos e apoiadores, que havia decido cumprir o mandado do juiz federal Sérgio Moro, expedido na quinta-feira.

http://terratv.terra.com.br/trs/video/8642606

Após duas noites no Sindicato, Lula encontra militância durante missa de Marisa Letícia

Foto: Globo News

Após dois dias sem sair do prédio do Sindicato dos Metalúrgicos no ABC em São Paulo, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) subiu em um carro de som, neste sábado (6), para comparecer a celebração da missa em memória de sua esposa Marisa Letícia, falecida em fevereiro de 2017. Ao lado de Lula, estão a ex-presidente Dilma, o ex-ministro Celso Amorim, a presidenciável Manuela D’Ávila e outros líderes políticos. 

 

“Fora do governo”, Meirelles volta a fazer lobby por reforma da Previdência durante cerimônia em Salvador

Por: Reprodução

Henrique Meirelles deixou oficialmente o Ministério da Fazenda nesta sexta-feira (6) para pavimentar seu nome como presidenciável do MDB. No mesmo dia desembarcou em Salvador para a cerimônia pelos 70 anos da Federação das Indústrias do Estado da Bahia (Fieb) e lá defendeu mais uma vez a reforma da Previdência.

Meirelles dava explicações a empresários e representantes do setor da indústria sobre a dificuldade em reduzir a carga tributária quando invocou a matéria polêmica. Ele argumentou que o custo do governo com a Previdência, que hoje é de 57%, subiria em 10 anos para 80% caso a legislação não seja alterada.

Na Grécia, segundo ele, o período mais intenso de crise econômica fez o governo chegou a cortar benefícios de pessoas que já estavam aposentadas. 

“A situação no Brasil hoje é diferente, nós temos condições de resolver esse problema a tempo e a hora. É mais um exemplo daquilo que está se fazendo de forma corajosa, enfrentando um problema e evitando uma piora dessa situação no futuro. E criando condições, com a queda nas despesas, se posa no futuro, aí sim, diminuir a carga tributária e racionar de forma muito eficaz toda estrutura de tributação no Brasil”.
 

Presidente da Câmara de Feira ‘pega ar’ com Neto após desistência de candidatura: “babaca”, “arrogante”

Por: Reprodução

O presidente da Câmara Municipal de Feira de Santana, vereador José Carneiro (PSDB), ‘pegou ar’ com o prefeito ACM Neto (DEM) após a desistência em se candidatar ao governo do Estado. Um áudio que circula pelas redes sociais neste sábado (7), aponta para o edil, que dá forte declarações do prefeito, como “babaca”, “covarde”, arrogante”, “prepotente” entre outros.

O tucano se diz indignado com a mobilização feita pelo demista durante os últimos quatro anos e ao final não topar encabeçar a chapa. 

Ao site Política In Rosa, Carneiro asseverou irritação. “Nós acreditávamos que ele seria candidato quando colocou Bruno Reis, que é de sua extrema confiança, para ser vice-prefeito da cidade de Salvador. De lá para cá ele construiu a sua candidatura. O grupo de oposição todo trabalhou com o objetivo de fortalecer ACM Neto e hoje, no apagar das luzes, ele afirma que não é mais candidato’’, disse.

Na opinião de Carneiro, Neto poderia ter declarado a sua posição antes, ter permitido que o grupo se articulasse e decidido outro nome para substituí-lo. “Ele não é insubstituível. Existem nomes na oposição que são capacitados para estar em seu lugar. Mas ele não permitiu isso e se constituiu como uma grande liderança. Por isso foi infeliz primeiro quando manteve a candidatura até agora e segundo quando desistiu tornando-se, no meu ponto de vista, traíra com o grupo que ele comandou”, destacou.

O presidente ressaltou ainda que a desistência não é postura de um grande líder político e que foi falta de respeito com o grupo que ele comandou. “Acho que ele não tem mais condições de comandar o grupo de oposição no Estado da Bahia porque perdeu a confiança de seus correligionários que ficaram todos reféns da sua posição. Ele não pode, sob nenhuma hipótese, comandar hoje o grupo de oposição”, disparou. Ainda assim, José Carneiro salientou que entende a decisão do prefeito de Salvador e que ele tem uma carreira política bonita pela frente.

Por: Bocão News
 

Planalto faz consultas para saber como ficará segurança de Lula

Foto: Divulgação/
De acordo com a assessoria de imprensa da Secretaria-Geral, uma resposta deverá ser dada apenas na segunda-feira, 9

A Secretaria-Geral da Presidência da República, que é responsável pela segurança de ex-presidentes, informou nesta sexta-feira, 6, que estão sendo feitas “consultas jurídicas para verificar como será exercido o direito de manter” o benefício ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que está com mandado de prisão expedido contra ele.

De acordo com a assessoria de imprensa da Secretaria-Geral, uma resposta deverá ser dada apenas na segunda-feira, 9. A pasta informou ainda que os seguranças do ex-presidente são funcionários dele e “não são autoridades do Estado”, por isso não poderiam executar a ordem de prisão, por exemplo.

A Lei 7.474, de 8 de maio de 1986, que estabelece os direitos dados aos ex-presidentes determina que depois do mandato, em caráter permanente, o ex-governante terá direito aos serviços de quatro servidores para atividades de segurança e apoio pessoal; a dois veículos oficiais, com os respectivos motoristas; e ao assessoramento de dois servidores ocupantes de cargos em comissão do Grupo-Direção e Assessoramento Superiores – DAS, nível 5.

A lei prevê ainda que os servidores e motoristas serão de livre escolha do ex-Presidente da República e nomeados para cargo em comissão destinado ao apoio a ex-Presidentes da República, integrante do quadro dos cargos em comissão e das funções gratificadas da Casa Civil da Presidência da República.

Cerca elétrica

Hoje, no Palácio do Jaburu, foram instalados suportes para colocação de cerca elétrica. Interlocutores do presidente Michel Temer reconhecem que o clima exacerbado no País amplia a preocupação em relação a segurança do presidente.

Conforme mostrou o jornal O Estado de S. Paulo na semana passada, o episódio de tiros disparados contra ônibus da caravana do ex-presidente Lula elevou a preocupação com a segurança do presidente, principalmente, caso ele leve adiante o plano de disputar a reeleição. Autoridades do governo avaliam que se instaurou no País, de maneira inédita, um clima de rivalidade e ódio político, que tende a aumentar com a decretação de prisão de Lula.

Apesar disso, o presidente decolou nesta tarde para Salvador onde participa de cerimônia de posse da diretoria da Federação das Indústrias do Estado da Bahia (Fieb) e das comemorações dos 70 anos da entidade. Durante essa sexta-feira alguns auxiliares do presidente ponderaram se não seria prudente cancelar a viagem, já que a Bahia é um Estado com uma forte militância petista. Mesmo assim, o presidente manteve o compromisso. Neste sábado, vai a Foz do Iguaçu para o Simpósio nacional de Varejo e Shopping. Com informações do Estadão Conteúdo.

Lula escolhe músicas para missa de Marisa Letícia

© Jamil Bittar / Reuters
“Tem que ter Asa Branca”

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva escolheu as músicas que serão cantadas na missa em homenagem à ex-primeira-dama Marisa Letícia neste sábado (7), dia também de sua despedida antes de ir para a prisão.

“Tem que ter Asa Branca”, disse ele aos jovens que estão ajudando a convidar os artistas que vão participar da celebração.

Além do clássico de Luiz Gonzaga, pediu “Deixa a vida me levar”, de Zeca Pagodinho, e muitas canções de Clara Nunes.

Fez ainda um pedido especial: “Porto Solidão”, sucesso de Jessé e a canção preferida de dona Marisa.

Ficou com olhos marejados ao ver que “Apesar de Você”, de Chico Buarque, estava no setlist, que contará ainda com “O que é, o que é”, de Gonzaguinha.

A ex-presidente Dilma pediu que fosse tocada também “Maria, Maria”, de Milton Nascimento.Entre os artistas confirmados estavam Maria Gadú, Tulipa, Leci Brandão, Fióti e Thaíde.

O repertório proposto inicialmente pelos jovens era de clássicos dos anos 60, até Lula se envolver pessoalmente na escolha. Com informações da Folhapress.